RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA atitude ousada da Legião Urbana ao peitar Globo e Faustão no meio de uma grande crise

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemA razão que levou Humberto Gessinger a decidir não usar mais nome "Engenheiros do Hawaii"

imagemPor que Gisele Bündchen e Ivete Sangalo deturparam "Imagine", segundo André Barcinski

imagemDiva Satânica explica qual foi a razão que a fez deixar a banda Nervosa

imagemO último show de Bon Scott com o AC/DC, três semanas antes de sua morte

imagemA hilária reação de Keith Richards ao encontrar músicos do Maneskin

imagemDavid Coverdale relembra parceria com Jimmy Page, e fala sobre relançamento

imagemAs duas razões que levaram RPM a passar por segunda separação em 2003

imagemEm entrevista, Tony Iommi contou como aprendeu a tocar guitarra

imagemAlém do Moonspell, São Paulo Metal Fest anuncia Beyond Creation em seu cast

imagemAngra parabeniza a aniversariante Sandy nas redes sociais

imagemJimmy Page sobre o "Presence": "Não se faz músicas como aquelas caindo de bêbado"

imagemGuitarrista do Offspring continuou em seu emprego normal mesmo depois da fama

imagemPrika explica por que nova vocalista da Nervosa não é brasileira e promete single em março


Summer Breeze

Crashdiet: confira como foi o show em São Paulo

Resenha - Crashdïet (Clash Club, São Paulo, 09/03/2013)

Por João Paulo de Matos Mota
Postado em 14 de março de 2013

E no auge dos anos 2000, alguns suecos resolveram resgatar as raízes do Hard Rock em uma banda moderna e atual, e intitularam o seu nome de Crashdïet. A Clash Club ficou pequena para tantos fãs, inclusive aos que se deslocaram de vários estados do nosso País. Vale a pena ressaltar que o show estava primeiramente marcado para acontecer no Inferno Club, localizado na famosa rua Augusta e devido à problemas de fiscalização o local ainda encontra-se fechado, por isso tivemos esta mudança de local.

Por volta de 21:30, as luzes se apagaram e a gritaria tomou conta. O primeiro integrante a subir no palco foi Eric Young, o baterista, logo menos o baixista Peter London se dirigiu até o seu posto, o próximo e não menos importante, o guitarrista Marin Sweet também subiu no palco e claro, quando Simon Cruz entrou e os primeiro acordes de "Change the World" (música do novo álbum) foram entoados, o público foi ao delírio.

A banda já passou por algumas mudanças em sua formação, onde a mais marcante foi a morte de Dave Lepard primeiro vocalista e grande compositor da mesma, sendo assim, Simon Cruz acabou assumindo os vocais posteriormente.

Durante a apresentação era nítido nos fãs e em todos os presentes, que nem o calor que fazia, tirava o folego deles, a empolgação e a paixão falavam mais alto. Posso citar como destaque, entre as músicas que foram executadas, "Queen Obscene/69 Shots", "In the Raw" e "It’s a Miracle", onde o público cantou junto praticamente todos os refrões e agitaram constantemente nestas músicas em específico. Realmente fazia um bom tempo que não via um coro como este.

Claro, que não posso deixar de mencionar que a interação entre a banda e os fãs era muito especial, até mesmo um pouco antes do Bis o baterista Eric Young se levantou, pegou o microfone e começou a falar sobre sua paixão pelo nosso País e ainda arriscou um pouco no português. Todavia, Eric passou suas últimas férias aqui no Brasil.

Também se notou uma grande quantidade de fãs que estavam vendo este show pela primeira vez, Simon Cruz chegou até chegou a pedir que levantassem as mãos aqueles que estavam ali pela primeira vez. Assim como eu, várias levantaram, ou seja, o sucesso desta banda aqui realmente está crescendo, que continue desta maneira.

Caminhando mais para o final do show, os grandes clássicos aguardados por todos finalmente foram executados. A música atual de trabalho da banda e que está alavancando estes novos fãs, "Cocaine Cowboys", foi realmente um dos pontos principais, certamente tornando-se o clímax desta apresentação. O que se via era uma leva de pessoas pulando e cantando sem parar. E no encerramento "Generation Wild", do álbum que leva esse mesmo nome e foi lançado em 2010 e que realmente alavancou a carreira da banda, os fãs foram à loucura, realmente foi sensacional.

Contudo, podemos dizer que tivemos um espetáculo excelente neste último sábado na cidade de São Paulo, foi memorável. Acredito que os fãs já se perguntam pela próxima vinda destes suecos para o nosso País, e esperamos que isto não demore muito para ocorrer.

Para setlist completo e galeria de fotos, acesse:

http://www.rockexpress.net.br/2013/03/12/crashdiet-em-sao-paulo-live-09-de-marco-de-2013/


Outras resenhas de Crashdïet (Clash Club, São Paulo, 09/03/2013)

Resenha - Crashdïet (Clash Club, São Paulo, 09/03/2013)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Slayer: a trágica e não revelada história do fim de Jeff Hanneman


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre João Paulo de Matos Mota

Nascido em São Paulo no ano de 83 e fanático por Heavy Metal desde os 12 anos, atualmente se diverte cantando na banda Masterkey, fazendo parte da equipe do site Rock Express e conduzindo o podcast Rock Express Cast.
Mais matérias de João Paulo de Matos Mota.