Deathraiser: Remetendo ao começo da cena metálica

Resenha - Violent Aggression - Deathraiser

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
O DEATHRAISER (antigo Merciless), banda formada no interior do Estado de Minas Gerais, finalmente chega a seu primeiro lançamento, pela gravadora Xtreem Music, da Espanha. E a banda é mais uma das grandes representantes da nova safra do thrash metal tradicional que tem invadido o mundo nos últimos tempos.
Nirvana e Foo Fighters: bizarra semelhança entre os membrosGuitarristas: você consegue identificar todos nesta imagem?

Por isso, meu amigo, não espere por modernidades por aqui, mas sim por músicas rápidas e agressiva, tocada e gravada de forma primitiva, mas com muita qualidade e paixão pelo estilo, feita de fã para fã. Portanto, tudo aqui, desde o som até a arte gráfica (com o tradicional lixo tóxico), nos remete nostalgicamente ao começo da cena metálica.

E o DEATHRAISER segue a linha mais pesada e rápida do thrash metal, na linha de KREATOR (fase “Pleasure to Kill”), DARK ANGEL e HYPNOSIA, com riffs cortantes e ultra velozes, aliados a uma cozinha precisa, mas que em algumas horas é um pouco reta demais, o que acaba deixando alguns trechos mais cansativos, mas sem comprometer o som da banda como um todo. Além disso, o vocal de Thiago é bem interessante, e combina muito com a sonoridade do conjunto.

Com tudo isso, a banda nos apresenta 9 pedradas que não dão tempo para respirar, transbordando agressividade em cada nota perpetrada. Sons como “Violent Agressions”, “Annihilation of Masses” e “Thrash or be Thrashed” têm tudo para cativar qualquer fã do estilo.

Enfim, a banda tem muito potencial, e já no seu debut mostra para que veio, lançando um disco bem acima da média. Mas acredito que ainda irão melhorar muito com o tempo. Guardem este nome, pois estes mineiros tem tudo para se tornarem uma das maiores representantes brasileiras do estilo. Pena que até agora apenas há a versão importada do disco.

Violent Aggression - Deathraiser
(2011 – Xtreem Music - Importado)

Formação:
Thiago: Vocal e guitarra
William: Bateria
Ramon: Guitarra
Junior: Baixo

Track List:
1. Violent Aggression
2. Annihilation of Masses
3. Terminal Disease
4. Enslaved by Cross
5. Command to Kill
6. Killing the World
7. Oppression Till Death
8. Lethal Disaster
9. Thrash or be Thrashed

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Violent Aggression - Deathraiser

Deathraiser: Orgulho do metal extremo nacional

Todas as matérias e notícias sobre "Deathraiser"

Thrash Metal
20 bandas brasileiras de qualidade inquestionável

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Deathraiser"

Nirvana e Foo Fighters
Bizarra semelhança entre os membros

Guitarristas
Você consegue identificar todos nesta imagem?

Led Zeppelin
Sexo explícito na entrega de discos de ouro em 1973

Meet & Greet: Como os roqueiros de verdade se comportamGaleria - Tatuagens em homenagem a artistas e bandas - Parte 1Headbanger: mostre que você é true em qualquer oportunidadeSuicidal Tendencies: Muir fala de gangues, Trujillo e RATMÁrvore Genealógica do Metal e do RockViver de Música: bandas se foderão cada vez mais

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online