Ecliptyka: Passando por cima dos cansativos clichês

Resenha - A Tale Of Decadence - Ecliptyka

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Quando este escriba teve acesso ao caprichado EP “First Petal Falls” (título mais do que apropriado, hein?) liberado em 2008, foi imediata a sensação de que o Ecliptyka poderia ir muito longe – e estavam longe, pois na ocasião tocavam pela Europa. Nada mal mesmo! Pois bem, de lá para cá, este pessoal de Jundiaí (SP) manteve o foco, teve a oportunidade de abrir para a Tarja Turunen em São Paulo e agora está liberando seu primeiro disco, “A Tale Of Decadence”, pela conceituada Die Hard Records.
Galeria - Tatuagens em homenagem ao Guns N' RosesSlipknot: demônio avistado em fogo durante show?

E o Ecliptyka simplesmente continua com a capacidade de compreender os elementos mais sutis de suas influências, moldá-los e, com considerável naturalidade, passar por cima dos sempre cansativos clichês para soar muito bem. Sem segredos, simples assim. E esta é uma observação que se estende até mesmo ao campo vocal, pois os três cantores conhecem seus limites, fazem uso de suas potencialidades com bom senso e obtém ótimos resultados.

Assim, mesclando de forma equilibrada elementos que vão desde o heavy metal tradicional típico do Iron Maiden, gótico e metal extremo, em temas com uma evidente preocupação para com os rumos da humanidade, seja no plano político ou ecológico, “A Tale Of Decadence” oferece um repertório versátil e praticamente irretocável. Ainda que “Splendid Cradle” (com a participação de Danilo Herbert, do Mindflow), “Hate” e “Why Should They Pay?” mostrem uma musicalidade de primeira linha, o fato é que é complicado eleger destaques por aqui.

Enquanto boa parte do público e promotores resistem em ceder o devido espaço aos nossos grupos, trabalhos como “A Tale Of Decadence” vão conhecendo a luz do dia para fazer parte da história de nossa cena musical. Em um circuito que está abarrotado com bandas similares, o Ecliptyka não deve absolutamente nada aos nomes consagrados que vem do exterior – no caso, Within Temptation ou After Forever. O disco é excelente, confiram e tirem suas próprias conclusões!

Contato:
http://www.myspace.com/ecliptyka

Formação:
Helena Martins - voz
Guilherme Bollini - guitarra e voz
Helio Valisc - guitarra
Eric Zambonini - baixo
Tiago Catalá - bateria

Convidados:
Danilo Herbert (Mindflow) - voz em “Splendid Cradle”
Marcelo Carvalho (Hateful) - voz em “We Are The Same”

Ecliptyka - A Tale Of Decadence
(2011 / Die Hard Records - nacional)

01. The Age Of Decadence
02. We Are The Same
03. Splendid Cradle
04. Fight Back
05. Dead Eyes
06. Echoes From War
07. Hate
08. Why Should They Pay?
09. Look at Yourself
10. I've Had Everything
11. Unnatural Evolution
12. Eyes Closed
13. Berço Esplêndido (faixa bônus)

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de A Tale Of Decadence - Ecliptyka

Ecliptyka: A estreia da banda de Gothic/Power MetalEcliptyka: Uma obra bem planejada e executadaEcliptyka: Muito bom debut da banda do interior de SP

Todas as matérias e notícias sobre "Ecliptyka"

Capas
Confira 10 das mais belas do Rock/Metal Nacional

Galeria
Mais musas do rock/metal nacional

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Ecliptyka"

Tatuagens
Homenagens ao Guns N' Roses na pele dos fãs

Slipknot
Demônio avistado em fogo durante show?

Rush
Brasileira de cinco anos toca"Tom Sawyer" na bateria

Rock: as dez lendas mais macabras do gêneroMetallica: lista de exigências do camarim da bandaMike Portnoy: o cara trabalha pra kct, será que ganha bem?À Flor da Pele: Mustaine vai às lágrimas vendo foto de LemmyBruce Dickinson: ouça dueto com Montserrat CaballePantera: Por que "Cowboys From Hell" em uma camiseta do "Vulgar Display Of Power"?

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online