Google: filtragem de buscas como "Megaupload" na França?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Leonardo Daniel Tavares da Silva, Fonte: tech2, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 19/07/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

A decisão favorável ao grupo SNEP, da indústria francesa de música, em seu caso contra o Google na Suprema Corte Francesa pode exigir que a gigante de TI censure palavras como "Torrent", "RapidShare" e "Megaupload" em seus serviços de busca instantânea e autocomplemento, segundo relata o TorrentFreak. O tribunal, segundo relatos, é de opinião que, por não haver filtros, como os mencionados, o Google facilita a violação de direitos autorais.

5000 acessosAxl Rose: sugerindo prática oral sexual a Paul Stanley5000 acessosLuxúria: uma lista de alguns dos clipes mais sexys da história

Tudo começou em 2010, quando o SNEP entrou com uma ação legal contra o Google, em uma tentativa de obrigá-lo a filtrar os termos acima de seus serviços de busca instantâneas e autocomplemento. Segundo relatos, "o SNEP argumentou que quando o usuário digitar o nome de artistas populares na caixa de busca, Google, muitas vezes acrescenta palavras-chave relacionadas a pirataria, incluindo 'torrent', 'RapidShare' e 'MegaUpload'". Isto, o SNEP acrescenta, implica que o Google está "facilitando a pirataria", e, portanto, o grupo buscou a censura dos três termos. No início, o SNEP perdeu o caso em dois tribunais inferiores. O grupo prosseguiu com a ação para o Supremo Tribunal, que decidiu em favor do SNEP, confirmando que a adição de filtros de palavras-chave "são uma medida adequada para lutar contra a pirataria online".

É importante ressaltar que o Tribunal também acrescentou que, embora o Google não seja o responsável pelas infrações que aconteceram em outros lugares, em outros sites, ele tem a responsabilidade de "tornar mais difícil que o público descubra o conteúdo não autorizado". Ao adicionar filtros adequados para tais palavras-chave, o Google iria contribuir para a prevenção de tais infrações, acrescentou o Tribunal. O caso agora aguarda a palavra final do Tribunal de Recurso, para onde já foi enviado.
 
No ano passado soubemos que o Google está trabalhando em uma lista de de palavras-chave relacionadas a pirataria para excluir do seu recurso de auto-complete. Os usuários do Google em busca de termos como "torrent" e "RapidShare" vão notar que nenhuma sugestão ou resultados de pesquisa aparecem antes de digitar a palavra inteira. Naquela época, os relatórios indicaram que o gigante das buscas estava sob pressão de associações como a MPAA (Motion Picture Association of America) e a RIAA (Recording Industry Association of America) para fazer tal movimento. Por exemplo, a palavra "torrent" não seria incluído em qualquer seqüência de pesquisa sugerida pelo motor de busca. No entanto, o Google não baniu palavras como "Pirate Bay", que é o nome de um site de torrent popular.

Ainda segundo o TorrentFreak, para o Google, lutar contra o caso francês é uma questão de princípio. Embora o Google não tenha retirado qualquer conteúdo de seus resultados de busca, as medidas podem, de fato, levar a menos pesquisas para os termos que são censurados.

O TorrentFreak acrescenta: "Assumimos que o Google está, no entanto, lutando contra a decisão de manter o controle sobre o que eles escolhem para censurar. Se o caso for decidido contra eles, podem esperar mais pedidos para que palavras-chave sejam adicionado ao filtro, ou até mesmo sites inteiros.

Texto Original em:
http://torrentfreak.com/court-may-order-google-to-censor-tor...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 19 de julho de 2012

Megaupload: o fechamento do site

5000 acessosMegaupload: site é fechado pelo FBI, fundadores indiciados5000 acessosFilesonic e Fileserver: menos 2 sites de compartilhamento5000 acessosMegaupload: fechado por pirataria ou interesses piores?5000 acessosMegaupload: Partidos Piratas processarão o FBI5000 acessosMegaUpload: falhas podem levar caso a ser arquivado3369 acessosMegaupload: proprietário recebe parte de seus bens de volta3407 acessosMegaupload: Kim DotCom lançará serviço de compartilhamento5000 acessosMegaupload: Dotcom ensaia retorno e lançamento do Megabox1127 acessosMegaupload: audiência de extradição é adiada para 20135000 acessosMegaupload: Kim Dotcom lança video clipe polêmico1829 acessosMegaupload: vazaram os vídeos da prisão de Kim DotCom2651 acessosMegaupload: segundo Dotcom, site deve voltar ainda este ano5000 acessosMegaupload: Kim Dotcom diz que vai transformar o mundo4134 acessosMegaupload: nova versão está '90% pronta', diz Kim Dotcom5000 acessosMegaupload: novo site tem data de lançamento confirmada5000 acessosMegaupload: Kim Dotcom coloca novo domínio no ar4422 acessosMegaUpload: negado registro de novo serviço no Gabão3588 acessosMegaupload: novo serviço terá domínio na Nova Zelândia5000 acessosMegaupload: novo site estréia neste sábado com 50GB grátis5000 acessosMegaupload: enfim de volta e plenamente operacional5000 acessosMegaupload: site pode complicar as leis de direito autoral1142 acessosMega: Kim DotCom planeja oferecer serviços de email e bate-papo0 acessosTodas as matérias sobre "Megaupload: o fechamento do site"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Megaupload: o fechamento do site"

Axl RoseAxl Rose
Sugerindo prática oral sexual a Paul Stanley

LuxúriaLuxúria
Uma lista de alguns dos clipes mais sexys da história

Corey TaylorCorey Taylor
"Não comprem a playboy da Lindsay Lohan"

5000 acessosCretin: transexual rompe barreiras no metal extremo5000 acessosBayley, Wilson e Cherone: grandes erros na história de grandes bandas5000 acessosHistóricas: Fotos de encontros inusitados entre rockstars5000 acessosBabymetal: O "kawaii metal" que conquistou o planeta5000 acessosJon Bon Jovi: quando ele levou um fora de Bruna Lombardi5000 acessosBruce Dickinson: sua carreira como esgrimista profissional

Sobre Leonardo Daniel Tavares da Silva

Daniel Tavares nasceu quando as melhores bandas estavam sobre a Terra (os anos 70), não sabe tocar nenhum instrumento (com exceção de batucar os dedos na mesa do computador ou os pés no chão) e nem sabe que a próxima nota depois do Dó é o Ré, mas é consumidor voraz de música desde quando o cão era menino. Quando adolescente, voltava a pé da escola, economizando o dinheiro para comprar fitas e gravar nelas os seus discos favoritos de metal. Aprendeu a falar inglês pra saber o que o Axl Rose dizia quando sua banda era boa. Gosta de falar dos discos que escuta e procura em seus textos apoiar a cena musical de Fortaleza, cidade onde mora. É apaixonado pela Sílvia Amora (com quem casou após levar fora dela por 13 anos) e pai do João Daniel, de 1 ano (que gosta de dormir ouvindo Iron Maiden).

Mais matérias de Leonardo Daniel Tavares da Silva no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online