Tutorial: aprenda a entender e apreciar Death Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Baseado em texto original do site alemão WIKIHOW.

5000 acessosStephanie Seymour: ex de Axl Rose mostra ótima forma aos 445000 acessosO tempo não para: fotos do antes e depois de alguns rockstars

A maioria das pessoas associa o termo Death Metal a uma horda de caras gritando e bufando e espancando seus instrumentos. Mas eis boas razões pelas quais esse gênero tem fãs leais por todo o mundo. Nós lhes diremos o porquê.

METODOLOGIA

Ouça não apenas às guitarras ululantes e aos vocais incomuns, mas aprofunde-se no som. Pode levar um pouco te tempo até que você se acostume com as guitarras altas e vocais guturais, e há muito mais ao fundo do som. Preste atenção às melodias, padrões, à complexidade das músicas. Invista seu tempo e absorva tudo, e um dia você entenderá.

Tente ir a um show. Veja como as bandas empunham seus instrumentos. Essa pode ser uma experiência acachapante, especialmente porque os shows são geralmente em locais muito pequenos, o que lhe dá a possibilidade de observar tudo de perto. Se você já sequer tentou tocar ou aprender a um instrumento, você ficará impressionado com as habilidades dos músicos. Leva muita prática e paixão para fazer isso, então dispa-se do preconceito de que fãs de metal são todos preguiçosos e burros.

Lembre-se que as bandas geralmente compõem todo seu material, o que você raramente acha em outros gêneros. Isso inclui os riffs, a bateria, solos e todas as letras. É preciso muito mais do que entendimento musical e habilidade para tocar para poder tocar música. Aquilo é pessoal e não uma mercadoria barata produzida em massa como tantas faixas pop.

Não leve as letras e a temática tão a sério e/ou a nível pessoal. As letras no Death Metal são, a seu modo, metáforas poéticas. Elas documentam os extremos da experiência e pensamentos humanos de uma maneira que os demais gêneros não ousam abordar; as razões de um serial killer, zumbis, a morte em si, isolamento e solidão. Nem sempre se trata de morte. Mitologia é bastante difundida, e muitas bandas também lidam com temas políticos, religiosos ou históricos.

Lembre-se que alguns subgêneros do Death Metal, especialmente o Gore e o Brutal, nem sempre, mas por muitas vezes, tratam de questões bastante extremas como mutilações, amputações, estupro e necrofilia – o que para muitas pessoas é bastante obtuso e repulsivo – e também o são para muitos fãs de Metal. Decida por você mesmo, talvez com a ajuda de resenhas independentes postadas online ou em revistas, se determinada banda lhe agrada ou não rola. Se você estiver particularmente preocupado, você também pode ler as letras de um CD online antes de comprar ao disco em si.

Avalie uma música não somente pela leta. Se a letra não lhe cativar de cara, a música ainda pode ser boa. As lojas virtuais normalmente oferecem a oportunidade de ouvir a pequenos trechos das faixas. Talvez você goste da faixa musicalmente a ponto de suportar a letra desagradável.

Leia a letra. É um erro comum apontar para as letras de Metal como vulgares e de linguagem infantil. Você provavelmente ficará surpreso como o quão complexas e inteligentes algumas dessas letras são quando lidas objetivamente.

Aprenda os subgêneros. O Death Metal não é apenas Death Metal. O gênero tem vários subgêneros que flertam um com o outro. Portanto, muitas bandas podem ser difíceis de se classificar ou categorizar como sendo de um subgênero em particular.

Respeite os artistas. Até as bandas mais conhecidas raramente vivem apenas da música, e ainda assim, seguem em frente, porque elas amam o que fazem. O Death Metal não tem lugar no mainstream, e você tem que trabalhar extremamente duro para ser comercialmente viável. Muitos dos músicos são pessoas muito inteligentes e educadas com uma educação musical gabaritada.

URL do texto original:
http://de.wikihow.com/Death-Metal-zu-sch%C3%A4tzen-lernen...

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias

StephanieStephanie
Ex de Axl Rose mostra ótima forma aos 44

O tempo não paraO tempo não para
Fotos do antes e depois de alguns rockstars

MetallicaMetallica
Garoto de 10 anos destrói com Enter Sandman em programa de TV

5000 acessosCradle Of Filth: Dani Filth explica seu conceito de religião5000 acessosHall Of Shame: as melhores músicas ruins da história do Metal5000 acessosStairway to Heaven: o maior hit do Led Zeppelin5000 acessosAerosmith: Tyler tem o maior "instrumento" do Rock?4678 acessosSmoke on the Water: gravação que reuniu bandas clássicas em 19895000 acessosMetallica: aceleram tanto as músicas que James nem as reconhece

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 21 de julho de 2015
Post de 20 de agosto de 2015
Post de 25 de setembro de 2017
Post de 13 de novembro de 2017


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online