Duff McKagan no RJ: belo exemplo de rock n' roll e atitude

Resenha - Duff McKagan's Loaded (Vivo Rio, Rio de Janeiro, 18/11/2011)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Gabriel von Borell
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Depois da confusão sobre o cancelamento do show do Duff McKagan’s Loaded no Rio de Janeiro, a apresentação do ex-baixista do Guns N’ Roses no Vivo Rio na última sexta-feira (18) acabou sendo realizada, para alegria de muitos fãs desesperados com a possibilidade de não assistir à banda ao vivo.

5000 acessosGuns N' Roses: Axl Rose erra o carro, fica irritado e confuso5000 acessosHeavy Metal: Os 11 melhores álbuns dos anos 2000 segundo o Loudwire

E no estilo “quem ri por último ri melhor” os cariocas puderam aproveitar de um set maior, com muita disposição do Loaded em agradar, e algumas surpresas. Apesar do pouco público, o show foi bem intenso e os fãs que compareceram representaram bem a galera roqueira da Cidade Maravilhosa.

A apresentação da banda começou pouco depois de 22h15, quando as luzes do Vivo Rio se apagaram e Duff McKagan (vocais, guitarra), Mike Squires (guitarra solo), Jeff Rouse (baixo) e Geoff Reading (bateria) surgiram no palco. De cara o grupo tocou “Executioner’s Song”, do novo álbum “The Taking” (2011), e recebeu uma boa resposta da plateia. O público continuou aquecido com “We Win” e “Sleazy Factory”. Nesse momento, Duff aproveitou para falar sobre a questão da nota de cancelamento do show e do quanto eles queriam tocar no Rio de Janeiro e se empenharam para tal. Pouco depois veio “Dark Days”, música em que o ex-baixista do GNR desceu do palco e chegou bem perto dos fãs que estavam próximos à grade. E eles acabaram aproveitando a situação para encostar em Duff e tirar fotos o mais perto possível. Tudo naquele desespero de fã.

Então o show seguiu com os covers do The Damned “New Rose”, que está presente no disco do GNR “The Spaghetti Incident?”, e do Neurotic Outsiders “Good News”. Mais tarde, Dave “Snake” Sabo entrou no palco para tocar guitarra em um curto solo de “Monkey Bussiness”, de sua antiga banda Skid Row. Agradando aos fãs, alguns segundos depois Snake saiu de cena sob muitos aplausos. E em seguida Duff chamou ao palco um brasileiro da produção para traduzir suas bem humoradas palavras antes de anunciar que a próxima faixa executada seria “Cocaine”. Pouco depois veio “So Fine”, música de autoria de Duff para o GNR, e que marcou o momento mais memorável do show. Enquanto a banda tocava a faixa, alguns fãs diziam coisas do tipo “não acredito que estou escutando essa música”, ou “só de escutar isso já valeu a noite”. E então outro cover presente no álbum “The Spaghetti Incident?” deu sequência ao show: “You Can’t Put your Arms Around a Memory”, de Johnny Thunders. Essa foi mais uma canção que também gerou uma recepção calorosa por parte do público. Quando, em seguida, Duff e cia começaram a executar o trecho final de “Patience”, os fãs foram à loucura e acompanharam a letra a plenos pulmões. O repertório continuou empolgando a plateia com faixas como “Your Name” e “Lords of Abbadon”.

Marcando 1h10 de apresentação, o grupo deixou o palco para voltar com o bis. E nessa hora veio a melhor sequência da noite, que não deixou ninguém parado. Ela começou com o cover do Misfits “Attitude” e terminou com os sucessos do GNR “Dusnt N’ Bones” e “It’s So Easy”. Com quase 1h30 de show, o Duff McKagan’s Loaded encerrava o set com a plateia na mão. Em uma noite que só aconteceu, para a sorte dos cariocas, pela admirável consideração de Duff com o seu público. Um belo exemplo de rock n’ roll e atitude.

Set list:

1- Executioners Song
2- We Win
3- Sleaze Factory
4- Dead Skin
5- Dark Days
6- Seattlehead
7- New Rose (cover do The Damned)
8- Good News (cover do Neurotic Outsiders)
9- Sick
10- Monkey Business (cover do Skid Row com Dave "The Snake" Sabo)
11- Cocaine
12- So Fine (cover do Guns N' Roses)
13- You Can't Put Your Arms Around A Memory (cover de Johnny Thunders)
14- Patience (cover do Guns N' Roses)
15- Wasted Heart
16- Your Name
17- Lords of Abbadon

Bis:

18- Attitude (cover do Misfits)
19- Dust N' Bones (cover do Guns N' Roses)
20- It's So Easy (cover do Guns N' Roses)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Guns N RosesGuns N' Roses
Axl Rose erra o carro, fica irritado e confuso

1951 acessosGuns N' Roses ou Raça Negra: Faça o quiz e veja se acerta1911 acessosGuns N' Roses: os 30 anos de Appetite na capa da nova Kerrang!0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

Guns N RosesGuns N' Roses
Ano a ano, como se deu o lobby para a volta de Slash

Axl Rose no AC/DCAxl Rose no AC/DC
Pensei que fosse 1º de abril, diz Alice Cooper

Logos de BandasLogos de Bandas
Blog elege o Top 10 dos mais bonitos

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Loaded"0 acessosTodas as matérias sobre "Velvet Revolver"0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"

Heavy MetalHeavy Metal
Os 11 melhores álbuns dos anos 2000 segundo o Loudwire

Metal NeoclássicoMetal Neoclássico
As regras para se tornar uma estrela do gênero

Jimi HendrixJimi Hendrix
12 coisas que talvez você não saiba sobre ele

5000 acessosSonho de Consumo: os 10 palcos de shows mais desejados5000 acessosGastão Moreira: A coleção do VJ, apresentador e jornalista musical5000 acessosPagando mico: 10 maneiras de ser expulso ou humilhado em um show5000 acessosJudas Priest e Motorhead: Faulkner e Campbell em foto suspeita!5000 acessosTime Magazine: os 100 maiores álbuns de todos os tempos5000 acessosBlack Sabbath: os agradecimentos no encarte do "13"

Sobre Gabriel von Borell

Gabriel von Borell, nascido em 30/03/85, jornalista. Não vive sem música e também não se apega a rótulos musicais. Acredita que todo preconceito é burro, inclusive o musical. Escuta de tudo um pouco, considerando que um jornalista deve estar aberto pra conhecer e comentar sobre qualquer músico ou banda. Pode ser encontrado no Twitter em @gabrielborell.

Mais matérias de Gabriel von Borell no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online