Helloween: Kiske aceitaria reunião por 2 milhões de Euros?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marcelo Araújo, Fonte: Ogro Do Metal
Enviar correções  |  Comentários  | 

Em uma recente entrevista para o DeadRhetoric.com, o ex-vocalista da banda Helloween comentou sobre os rumores de uma possível volta à sua antiga banda. Acompanhe abaixo.

43 acessosHelloween: "Crescemos e aprendemos com os nossos próprios erros"5000 acessosGigwise: as capas mais polêmicas dos anos 2000

DeadRhetoric.com : Houve uma conversa recentemente sobre uma potencial reunião entre você e os caras do HELLOWEEN, então eu queria saber a sua versão. Alguma verdade nesses rumores?

Kiske: Não. Isso é algo que os caras do HELLOWEEN estão trazendo à tona. Eles têm isso em suas cabeças, por qualquer motivo... Eu não sei por quê. Eles têm seu próprio cantor (Andi Deris). Eu quero paz, quero esquecer isso. Eu não faria isso. Eu me encontrei com o Weikath (guitarrista do Helloween) algumas semanas atrás, na Suécia. Ele foi extremamente agradável e amigável. Ficou claro que eles mudaram o seu humor, mudaram sua atitude em relação a mim. Eles realmente vacilaram comigo ao longo dos anos. Eu não quero passar a culpa adiante aqui, mas eles me acusaram de uma forma que eles sabem muito bem que não era certo. Eles precisavam de alguma coisa para convencer os fãs antigos que eu não era bom o suficiente para estar lá, e eles foram longe demais. Uma das coisas que eu estava realmente chateado foi sobre essa conversa de "direção musical", como se eu fosse a pessoa para dizer para qualquer um que tipo de música eles deveriam fazer. Todo mundo que me conhece - quem realmente me conhece – sabe que a minha atitude é totalmente diferente. Eu sempre dizia: "Faça o que você acredita dentro de você, escreva e vá tocar." Eu nunca iria ser a pessoa para dizer a ninguém do HELLOWEEN a direção que eles deveriam tomar. Isso foi tão ridículo, me culpar pelas coisas que surgiram. Sim, eu era responsável por minhas próprias músicas, mas era sempre algo que a banda trabalhava... ou não.

DeadRhetoric.com: Eu conversei com Weiki quando eles estavam aqui nos Estados Unidos em setembro e nós falamos sobre "Chameleon", e como a banda estava tentando ser como o QUEEN...

Kiske: Eu não acho que nós éramos uma banda mais naqueles dias. Nós não tentamos qualquer coisa em "Chameleon", havia três compositores tentando fazer um disco solo. Nós não estavamos funcionando mais como uma banda. Totalmente disfuncional. Mas sobre essa coisa de reunião, eu estou no Unisonic agora. Eu não sei como de repente eles mudaram de tom e por que eu deveria estar lá para uma turnê de reunião junto com todos. Como eu disse, eu estou bem com a paz, mas você não pode desfazer o passado. Eu sou uma pessoa normal. Eu posso facilmente perdoar, mas nunca esquecer. Se alguém me trai, eu lhes digo: "Tudo bem, eu te perdôo. Vai em paz. Eu não confio em você. Você me mostrou quem você é. Eu não estou dizendo que você não pode mudar, mas você tem que fazer muito para me convencer de que você tenha mudado."

DeadRhetoric.com: Nem mesmo, por exemplo, se o UNISONIC e o HELLOWEEN estiverem em um mesmo festival e você for convidado a fazer "I Want Out"?

Kiske: Eu posso fazer isso com o UNISONIC. Para os fãs amam os registros da época, como os "Keeper", eu entendo que eles têm esperanças e achem que seria uma coisa legal. Eu não acho que eles poderiam me dar a quantidade de dinheiro, apenas por razões de negócios, para dizer sim. Meu coração não está lá. Se eles me derem 2.000.000 de Euros, eu seria estúpido em não fazê-lo, mas eu sei que nunca faria (risos). Isso nunca vai ser uma opção. Para os fãs, você pode fazer muita coisa, mas para mim, seria muito difícil estar em um palco e cantar entre as pessoas que não são meus amigos, pessoas que eu tenho um passado tão negativo e envolvido com todo esse sentimento de traição. Minha voz provavelmente iria desaparecer.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

HelloweenHelloween
Veja ensaio da banda para shows de reunião

43 acessosHelloween: "Crescemos e aprendemos com os nossos próprios erros"1437 acessosHelloween: Ingressos esgotados para os dois shows em São Paulo2061 acessosHelloween: Kiske e Deris se juntam ao resto da banda para ensaios0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Helloween"

Em 08/03/1995Em 08/03/1995
Ingo, baterista do Helloween, comete suicídio

Kai HansenKai Hansen
Escolhendo as dez maiores bandas de metal da Alemanha

De Marillion a EnthronedDe Marillion a Enthroned
Discos ao vivo gravados no Brasil

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Michael Kiske"0 acessosTodas as matérias sobre "Helloween"0 acessosTodas as matérias sobre "Unisonic"

Capas polêmicasCapas polêmicas
Slayer, Megadeth, Dream Theater, Carcass...

Marilyn MansonMarilyn Manson
Vocalista revela suas estranhas fobias sexuais

Guns N RosesGuns N' Roses
Os 10 melhores não-clássicos da banda

5000 acessosPaulo Schroeber: nota oficial sobre falecimento do guitarrista5000 acessosDonald Trump: os roqueiros que apoiam o presidente eleito5000 acessosA morte das grandes bandas: vá a todo show grande que puder4835 acessosBlack Sabbath: imagens inéditas de 1970 surgem no Youtube5000 acessosDetonator: "quebrando taça de cristal com agudo ultrasônico" no Agora é Tarde da Band5000 acessosSoundcheck: Bandas que mandam bem até na passagem de som

Sobre Marcelo Araújo

Carioca da gema e fanático por música de qualidade, aprendeu a gostar de Rock aos 10 anos de idade por causa de bandas como Scorpions, Led Zeppelin e Guns N’ Roses. A maior decepção foi ver uma de suas bandas preferidas, o Bon Jovi, mudar completamente de estilo e se tornar uma coisa bem chatinha de uns tempos pra cá, algo classificado como uma mistura de Sertanejo Universitário com Pop. Das bandas mais recentes, curte bastante Alter Bridge e Unisonic. Adora tudo relacionado com as curiosidades por trás das canções, álbuns e bandas, sempre escrevendo matérias a respeito desses fatos no blog Ogro do Metal.

Mais matérias de Marcelo Araújo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online