Matérias Mais Lidas

imagemO reencontro entre Steve Harris e Paul Di'Anno na Croácia

imagemEddie aparece em versão samurai no primeiro show do Iron Maiden em 2022; veja foto

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemConfira as músicas que o Iron Maiden tocou no primeiro show de 2022

imagemRobert Trujillo conta como uma abelha e "migué" quase causaram treta com James Hetfield

imagemDee Snider cutuca bandas com falsas aposentadorias e ingressos caros

imagemEvanescence anuncia a saída da guitarrista Jen Majura

imagemJen Majura disse que sair do Evanescence não foi decisão dela e recebe apoio dos fãs

imagemIron Maiden apresenta Eddie em versão samurai ao vivo; veja vídeo oficial

imagemO clássico do Helloween que fez Angra mudar nome original de "Running Alone"

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemAngra: Quantos shows seguidos a voz aguenta sem restrições? Fabio Lione responde

imagemComo Max Cavalera aprendeu inglês tendo abandonado a escola aos 12 anos de idade


Stamp

Paul McCartney: a grande diferença entre ter sido famoso nos anos 60 e ser hoje

Por Igor Miranda
Em 17/08/20

Paul McCartney é, provavelmente, uma das pessoas mais indicadas para traçar um paralelo entre a fama no passado e nos dias de hoje. Ele buscou fazer essa comparação em entrevista à revista "GQ" e evidenciou qual a maior diferença entre ser popular na década de 1960 e na atualidade.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O assunto veio à tona após ele comentar, brevemente, o que ele aprendeu com a cantora pop Rihanna e o rapper Kanye West. Ele trabalhou com os dois na música "FourFiveSeconds", lançada como single em 2015. McCartney e West assinam a autoria da canção com outros 7 compositores, incluindo o também rapper Ty Dolla Sign.

"Com Kanye, aprendi que há muitas formas de se fazer uma gravação. Ele faz a curadoria de todas as ideias e juntou tudo, geralmente com grande sucesso. Com Rihanna, aprendi que mesmo uma pessoa muito talentosa pode ser uma garota bem legal", afirmou o eterno Beatle ao ser perguntado sobre a parceria.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em seguida, ele foi convidado a analisar a diferença entre a fama na década de 1960 e nos dias de hoje. "Há tantas diferentes, nos anos 60, era totalmente diferente. Era novo, havia inocência, era empolgante. Sempre que te pediam um autógrafo, você dizia: 'claro, deixa eu te dar dois!'. Você só queria fazer aquilo", respondeu, inicialmente.

O músico, então, destacou que houve um momento em que as coisas começaram a ficar "exageradas". "Você dá o autógrafo, mas as pessoas começam a te abordar quando você está em um jantar privado ou algo assim, daí você só pergunta: 'dá para esperar até eu terminar de comer?'. Isso fez com que a fama deixasse de ser tão atrativa", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Macca comentou que nem sequer gostaria de tentar ser famoso nos dias de hoje, na era das redes sociais. "Muitas pessoas da minha família usam o Instagram e eu costumo dizer que não acredito que eles se prestem a fazer isso, pois toda vez que você posta algo, você precisa pensar em algo inteligente para dizer. É a pior pressão do mundo. Você tira a foto de seu café da manhã e precisa dizer tipo: 'panquecas não são só para a Shrove Tuesday (terça-feira gorda ou Mardi Gras)'. Isso não é divertido para mim", disse.

O eterno Beatle tem, de fato, uma conta no Instagram, mas as postagens não são feitas por ele e, sim, por sua equipe. "Quando eu mesmo faço, eu acho legal, especialmente quando algo importante acontece, como o aniversário de alguém ou a morte de alguém", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Gwyneth Paltrow, Facebook e fotos

Ainda durante o bate-papo, Paul McCartney relembrou de quando a atriz Gwyneth Paltrow perguntou a ele se tinha uma página no Facebook. "Eu disse que sim, mas que não olhava muito. Ela me olhou assustada e disse: 'isso pode ser muito perigoso'. Eu falei: 'suponho que sim, mas não me incomodo'. Prefiro ir para um canto e compor uma música", disse.

Todos esses detalhes fazem com que a fama pareça algo diferente para Paul McCartney hoje em dia. "Não estou tentando ter mais alcance na web do que Beyoncé ou Rihanna. Não quero ter que me envolver tanto com isso, como mostrar o restaurante onde estou, o que estou comendo. Por que eu iria mostrar isso para as pessoas? Sou o contrário: não quero que ninguém saiba, pois isso é privado", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Por fim, ele pontuou que a fama pode ser algo incômodo às vezes para alguém que é popular há tantas décadas, como ele. "Tenho estratégias. Sou um dos que - choque, horror - não tiro fotos. Se alguém me para na rua e pede uma foto do celular, eu digo: 'não, desculpe, não tiro fotos, espero que não se importe, mas converso com você'. Passo 5 minutos explicando por que não tiro fotos e o motivo é: sinto que não sou mais eu. Fico parecendo um macaco do sul da França, onde as pessoas ficam tirando foto com o macaco", disse.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Paul McCartney: como ele consegue falar tão bem o português?



Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.