Matérias Mais Lidas

imagemMarcello Pompeu agradece mobilização de fãs

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemO reencontro entre Steve Harris e Paul Di'Anno na Croácia

imagemAs composições de Paul McCartney nos Beatles preferidas de John Lennon

imagemEvanescence coloca baixista no cargo de guitarrista e anuncia nova baixista

imagemNicko McBrain, do Iron Maiden, mostra o seu novo (e enorme) kit de bateria

imagemGene Simmons compartilha tweet com meme da ex-presidente Dilma Rousseff

imagemDave Mustaine, do Megadeth, inicia vida de youtuber e mostra o ônibus de turnê da banda

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemFrank Zappa disse a Steve Vai que ele soava como "um pão com mortadela elétrico"

imagemO clássico do Helloween que fez Angra mudar nome original de "Running Alone"

imagemMetade das pessoas com menos de 23 anos desconhecem Pink Floyd, David Bowie e Bon Jovi

imagemDee Snider cutuca bandas com falsas aposentadorias e ingressos caros

imagemOzzy Osbourne diz que "tinha muito o que provar" com "No More Tears"

imagemJen Majura disse que sair do Evanescence não foi decisão dela e recebe apoio dos fãs


Madame Saatan: epidemia de torcicolo em território indie

Resenha - Madame Saatan (Studio SP, São Paulo, 26/06/2011)

Por Leandro Moreira
Em 30/07/11

Madame Saatan promove epidemia de torcicolo em território indie

Banda paraense surpreende Studio SP em plena terça-feira e mostra atitude de gente grande em palco pequeno com performance explosiva

Parecia uma noite normal no templo indie da música ao vivo paulistana. O último dia 26 de julho era pra ser mais uma terça-feira relativamente despretensiosa do projeto Cedo & Sentado, do renomado Studio SP. Acontece que o público habitué da casa, acostumado a acompanhar com os pés os ritmos de baladinhas neo-clássicas, acabou batendo cabeça e até protagonizando rodas de pogo numa apresentação visceral do Madame Saatan, de Belém do Pará.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O grupo entrou em cena emanando uma aura peculiar. "Respira" (teaser do novo álbum que deve ser lançado nos próximos meses) abriu o show arregaçando amplificadores e intensificando a ação da gravidade nos queixos da plateia, que se aglutinou perante o palco em menos de um minuto de música. Em palco, Sammliz é mais do que uma excelente vocalista performática - a mulher comanda o espetáculo como Cleópatra comandava o Egito antigo. E convoca quem estiver por perto a se juntar a ela, Ícaro, Ivan e Ed numa explosão selvagem de originalidade temperada com excelentes referências.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O Madame Saatan é um grupo evoluído a olhos vistos nos quesitos entrosamento e presença de palco. Quando em ação, Ícaro trata o baixo com o mesmo instinto selvagem que um leão faminto devora uma presa; Ed casa riffs e solos com mais peso e classe que qualquer metido à Zakk Wylde e Tony Iommi, enquanto Ivan domina a bateria de forma dramática, como um maestro rege uma orquestra. A banda suou música pelos poros do começo ao fim.

Dando sequência ao repertório, "Apocalipse", uma das mais antigas da banda, teve coro dos fãs presentes e confirmou que, naquela noite, os acordes minimalistas de sempre dariam lugar à riffs elaborados para espalhar uma epidemia de torcicolos até nos que não se declaram headbangers.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Na sequência, "Devorados" e "Rio Vermelho" representaram um tapa na cara de quem quer que tenha tido preconceito xenófobico com a banda. A essa altura, os paraenses já tinham 95% da atenção de um público estupefato.

Os 100% foram atingidos quando, de repente, uma versão maiúscula de "I Want You (She's So Heavy)" dos Beatles tocou até quem torcia o nariz pro som pesado e distorcido da banda, até porque o cover veio seguido por um improviso límpido de Edinho e Sammliz de "Stronger Than Me", homenagem à recém-falecida Amy Winehouse.

A casa pôde tomar fôlego e ouvir Sammliz falando sobre amor e solidão na excelente "Molotov". As não menos bombásticas "Até o Fim", "Gotas em Caos de Selva Avenida" e "Vela" fecharam o show. A banda saiu do palco ovacionada, tendo cumprido o dever de mostrar porque é a aposta da música pesada brasileira.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Novidades

Em agosto, o Madame Saatan lança o primeiro single e o clipe da música "Respira". O clipe é assinado por P.R. Brown, diretor que já trabalhou com nomes como Slipknot, Smashing Pumpkins, Audioslave e outros nomes de peso. O teaser do clipe está disponível no site da banda (http://www.madamesaatan.com/).

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp