Matérias Mais Lidas

imagemMaiden faz homenagem a Eddie, do Stranger Things, que foi inspirado em tragédia real

imagemOs dez álbuns de Heavy Metal favoritos de Rob Halford, e os dez de qualquer gênero

imagemA prática mesquinha de bandas que Edu Falaschi considera "desrespeitoso com o fã"

imagem10 músicas dos Beatles das quais Paul McCartney não gostava

imagemQuando Dave Mustaine mostrou como tocar uma música do Metallica de forma mais pesada

imagemRichard Fortus diz que Axl Rose danificou as cordas vocais

imagemJoão Gordo diz que era um "bolsominion homofóbico" e explica motivo

imagemO mega sucesso do Led Zeppelin que era pra ser uma piada mas se tornou um hino

imagemLed Zeppelin: Crítica de George Harrison fez Jimmy Page compor "The Rain Song"

imagemMembros do Metallica ficaram deslumbrados com "Master Of Puppets" em "Stranger Things"

imagemO clássico dos Stones que foi escrito em um motel e não deixou Keith Richards satisfeito

imagemSlash explica porque o Guns N' Roses faz shows de 3 horas e meia

imagemIan Gillan e a sua opinião sobre John Lennon como vocalista: "É o cara!"

imagemAerosmith: O pior e o melhor álbum da discografia segundo Joe Perry

imagemDave Mustaine perde a compostura e xinga membro da equipe do Judas Priest


Stamp
Airbourne 2022

Hellarise: Mesclando clássicos com novidades em S.J. dos Campos

Resenha - Hellarise (Command Fest, São José dos Campos, 20/06/2013)

Por Kito Vallim
Em 25/06/13

As manifestações pararam diversas rodovias naquela noite, razão pelo qual eu me atrasei e a programação do Femmale Command Fest naquela noite também acabou atrasando. Por essa razão perdi a primeira banda da noite e o atraso na programação me fez perder um pouco do que rolou em boa parte do festival, pois precisava voltar dirigindo para a capital.

Era por volta da 01h da manhã quando a banda HellArise chegou ao Hocus Pocus em São José dos Campos e já avançou para o palco para montar o equipamento e preparar o que seria um show memorável.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Logo de cara a banda manda o seu mais recente single More Mindless Violence, uma composição veloz e de refrão marcante que serve bem para as pessoas que ainda não tiveram o prazer de ouvir a banda alguns dos pontos fortes da sonoridade da banda HellArise. A abertura emendou na música Deadfall, presente na demo da banda, lançada em 2010.

Deadfall possua uma pegada menos agressiva com um refrão mais melódico e foi uma escolha acertada para a continuação do set list.

Uma breve pausa e a vocalista, Flávia Morniëtári anuncia uma música nova. A banda inicia, então a execução de More Than Alive, uma faixa que alterna bem riffs melódicos, estrofes agressivas e mudanças de tempo, alternando com maestria passagens mais velozes e cadenciadas. A resposta positiva do público apontou que as novas composições estão na direção certa.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O Show continua com a já clássica Liar, também presente na demo e que dispensa apresentações. Certeira, um murro no estômago, metal de primeira qualidade!

O Set list avançava com as pesadas e agressivas I Don't Believe e Functional Disorder. Duas músicas novas da banda que estarão presente em registros futuros. As músicas são típicas para shows ao vivo e perfeita para abrir aquela roda caótica e turbulenta na pista de qualquer show!

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Foi bom ver que a banda estava tocando com garra no palco! A apresentação estava impecável!

A performance ao vivo da Flávia Morniëtári como frontwoman e da Mirella Max nas guitarras é algo que dispensa apresentações, ambas sem parar de agitar em momento algum, tornando a experiência de ver a banda ao vivo em algo a mais. Felippe Max, como sempre, quebrando todas as peças de sua bateria em uma execução brutal de cada música! A convidada especial, Jéssica Matoso da banda Cap'Tain e o baixista Kito, recém integrado à banda estavam presentes para completar o time! Afiadíssimos no palco, a banda mostrou que está pronta para alçar novos vôos!

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

O final do show ficou a cargo de We Will Rise da banda Arch Enemy e o clássico Human Disgrace, faixa épica de quase 8 minutos que levou todos à loucura, abrindo a maior roda que havia acontecido durante o show, com todos bangeando com todas as forças restantes!

A banda apresentou um show fantástico com um set list coeso e que mostra que o futuro da banda é muito promissor com as composições antigas mais amadurecidas e com composições novas de altíssima qualidade e repletas de originalidade!

Completaram o cast do festival as bandas Sinaya, Alefla e Manger Cadavre.

Set List:
More Mindless Violence
Deadfall
More Than Alive
Liar
I Don't Believe
Functional Disorder
We Will Rise (Arch Enemy)
Human Disgrace

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

HellArise:
Flávia Morniëtári - Vocal
Mirella Max - Guitarra
Felippe Max - Bateria
Kito Vallim - Baixo
Jéssica Matoso - Guitarra

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Finlandia 2022
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Kito Vallim

Kito Vallim, banger, economista, apaixonado por rock/metal. Metalhead que iniciou-se com bandas de metal melódico e logo expandiu sua paixão por todos os estilos de metal e hoje em dia não sabe nem dizer seu estilo favorito direito. Entusiasta do metal nacional e do underground, adora conhecer bandas novas e diferentes, busca divulgar bandas em sua fanpage do Facebook onde também comandam um podcast.

Mais matérias de Kito Vallim.