Winger: Banda finalmente faz as pazes com Beavis & Butthead

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Ver Acessos

O WINGER enfim fez as pazes com o homem cujo programa televisivo eles culparam por ter arruinado sua carreira.

Temperatura Máxima: as atrizes pornôs que incendiaram o cenário RockPaula Fernandes: aos 19 anos ela ia em shows de Black Metal

A série animada "Beavis And Butthead", da MTV, zoava impiedosamente a banda durante os anos 90, com o vizinho cu d'água da dupla, o personagem Stewart, trajando uma camiseta do Winger em contraste às usadas por Beavis e Butthead, do AC/DC e do Metallica. Eles também caçoavam dos clipes do grupo e o chamava de 'frescos'.

Na época, o guitarrista do Winger, REB BEACH, disse que o programa fez com que as rádios excluíssem as músicas do grupo da programação, e isso afetou as vendas de ingressos.

Mas o frontman KIP WINGER diz que ele encerrou a questão com o criador do cartoon, MIKE JUDGE, quando a série voltou em 2011.

Ele disse ao site The Weeklings: "Quando eles voltaram com o programa, eu achei Mike e disse a ele que queria resolver as coisas. Eu nunca tentei processar a MTV ou Mike, eu nunca tive problema com o desenho. Quer dizer, era Davi e Golias, na verdade. Não havia nada que você pudesse fazer a menos aceitar como um homem. Com certeza aquilo não ajudou, isso eu te digo. Mas era uma série engraçada e Mike é um cara engraçado."

"O Winger foi uma banda que ficou famosa por algumas razões erradas, cara. Então acabamos no programa. Eu não acredito que houve uma intenção maligna. Nós trocamos alguns emails, Mike é um cara muito legal, sem ressentimentos. Eu estava esperando que ele me desse um papel para dublar na nova série."

Kip ainda acrescenta que, apesar de a série ter maculado a carreira da banda, a MTV teve enorme importância no deslanchar do Winger. A emissora colocou o vídeo de "Seventeen" em alta rotação, ajudando a impulsionar as vendas do disco de estreia, "Winger", de 1988.

Ele comenta: "O primeiro disco saiu e não rolou nada com ele por seis meses. Nada. A gravadora estava prestes a nos dispensar. Nós continuávamos nos matando para arrumar shows e finalmente os convencemos a nos deixar fazer um clipe. Você tinha que ser testado para fazer um vídeo naquele tempo. Um clipe custava 250 mil dólares, por baixo."

"Daí estávamos nesse pequeno espaço usado para ensaios em Hoboken, Nova Jérsei, tocando para os executivos e eles nos permitiram o vídeo e entramos na MTV. 'Madelaine' chegou ao Top 10, e daí veio 'Seventeen' e eles tocavam aquilo à moda merda, e foi assim que o disco estourou."




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Winger"


Guitar World: os 20 melhores álbuns de Hair Metal dos anos 80Guitar World
Os 20 melhores álbuns de Hair Metal dos anos 80

Reb Beach: Não me importo de dizer que Kirk Hammet é um bostaReb Beach
"Não me importo de dizer que Kirk Hammet é um bosta"


Temperatura Máxima: as atrizes pornôs que incendiaram o cenário RockTemperatura Máxima
As atrizes pornôs que incendiaram o cenário Rock

Paula Fernandes: aos 19 anos ela ia em shows de Black MetalPaula Fernandes
Aos 19 anos ela ia em shows de Black Metal


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

adGooILQ