Bandas: Por que ninguém está indo a seus shows?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Por JÖ SCHUFTAN a partir de um artigo de ARI HERSTAND

Caros leitores:

Hoje eu me deparei com um grande artigo postado por ARI HERSTAND [um músico independente de Los Angeles] intitulado "7 Razões Pelas Quais Ninguém Vai a Seus Shows". Enquanto eu encorajo todo músico e produtor de shows a ler o artigo completo [clique AQUI], resumi o artigo para vocês porque eu realmente quero que vocês cresçam mais do que imaginam.

TODA banda amadora e produtor precisa ler isso:

Death On Two Legs: a declaração de ódio de Freddie MercuryIron Maiden: as 20 melhores músicas da "Era de Ouro"

- Grave seus ensaios E seus shows. Você AMA ouvir ao seu set ao vivo? Se não ama, então por que você acha que as outras pessoas gostarão?

- Dê mais tempo entre um show e outro. Eu recomendo marcar um grande show na sua área a cada 6-8 semanas. Isso lhe dá um tempo apropriado para divulgar o show e criar certa agitação em torno dele.

- Você deveria fazer de todo show um EVENTO. Ao distanciar mais um show do outro, você pode bolar um tema e título para cada show e transformá-lo em um acontecimento divertido e comentado.

- Você sempre deve querer ter seus ingressos para vender antecipadamente prontos o quanto antes, se modo que você possa encorajar as pessoas a comprá-los e se COMPROMETEREM com seu show. Não trabalhe com promotores malandros que te dão 50 ingressos para vender e se você não conseguir, você tem que pagar a diferença. Isso é diferente.

- Muitas bandas acreditam que é a casa [ou os promotores] que ficam encarregadas de fazer 100% da promoção de seus shows. O simples fato de listar seu show no calendário de uma casa famosa não faz com que as pessoas saiam de casa.

- Convidar todos seus amigos para um evento via Facebook é apenas um passo. Imprima materiais promocionais físicos, como pôsteres e panfletos. Nós vivemos em um mundo tão digitalizado que receber um convite no mundo concreto é muito aprazível, especialmente quando lhe é dado por um amigo.

- Nas semanas que antecedem a qualquer show grande, saia mais de casa. Vá aos shows das bandas locais, shows grandes, festas de aniversário que você acabaria não indo. Qualquer coisa, apenas saia e vá falar com mais seres humanos no mundo real.

Então ai está amigos, parem de criar desculpas para shows vazios e comecem a se esforçar com essas soluções!

[...]




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Indústria Musical"


Bandas: 12 motivos pelos quais vocês devem demitir um membroBandas
12 motivos pelos quais vocês devem demitir um membro

Músicos, aceitem: ninguém mais paga por músicaMúsicos, aceitem
Ninguém mais paga por música

Álbuns mais vendidos: a lista de um consultor do New York TimesÁlbuns mais vendidos
A lista de um consultor do New York Times


Death On Two Legs: a declaração de ódio de Freddie MercuryDeath On Two Legs
A declaração de ódio de Freddie Mercury

Iron Maiden: as 20 melhores músicas da Era de OuroIron Maiden
As 20 melhores músicas da "Era de Ouro"

Backmasking: Existem mensagens ao inverso em discos de rock?Backmasking
Existem mensagens ao inverso em discos de rock?

Oh, não!: clássicos que foram estragados pelo tempoOh, não!
Clássicos que foram "estragados" pelo tempo

Metallica: músicos regravam o St. Anger da forma correta - ouçaMetallica
Músicos regravam o St. Anger "da forma correta" - ouça

Rammstein: os 7 clipes mais controversos da banda, segundo revistaRammstein
Os 7 clipes mais controversos da banda, segundo revista

Kiss: o drama suicida de Peter Criss em 1994Kiss
O drama suicida de Peter Criss em 1994


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

adGooILQ