Almah: No Rio, o último show do álbum "Fragile Equality"

Resenha - Almah (Circo Voador, Rio de Janeiro, 05/04/2009)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Monica Fontes
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.







Depois de uma bem sucedida turnê por várias cidades do Brasil, o Almah escolheu o Rio de Janeiro para fazer o último show do álbum "Fragile Equality". Devido ao retorno anunciado do Angra, que sairá em turnê com o Sepultura já no próximo mês, infelizmente o Almah será forçado a reduzir a jornada de shows, uma vez que conta com o vocalista Edu Falaschi e o baixista Felipe Andreoli, que também fazem parte do Angra.

A banda carioca Wood's, que abriu o show do Almah, apresentou um set list bem variado com músicas de Bon Jovi, Ozzy Osbourne, Pantera e Deep Purple, entre outros nomes clássicos, que agradaram bastante o público.

A expectativa para o show do Almah era grande já que a banda não se apresentava no Rio de Janeiro desde 2006. Inclusive, naquele ano, a formação era diferente.

O show começou com "Birds Of Prey", uma das músicas mais fortes do "Fragile Equality", que foi considerado o melhor álbum de 2008 por vários veículos de comunicação. Em seguida foi a vez de "Take Back Your Spell" e "Children Of Lies", do primeiro CD da banda.

Para relembrar o Angra, a banda tocou duas músicas de autoria de Edu Falaschi - "Bleeding Heart" e "Nova Era", que o público sempre curte muito. É importante notar que, quando o Angra estava na ativa, muita gente pedia para que eles tocassem "Bleeding Heart" mais vezes. Vamos ver se esses fãs serão atendidos agora, com o retorno da banda.

O show prosseguiu com o grupo intercalando as músicas dos dois CDs. O Almah sempre surpreende ao vivo pelo entrosamento no palco, pela liberdade e técnica dos músicos. Os guitarristas Paulo Schroeber e Marcelo Barbosa executam tudo de forma muito parecida com a gravação do álbum, o que agrada bastante aos fãs. Os dois impressionaram aqueles que ainda não os tinham visto tocando ao vivo. O baixista Felipe Andreoli, que sempre se destacou no Angra e em seus outros projetos, parece estar bem mais solto no Almah. E o estilo agressivo do baterista Marcelo Moreira também contribui muito para o som pesado que a banda tem mostrado até aqui.

Vale ressaltar duas músicas que são as arrasadoras "Magic Flame" do 2º álbum e "King", do 1º. Excelentes em estúdio e ainda melhores ao vivo, foram dois pontos altos do show. "Torn", considerada por muitos como a melhor do "Fragile Equality", também teve uma execução marcante.

Em "Forgotten Land", uma das baladas mais bonitas do grupo. Além de cantar, Edu Falaschi também tocou teclado e estando muito à vontade no palco, fez uma de suas melhores apresentações, deixando a todos na expectativa de revê-lo em maio cantando os clássicos do Angra. Ele conduziu o show com perfeição do início ao fim mostrando porque é considerado um dos maiores nomes do Metal no Brasil e no mundo.

A banda finalizou o show com "You'll Understand", que foi a primeira música de trabalho do "Fragile Equality" e está disponível para audição no MySpace da banda juntamente com "Birds Of Prey", "Fragile Equality" e "Torn".

Para os cariocas, valeu a pena esperar. O show superou todas as expectativas.

Agora é aguardar um espaço na agenda do Angra para que o Almah comece a trabalhar no novo álbum e volte se apresentar novamente. E que não demore muito porque a banda vai fazer falta à cena metal do país.

Set List:
Birds Of Prey
Take Back Your Spell
Children Of Lies
Bleeding Heart
Magic Flame
Fragile Equality
Breathe
Golden Empire
Scary Zone
Torn
Forgotten Land
King
All I Am
Beyond Tomorrow
Nova Era
You'll Understand

Line-Up:
Edu Falaschi - Vocal / Teclados
Marcelo Barbosa - Guitarra
Paulo Schroeber - Guitarra
Felipe Andreoli - Baixo
Marcelo Moreira - Bateria

http://www.almah.com.br
http://www.myspace.com/almahedufalaschi



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Almah"


Edu Falaschi: músicas surpresas do Almah em show do Tropical Butantã

Edu Falaschi: Deus, ex-colegas do Angra e 25 anos de carreiraEdu Falaschi
Deus, ex-colegas do Angra e 25 anos de carreira

Metal SP: documentário sobre Heavy Metal em São PauloMetal SP
Documentário sobre Heavy Metal em São Paulo

Gustavo Sazes: obras de arte em capas de álbuns de grandes bandasGustavo Sazes
Obras de arte em capas de álbuns de grandes bandas


Ódio musical: os artistas mais detestados em lista da SpinnerÓdio musical
Os artistas mais detestados em lista da Spinner

Total Guitar: os 20 melhores riffs de guitarra da históriaTotal Guitar
Os 20 melhores riffs de guitarra da história

E-Farsas: Papa Francisco era fã do Black Sabbath?E-Farsas
Papa Francisco era fã do Black Sabbath?

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1983Krisiun: banda lista os 5 picos mais demoníacos do BrasilNirvana: Kurt Cobain queria sair da banda, diz Courtney LoveEm vídeo: os estilos de segurar o microfone no rock e metal

Sobre Monica Fontes

Mônica Fontes - Carioca, nascida em 1968, vive no Rio de Janeiro e é tradutora de inglês e espanhol. Apaixonada por música, leitura e cinema, começou a ouvir rock aos 13 anos, já tendo presenciado grandes shows e eventos desse gênero. Além do rock, também se interessa por outros estilos, como o Pop e MPB. Led Zeppelin, Deep Purple, Black Sabbath, Pink Floyd, U2 e Guns N'Roses são algumas de suas bandas preferidas, sem deixar de prestigiar as excelentes bandas e artistas nacionais. Acessa o Whiplash há alguns anos e começou a colaborar por gostar de traduzir os diversos assuntos relacionados no site.

Mais matérias de Monica Fontes no Whiplash.Net.