RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemLed Zeppelin e a bateria que ninguém acreditava que um ser humano conseguiria tocar

imagemJovens sem noção vandalizam o lugar da capa de estreia do Black Sabbath

imagemArch Enemy e Behemoth tocarão no Brasil em novembro; confira datas e locais

imagemRegis Tadeu e os cinco grandes vocalistas que o mundo do Rock não dá valor

imagemLars Ulrich sobre "Fade to Black": Frequentemente sinto haver dois Metallicas

imagemJô Soares comprou uma obra de arte do Rock por causa do Regis Tadeu

imagemO curto e grosso motivo pelo qual Zappa vetava que seus músicos usassem coisas químicas

imagemJoão Gordo explica porque Anitta está fazendo o que as bandas de Rock deviam fazer

imagemA curiosa ligação vocal entre Ney Matogrosso e Andre Matos, segundo Bruno Sutter

imagemO hit da Legião Urbana que utiliza recurso sonoro consagrado pelos Beatles

imagemDee Snider diz que faliu na década de 1990 e fingia ser outra pessoa

imagemA música do Metallica que James não queria apresentar aos outros integrantes

imagemFãs detonam produção do Knotfest após anúncio do Pantera

imagemA melhor música de heavy metal lançada a cada ano desde 1970, em lista do Loudwire

imagemAmy Lee surpreende ao escolher os melhores cantores (e cantoras) de todos os tempos


2022/08/18
Stamp

Septicflesh: capa do relançamento de Mystic Places of Dawn

Por Carlos Henrique Schmidt
Fonte: Season of Mist
Em 24/11/12

Como anunciado anteriormente, a Season of Mist vai relançar os cinco primeiros álbuns do SEPTICFLESH ao longo do ano que vem. Abaixo está a nova capa de "Mystic Places of Dawn", desenvolvido pelo Baixista e Vocalista, Spiros "Seth" Antoniou:

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

O relançamento está programado para o final de janeiro. A reedição vai incluir as quatro faixas do EP de 1991 "Temple of the Lost Race", a saber:

1. Mystic Places of Dawn
2. Pale Beauty of the Past
3. Return to Carthage
4. Crescent Moon
5. Chasing the Chimera
6. The Underwater Garden
7. Behind the Iron Mask
8. (Morpheus) The Dreamlord
9. Mythos (Part 1: Elegy – Part 2: Time Unbounded)
10. Erebus (bonus track)
11. Another Reality (bonus track)
12. Temple of the Lost Race (bonus track)
13. Setting of the Two Suns (bonus track)

"Mystic Places of Dawn" já está em pré-venda pela Season of Mist (http://e-shop.season-of-mist.com/en).

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

2022/07/09


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Resenha - Modern Primitive - Septicflesh

O curioso motivo pelo qual Septicflesh não usa solos de guitarra

Septicflesh lança "Modern Primitive", álbum que conta com coral infantil

Grécia: dez bandas de heavy metal que foram formadas na terra de Sócrates

O curioso motivo pelo qual Septicflesh não usa solos de guitarra

Grécia: dez das maiores bandas de metal do país

Fotos de Infância: Gene Simmons, do Kiss

Marilyn Manson: ele removeu costelas para praticar autofelação?


Sobre Carlos Henrique Schmidt

Graduado em Computação e Administração, a paixão pela música pesada surgiu nos primeiros anos da adolescência e permanece até os dias de hoje. Apesar da preferência pelos estilos mais x-tremos da música pesada (Black, Death, Grind), o seu universo musical não limitado por estes rótulos, mas pelo que a música em si transmite.

Mais informações sobre

Mais matérias de Carlos Henrique Schmidt.