Dream Theater: relaxado e feliz na noite do Rio de Janeiro

Resenha - Dream Theater (Citibank Hall, Rio de Janeiro, 31/08/2012)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Daniel Junior
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Próximos de encerrarem a turnê vitoriosa do disco "A Dramatic Turn Of Events", a banda Dream Theater estava relaxadíssima no Rio de Janeiro, na casa de espetáculos Citibank Hall, espaço já acostumado a receber a banda, já que foi a terceira vez consecutiva em que o grupo por lá se apresentou.

11 de Setembro: as tristes coincidências envolvendo Slayer e Dream TheaterMax Cavalera: triste ver uma banda tão importante virar uma merda

Fazia frio na capital carioca e pouco menos de 2 horas antes do show caiu uma forte chuva, o que poderia ter desanimado os fãs da banda para comparecerem ao primeiro show de Mike Mangini como músico oficial da banda após a saída do baterista, compositor e letrista da banda, Mike Portnoy. Mesmo assim, a quantidade de pessoas que ainda iriam comprar ingresso era muito grande e a demora para entrega do ticket foi fundamental para que algumas centenas de pessoas perdessem as primeiras canções.

A banda foi ovacionada por uma multidão de quase 8 mil pessoas (a capacidade da casa é de 20 mil) e foi presenteada com clássicos de quase todos os discos e com performances que não desapontavam os fãs mais ortodoxos da formação original, com ênfase é lógico, no repertório mais recente do disco lançado ano passado.

Claramente se percebia o quanto a banda estava relaxada e quase não se levando a sério (no bom sentido) durante as quase três horas de apresentação. James LaBrie (vocalista) conversou muito com a plateia incluindo um discurso cômico sobre o vôo entre Belo Horizonte e Rio de Janeiro que não fora nada agradável. Durante o pequeno set-list acústico que incluiu Silent Man e Beneath the Surface, conversou com o público, chamou Mangini (baterista) para cantar canções em italiano, viu Jordan Rudess (tecladista) improvisar um acompanhamento para uma canção desconhecida e o sempre risonho John Petrucci (guitarrista), como um cavalheiro, conduzindo as resposta do vocalista, feliz e em um estado de espírito diferente do que se viu nas últimas apresentações. Até mesmo John Myung (baixista) saiu do seu lugar no palco e interagiu com Mangini em diversas canções da apresentação, fez caras e bocas, além de jogar sua longa cabeleira para frente e para trás várias vezes. A atmosfera na plateia sempre foi de catarse nos shows da banda, mas desta vez, o que se viu no palco foi uma banda além do costumeiro entrosamento, uma banda feliz.

Se havia expectativa em relação a troca dos Mikes (Portnoy por Mangini) ela foi plenamente satisfeita. Mangini tem um estilo peculiar (uma técnica mais abrangente e por vezes até mais suave) mas manteve o peso e a destreza do músico nova-iorquino que substituíra. Fazendo caretas quase o tempo todo, o novo baterista do Dream Theater ganhou atenção dos seus novos colegas (com quem já interage a mais de 2 anos) no show, não decepcionou em momento algum e tocou os clássicos da banda como Metropolis Pt. 1 (a canção do bis) 6:00 (canção do clássico Awake), embora tenham deixado de fora do set, por exemplo, todas as faixas de Train of Thought (2003).

O palco era simples, mas também deu uma leve demonstração de mudança da apresentação da banda. Com cubos que ora mostravam Jordan Rudess, com uma câmera na extremidade do seu teclado ou as performances individuais dos músicos no palco. Foi uma novidade à parte, já que os shows da banda não tem pirotecnia muito sofisticada além de vídeos no monitor gigante, que é utilizado trivialmente por quase todo o universo artístico.

Confira abaixo o set-list abaixo e um vídeo em que o PipocaTV/Aliterasom estava na tarde de autógrafos em Nova Iorque em setembro do ano passado.

Overture: Dream is Collapsing (Hanns Zimmer)
01 - Bridges In The Sky
02 - 6:00
03 - The Dark Eternal Night
04 - This is the Life
05 - The Root of a Evil
06 - Lost Not Forgotten
07 - A Fortune In Lies
08 - Solo Mike Mangini
09 - The Silent Man
10 - Beneath the Surface
11 - Outcry
12 - Surrounded
13 - Solo Jordan Rudess
14 - On The Back of Angels
15 - War Inside in My Head
16 - The Test that Shumped Them All
17 - The Spirt Carries On
18 - Breaking All Illusions

Bis

19 - Metropolis Pt.1 - The Miracle and the Sleeper

Vídeo do PipocaTV/Aliterasom na tarde de autógrafos ano passado em Manhattan




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Dream Theater"


11 de Setembro: as tristes coincidências envolvendo Slayer e Dream TheaterHá 18 anos: Dream Theater lançava Live Scenes From New YorkLars Ulrich: e se ele tocasse em uma banda country?Dream Theater: em 1994, o Dream Theater cravava seu nome na cena

Solos de guitarra estendidos: os melhores feitos em shows ao vivoSolos de guitarra estendidos
Os melhores feitos em shows ao vivo

Dream Theater: banda lança vídeo animado de Barstool Warrior; assistaDream Theater
Banda lança vídeo animado de "Barstool Warrior"; assista

Dream Theater: banda confirma turnê no Brasil

Dream Theater: datas da turnê brasileira e início das vendasDream Theater
Datas da turnê brasileira e início das vendas

Dream Theater: banda vai executar Scenes From a Memory na íntegraDream Theater
Banda vai executar Scenes From a Memory na íntegra

Mike Portnoy: veja o baterista e filho tocando NightmareMike Portnoy
Veja o baterista e filho tocando "Nightmare"

Dream Theater: 5 dicas do guitarrista John PetrucciDream Theater
5 dicas do guitarrista John Petrucci

Mike Portnoy: sou um dos músicos incompreendidos do mundoMike Portnoy
"sou um dos músicos incompreendidos do mundo"


Max Cavalera: triste ver uma banda tão importante virar uma merdaMax Cavalera
Triste ver uma banda tão importante virar uma merda

Guitarristas: você consegue identificar todos nesta imagem?Guitarristas
Você consegue identificar todos nesta imagem?

New York Times: os 100 melhores covers de todos os temposNew York Times
Os 100 melhores covers de todos os tempos

Porn Metal: Filmes para inspirar os headbangers solitáriosRoger Moreira: resposta bem humorada a "crítica" no Agora é TardeRunaways: Lita Ford saiu da banda por medo de assédio de companheirasDia de Coxinha: rock stars contraindo bodas

Sobre Daniel Junior

Daniel Junior era blogueiro do Diário do Pierrot e do site The Crow (especializado em cinema). Colaborava com o site Seriemaníacos (sobre séries de TV) e com o blog Minuto HM. Começou seu amor pelo rock por causa do Kiss e do Black Sabbath até conhecer outras bandas pelas quais nutriria paixão e admiração como Metallica, Rush, Dream Theater, Faith No More e tantas outras. Daniel faleceu em 2017 e definitivamente fará falta.

Mais matérias de Daniel Junior no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336