Tarja Turunen: The Brightest Void, prévia de altíssima qualidade

Resenha - Brightest Void - Tarja Turunen

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Matheus Dela Cela
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Logo no início de abril desse ano, tivemos a notícia, pela TARJA TURUNEN, que não teríamos apenas um álbum de estúdio da carreira de rock dela sendo lançados esse ano, mas dois. Antes do lançamento do The Shadow Self, em agosto, teria um álbum-prévia. Este álbum é o The Brightest Void, que conseguiu, mesmo sendo uma prévia, ser um material de altíssima qualidade. E vamos a ele.

Nightwish: inseto que vive nas sombras ganha nome de TuomasMetallica: Hammett e Ulrich escolhem álbuns e músicas da década passada

Imagem

No processo de gravação do que seria o seu quarto álbum solo de rock, a Tarja se deparou com uma quantidade grande de músicas gravadas, e não quis guardá-las. Também não queria lançá-las apenas como bônus, e foi quando surgiu a ideia de dois álbuns independentes, mas interligados. Neste álbum, podemos encontrar novas versões de músicas já conhecidas dos fãs da Tarja, covers e também músicas inéditas para mostrar o que está por vir no The Shadow Self.

No Bitter End:
Essa música é conhecida por todos que estiveram presentes nos últimos shows da turnê Colours In The Road, em que ela foi apresentada ao público. E também foi lançada com um videoclipe no dia 20 de março, sendo o primeiro single deste álbum. Na transição dos palcos para os estúdios, foi perdido muito da força do vocal ao vivo da Tarja, mas se constitui um single bem comercial e com uma chamada boa. Os instrumentais trazem riffs que lembram hard rock e também pop rock. Uma batida muito boa. Uma outra versão dela nos será apresentada no The Shadow Self.

Your Heaven And Your Hell:
Esse dueto único com o MICHAEL MONROE, famoso por ter sido vocalista da banda finlandesa HANOI ROCKS, traz um toque diferente de tudo que já foi ouvido da Tarja. Uma música rápida, com riffs contagiantes e bem animada. O interessante nessa faixa é que os vocais do Michael tiveram tanto destaque que poderia muito bem ser uma música do Michael feat. Tarja. Eu quero muito ver como seria essa música ao vivo. Ouve-se também uma gaita e um saxofone, provavelmente o próprio Monroe tocando. Um dos pontos mais altos do álbum.

Eagle Eye:
Linda. Uma música linda, que conta com o CHAD SMITH (RED HOT CHILI PEPPERS) na bateria e com vocais também do irmão mais novo da Tarja, TONI TURUNEN. Belíssima letra e melodia que prende fácil à cabeça. E, para melhor, ainda conta com corais extremamente lindos. Acredito que provavelmente ganhe um vídto. Também terá uma outra versão para o The Shadow Self.

An Empty Dream:
Já conhecida desde o ano passado como música tema do filme de terror argentino 'Corazón Muerto', também tem seu videoclipe. Foi repaginada para o álbum, com mais efeitos, e com a voz da Tarja mais presente. Uma evolução para a música.

Witch-Hunt:
A música já conhecida dos projetos de música clássica da Tarja foi modernizada para o álbum. Ficou muito interessante, soando um pouco como a participação da Tarja na música Never Too Far, de MIKE OLDFIELD, mas com um pouco de suspense, de mistério. Infelizmente, não apresenta o mesmo sentimento que a sua versão orquestral, mas se tornou menos pomposa.

Shameless:
Os riffs bem mais pesados e a junção dos vocais da Tarja com um vocal bem grave e carregado do guitarrista argentino Julián Barrett, que já acompanha a finlandesa há anos, trouxeram um peso inesperado para a música. Tarja prometeu que esses dois álbuns seriam os mais pesados da sua carreira solo, até agora. Na minha opinião, essa é a mais pesada e a melhor deste primeiro álbum. Destaque para os agudos da Tarja e os drives do Julián.

House Of Wax:
Esse cover de PAUL MCCARTNEY ultrapassou expectativas. Muito bonito e com um pouco da identidade que ela dá a cada cover que faz, além de usar a voz de formas que não havianm usado antes. Não sei se você já percebeu, mas a cada álbum a Tarja traz uma forma sutilmente diferente de usar a sua voz, e isso só torna seus álbuns, que também mudam de sonoridade sempre, ainda mais únicos. Cover muito bem escolhido.

Goldfinger:
Nesse cover, ela não apenas deu toque próprio à música, como compôs uma versão diferente. Manteve boa parte da orquestração original, mas ao acrescentar o som heavy, eka se tornou mais dramática. Essa música originalmente era interpretada por SHIRLEY BASSEY oara a trilha sonora de um filme de James Bond, o 007 Contraa Goldfinger. Também foi tocada ao vivo no ano passado, junto com No Bitter End, e a ausência dos graves usados ao vivo mais uma vez é notável, mas não perde sua qualidade. Destaque para a longa nota aguda ao fim da música.

Paradise (What About Us?):
Colaboração da Tarja com o WITHIN TEMPTATION para o álbum Hydra (2014) e que agora ganhou um novo mix em que a voz da Tarja ganha destaque e que os instrumentos ficam em segundo plano. Não foi mudado muito, a música continua muito boa.

O álbum, mais uma vez, tem uma qualidade muito além do esperado para umaa prévia, o que só nos faz pensar sobre o que esperar do The Shadow self. Mais uma vez, Tarja se afirma como referência no estilo, sempre evoluindo e mantendo seu posto de majestade no symphonic rock e symphonic metal. Resta esperar até agosto.

Tracklist:
01. No Bitter End (videoclip version)
02. Your Heaven And Your Hell (feat. Michael Monroe)
03. Eagle Eye (feat. Chad Smith and Toni Turunen)
04. An Empty Dream
05. Witch-Hunt
06. Shameless
07. House Of Wax
08. Goldfinger
09. Paradise (What About Us?) (feat. Within Temptation) New Mix

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Brightest Void - Tarja Turunen

Tarja: A prévia de "The Shadow Self" também se destaca

Tarja Turunen
Cantora esclarece post sobre novo álbum

Nightwish: inseto que vive nas sombras ganha nome de TuomasNightwish: inseto é batizado com nome em homenagem a TuomasNightwish: Uma banda com infinitas qualidades!Nightwish: A Paixão Sombria de Tuomas HolopainenTodas as matérias e notícias sobre "Nightwish"

Tarja Turunen
"Paulo Coelho me influenciou muito"

Nightwish
"Floor Jansen é uma profissional de alto nível"

Alissa White-Gluz
Floor Jansen manda muito bem toda noite

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 29 de maio de 2016

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Tarja Turunen"Todas as matérias sobre "Nightwish"

Metallica
Hammett e Ulrich escolhem álbuns e músicas da década

Van Halen
Ele nunca ouviu nada do Metallica ou do Guns N' Roses

Megadeth
Dimebag e Vinnie Paul quase entraram na banda

História do Rock: dos primórdios aos anos 70Metallica: James Hetfield explica suas tatuagens preferidasGuns N' Roses: comova-se com entrevista perdida de 1988Angra: banda errou na escolha de Fabio Lione?The Runaways: destratadas pelo Rush nos anos 70Papa Francisco: Ouça o CD de rock progressivo do pontífice

Sobre Matheus Dela Cela

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online