Iron Maiden: Leia a primeira resenha do novo DVD

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago Coutinho, Fonte: MaidenFans.com
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 26/10/04. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

A revista sueca Sweden Rock Magazine é um dos primeiros veículos a ter acesso ao vindouro DVD do IRON MAIDEN, intitulado “The Early Days”, a sair no dia 8 de novembro. A publicação redigiu uma resenha que foi recentemente publicada no site MaidenFans.com. O DVD atingiu a nota 9, numa escala de 0 a 10 imposta pelos jornalistas da revista.

23 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores5000 acessosOs roqueiros mais chatos das redes sociais

Veja a crítica, assinada por Martin Forssman, logo abaixo.

“Seria fácil ver este lançamento como outro caça-níqueis da Sanctuary e do Maiden. Nada além de material antigo e alguns outros nunca vistos antes. Mas esses britânicos não são apenas bons em fazer dinheiro, na maioria das vezes eles fazem valer o dinheiro gasto. E este lançamento não é uma exceção.

‘Early Days’ é o primeiro de uma série de DVDs com shows e filmagens clássicas e mais obscuras. Os dois primeiros discos começam com o ‘Live at the Rainbow’, um dos primeiros longos documentários já lançados em VHS, gravado em dezembro de 1980. Esses 35 minutos são provavelmente os mais próximos, para nós que já havíamos aprendido a andar, da experiência do jovem Maiden em sua melhor performance com Paul Di’anno nos vocais. Há ainda um vídeo mais antigo de um show no Ruskin Arm como bônus no DVD, mas a gravação do Live at Rainbow é quase perfeita, tanto em termos de áudio quanto imagem.

Já o Live at Hammersmith, com 45 minutos de duração, foi gravado em fevereiro de 1982, pouco antes do álbum 'The Number of the Beast' chegar às lojas. O single ‘Run to the Hills’ foi lançado poucos dias antes do show, mas o publico ouviu ainda ‘Children of Danmed’, ’22 Acacia Avenue’, ‘Hallowed Be Thy Name’ e a faixa-título pela primeiríssima vez.

Permanece um mistério como boa parte dos fãs e da mídia naquele tempo pôde odiar Bruce Dickinson após assistir a esta gravação. Di’anno podia ter um certo charme, mas quando comparado queixo a queixo, é óbvia a superioridade de Dickinson em todos os aspectos. Infelizmente, a imagem deste show é um pouco escura, o que é triste, pois trata-se de uma apresentação fantástica. Também é triste vê-los esquecer de incluir a pérola ‘Total Eclipse’.

O segundo DVD contém um longo documentário sobre os primeiros dias da banda. Desnecessário alguém poderia pensar, uma vez que essa mesma linha de eventos já fora documentada no vídeo ’12 Wasted Years’. Contudo, a nova produção é muito mais profissional. Nada menos do que 39 pessoas são entrevistadas, desde membros do início do Samson, Clive Burr, Dennis Stratton, Dave Sulivan, Di’anno e Ron Matthews, jornalistas, empresários, companhias de gravação, representantes e técnicos.

As gravações do ‘Live at Rock & Pop Festival’ foram feitas em Dortmund em 1983. O som é algo não muito claro se comparado ao restante do material, entretanto a banda está mandando bala em uma performance pouco comum e aí está a importância neste ‘killing of Eddie’.

Em uma das primeiras partes da história do Iron Maiden, há declarações de pessoas que fizeram parte de sua história desde quando Steve Harris decidiu tocar baixo, desde dirigentes de pubs do final dos anos 70 aos milhares de pessoas que assistiram a banda em Dortmund em 1983. E mesmo que muito disso já tenha sido visto anteriormente, é muito interessante algumas notas no diário de Steve Harris e fotos dos membros da banda vindas de seus arquivos pessoais. Mas, se você quer saber tudo sobre a história do Iron Maiden, compre a biografia, pois ela contém muito mais detalhes do que este DVD permite.

Como extra no disco 2, há outro documentário de 25 minutos, além da performance da banda no ‘Top of the Pops’ (tocando ‘Running Free’ e ‘Women In Uniform’), e todos os vídeos promocionais produzidos àquela época, e uma performance na tevê alemã, lista de shows e uma extensa foto-galeria.

Ainda há alguém com dúvidas de que este DVD é absolutamente necessário?”"

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Iron MaidenIron Maiden
Steve Harris assiste show do Metallica no Canadá

23 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores495 acessosBruce Dickinson: voando em um bombardeiro da II Guerra Mundial0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Iron Maiden"

Iron MaidenIron Maiden
Os incidentes que envolveram a banda no Brasil

Carnaval com RockCarnaval com Rock
Bloco Cru e Filhos Of The Dark

Kerrang!Kerrang!
Os 50 maiores discos de metal segundo a revista

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Iron Maiden"

HumorHumor
Os roqueiros mais chatos das redes sociais

MegadethMegadeth
Recadinho provocante da vocal do Huntress

ShamanShaman
Fernando Quesada desabafa sobre cena brasileira

5000 acessosSlipknot: Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscara5000 acessosAC/DC: A origem do nome da banda5000 acessosEm vídeo: A diferença entre ser músico e ser rockstar5000 acessosCavalera Conspiracy: O Sepultura não saiu dos irmãos Max e Iggor5000 acessosTrítono: Diabolus In Musica e a relação com a Igreja5000 acessosJourney: veja garoto de oito anos cantar "Don't Stop Believin'"

Sobre Thiago Coutinho

Formado em Jornalismo, 23 anos, fanático por Bruce Dickinson e seus comparsas no Maiden. O heavy metal surgiu na minha vida quando ouvi o vocalista da Donzela de Ferro em "Tears of the Dragon", em meados de 1994. Mas também aprecio a voz de pato bêbado do controverso Dave Mustaine, a simplicidade do Ramones, as melodias intrincadas do Helloween, a belíssima voz de Dio ou os gritos escabrosos de Rob Halford. A Whiplash apareceu em minha vida sem querer, acho que seus criadores são uns loucos amantes de rock e acredito que este seja o melhor site de rock do país, sem qualquer demagogia!

Mais matérias de Thiago Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online