AC/DC: Prévia de novo livro, "Why AC/DC Matters" (em inglês)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Anderson de Castro Teixeira, Fonte: AC/DC Brasil
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 13/10/09. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Uma prévia de "Why AC/DC Matters", um novo livro sobre o AC/DC que tem lançamento previsto para 13 de outubro através da William Morrow (uma subdivisão da editora HarperCollins Publishers), está disponível neste local (em inglês).

901 acessosGuns N' Roses: em 2° lugar no ranking dos que mais faturaram em 20165000 acessosGaleria - Tatuagens em homenagem ao Iron Maiden (I)

O AC/DC é a segunda banda que mais vendeu em todos os tempos, superados apenas pelos THE BEATLES. Venderam mais de 200 milhões de álbuns no mundo inteiro. "Back in Black" é o segundo álbum mais vendido no mundo atrás de “Thriller” de Michael Jackson com 49 milhões de cópias vendidas. Em 2008, trinta e cinco anos depois que AC/DC subiu ao palco pela primeira vez, o seu décimo sexto álbum de estúdio, "Black Ice", atingiu o primeiro lugar em 29 países ao redor do mundo, apesar do fato de que o disco estava disponível apenas no Wal-Mart , Sam's Club, e através do site da banda na Internet.

Mesmo com referências como estas, por que é um livro intitulado "Why AC/DC Matters" (Por que o AC/DC é importante?) é necessário? Porque desde o início o AC/DC foi ignorado e, pior ridicularizado pela imprensa da música. Nos trinta e cinco anos de história do AC/DC, a banda já apareceu na capa da “Rolling Stone” exatamente duas vezes e não teve nenhuma edição em memória de Bon Scott, não tinha reviews sobre os álbuns de estúdio, e não havia reconhecimento da banda nas intermináveis listas dos melhores. As críticas da mídia ao AC/DC sempre disseram que a banda não é digna de considerações sérias, e que é inexplicavelmente uma banda popular para as massas sem gosto, vendendo o óbvio para a massa sem cultura.

Agora Anthony Bozza define o registro sério. Além de dirigir a coluna "Random Notes" da revista Rolling Stone por dois anos, ele escreveu uma vasta gama de histórias de capa e características sobre os artistas que vão de "Trent Reznor" até "Jennifer Lopez" de "Ozzy Osbourne" até "Bo Didley". Bozza também tem vários históricos de mega vendas de livros, ele escreveu, "Whatever You Say I Am: The Life and Times of Eminem", e co-escreveu a comédia "Artie Lange's Too Fat to Fish", que ficou em primeiro lugar na lista de bestsellers do “New York Times", “Tommyland", a autobiografia baterista do Mötley Crüe Tommy Lee, e Slash, a autobiografia do Guns N' Roses e do lendário guitarrista do Velvet Revolver. Em "Why AC/DC Matters" Bozza entrega as luvas quando afirma, "AC/DC é a maior banda de rock viva, e fim de história". Vindo dele, isso significa algo.

A perspectiva Bozza em "Why AC/dC Matters" é única, combinando o olhar atento de análise de um crítico da cultura pop com o zelo de um verdadeiro amante da música. Sua carreira lhe deu uma aguçada percepção do que faz as bandas de rock, e o incrível acesso ao seu alto grau talento. Nestas páginas que ouvimos de roqueiros como Tommy Lee e Slash, de vários ganhadores do prêmio Grammy, do produtor Rick Rubin, de professores de voz e guitarra na prestigiosa "Berklee School of Music". Bozza examina a ascensão do AC/DC e cada aspecto do que os torna tão atraente, influentes, e culturalmente importantes, os laços de fraternidade familiar (ou não) dentro da banda, seu som instantaneamente reconhecível, a sua coerência notável, e seu exército de fãs devotados quem vem de gerações. Esta não é uma biografia definitiva da banda. Não existe um exame profundo da infância e a ascensão de cada integrante da banda ou das viagens de ônibus e palhaçadas nos bastidores. Em vez disso, Bozza nos traz a apreciação crítica de um final extremamente da querida e fenomenalmente bem sucedida banda de rock. "Why AC/DC Matters" é a soma total de prazos prolongados que traz sérias considerações e que é tão incrível, era o que estava faltando, até agora.

Então, o AC/DC e suas legiões de fãs, considerem-se importantes agora. "Why AC/DC Matters" afirma o que os fãs sempre souberam, o AC / DC é a maior banda de Rock and Roll de todos os tempos!

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Guns N RosesGuns N' Roses
Em 2° lugar no ranking dos que mais faturaram em 2016

294 acessosAC/DC: a primeira vez com "Let There Be Rock"219 acessosFabio Lima: em vídeo, 13 songs by AC/DC0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "AC/DC"

Guns N Roses e AC/DCGuns N' Roses e AC/DC
Axl Rose tem uma bengala pornô

Joey RamoneJoey Ramone
Em 1989 falando de Metallica, AC/DC e GN'R

Rock e MetalRock e Metal
Os dez maiores Deuses dos Riffs

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "AC/DC"

TatuagensTatuagens
Homenagens à banda Iron Maiden na pele dos fãs

Dave MustaineDave Mustaine
Por que ele perdeu seu emprego no Metallica?

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1982

5000 acessosFotos de Infância: Gene Simmons, do Kiss5000 acessosSlipknot: Ana Maria Braga surpreende em abertura do Mais Você5000 acessosSepultura: O solo de Eloy que fez o RIR aplaudir o Gloria5000 acessosCourtney Love narra intimidades com Cobain5000 acessosBillboard: discos de rock/metal que atingiram o topo nos anos 20005000 acessosCorey Taylor: "O rock não está morto. A velha guarda está morta"

Sobre Anderson de Castro Teixeira

Anderson de Castro Teixeira, nascido em 17 de março 1989, mora em Santo André- SP. Escuta deste classic rock até Heavy metal, tendo como bandas favoritas Ramones, AC/DC, Iron maiden, Motörhead e Ozzy osbourne.

Mais informações sobre Anderson de Castro Teixeira

Mais matérias de Anderson de Castro Teixeira no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online