Matérias Mais Lidas

imagemAnitta é a maior roqueira que existe hoje no Brasil, diz integrante do Titãs

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas

imagemBruce Dickinson revela qual é sua música preferida do Iron Maiden

imagemA reação de Jimi Hendrix ao assistir King Crimson ao vivo

imagemRock in Rio libera ingressos extras e novamente dia do metal é único que não esgota

imagemTommy Lee postou uma foto com o "Dr. Feelgood" de fora

imagemSe não fosse o Queen, Max Cavalera provavelmente não existiria

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemJoão Gordo se reencontra com o amigo Iggor Cavalera; "Agora falta zerar com o vovô"

imagemLutador Wanderlei Silva curte noite curitibana com Angra e Sons of Apollo

imagemA opinião de Brian May sobre Lemmy Kilmister e o Motörhead

imagemSteve Perry revela o motivo ter recusado substituir Dave Lee Roth no Van Halen

imagemAlice In Chains faz o primeiro show em três anos; confira setlist


Dream Theater 2022

Max Cavalera: como ele desistiu de detonar o Sepultura em "Eye for an Eye", do Soulfly

Por Igor Miranda
Em 12/05/21

A música "Eye for an Eye", responsável por abrir o álbum de estreia homônimo do Soulfly, de 1998, é uma das mais viscerais da carreira do vocalista e guitarrista Max Cavalera. Não só pela sonoridade, como, também, pelo conteúdo da letra.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em entrevista à Metal Hammer, o frontman do Soulfly revelou que o conteúdo de "Eye for an Eye" seria ainda mais intenso, pois a ideia era criticar diretamente o Sepultura, banda da qual havia saído em 1996, na composição. O músico, que cita essa faixa como uma das 10 que descrevem sua vida, comentou que foi convencido pelo produtor Ross Robinson a não fazer isso.

Inicialmente, Max destacou que "Eye for an Eye" salvou a vida dele. "Ao lidar com a morte de Dana (enteado de Max, falecido em um acidente de carro em 1996) e romper com o Sepultura, sentia que estava farto da música. Estava com o coração partido, com raiva, com muitas decepções. Gloria (esposa e empresária) tentava me levantar, me colocar no pensamento certo e me fazer compor contra isso", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Um jantar com o ídolo Ozzy Osbourne fez com que Max Cavalera voltasse a sentir paixão pela música. "Lembro que estávamos em um jantar na casa de Ozzy e ele me disse que quando foi expulso do Black Sabbath, ficou muito desanimado, mas cabia a ele voltar a se levantar. Por ter vindo de Ozzy, foi algo alucinante, tipo: 'preciso fazer isso'", disse.

Foi nesse contexto que rolou a criação de "Eye for an Eye", a partir de seus riffs básicos de guitarra. "Eu realmente amo o riff. É simples, pode ser tocado com uma corda apenas. E tem um refrão bem cativante, o que é difícil de fazer", comentou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Críticas ao Sepultura na letra original

Ao compor a letra de "Eye for an Eye", Max Cavalera fez um verdadeiro desabafo. Os versos originais eram, segundo ele, "bem mais pesados e totalmente direcionados ao Sepultura".

Ross Robinson, que estava produzindo o álbum de estreia do Soulfly e havia trabalhado com o Sepultura no disco "Roots" (1996), convenceu Cavalera a adotar uma postura diferente na composição. Dessa forma, nasceu a letra que todos conhecemos.

"O produtor me fez mudar de ideia e transformar aquilo em algo mais positivo, em vez de falar m*rda sobre aqueles caras. Era tipo: 'ok, vou seguir o melhor caminho e ser mais diplomático'. Fiz com que 'Eye for an Eye' fosse mais sobre mim do que sobre eles", pontuou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Por fim, Max revelou que a faixa em questão foi a responsável por conseguir um contrato com a gravadora Roadrunner para o Soulfly. "Fomos a Nova York e nos encontramos com Monte Connor (chefe de A&R da Roadrunner). Mostramos essa e outra música para ele e ele assinou com o Soulfly na hora. É uma daquelas músicas que eu nunca mais vou conseguir compor de novo", concluiu.

As 10 músicas escolhidas por Max Cavalera, da própria carreira, para descrever sua vida são:

1. Sepultura - "Arise" (1991)
2. Sepultura - "Refuse/Resist" (1993)
3. Nailbomb - "Wasting Away" (1994)
4. Sepultura - "Roots Bloody Roots" (1996)
5. Deftones - "Headup" (1997)
6. Soulfly - "Eye for an Eye" (1998)
7. Soulfly - "Prophecy" (2004)
8. Cavalera Conspiracy - "Inflikted" (2008)
9. Killer Be Killed - "Face Down" (2014)
10. Go Ahead and Die - "Truckload Full of Bodies" (2021)

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sepultura: das discordâncias ao enterro apressado de enteado, por que Max Cavalera saiu

Sepultura: Iggor Cavalera revela como voltou a falar com o irmão Max

Sepultura: Max Cavalera conta por que segue sem manter contato com ex-colegas

Iggor Cavalera: por que ele recusou convite para entrar no Guns N' Roses

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Iggor Cavalera: por que ele recusou convite para entrar no Guns N' Roses

Sepultura: como eles obtiveram espaço no Brasil com o cover de "Orgasmatron"

Sepultura: como foi feito Arise, o álbum da banda que Max Cavalera mais gosta

Sepultura: por que Max Cavalera não queria que a banda virasse "o novo Metallica"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Se não fosse o Queen, Max Cavalera provavelmente não existiria

Max Cavalera diz que saída de Marc Rizzo trouxe "raiva" para o novo disco do Soulfly

Discos do Sepultura serviram de inspiração para novo álbum do Soulfly? Max responde

Max Cavalera diz que deseja trabalhar com Bruce Dickinson e outros dois ícones do metal

"Totem", novo disco de estúdio do Soulfly, é lançado; ouça aqui

Max Cavalera comenta reunião do Pantera e diz que não pensa em se reunir com o Sepultura

Max Cavalera revela qual música sente mais orgulho de ter escrito

Dez grandes músicas que Max Cavalera gravou após sair do Sepultura

Cinco discos que serão lançados em agosto e merecem a sua atenção

O hino do Rock que Max Cavalera odiava e só foi compreender quando ficou velho

Soulfly divulga vídeo de "Filth Upon Filth", faixa do próximo disco de estúdio

O rockstar por quem Max Cavalera era fanático, mas não conheceu por causa da bebida

Max Cavalera revela como "selou a paz" com Tom Araya, vocalista do Slayer

Max Cavalera diz quais foram os dois discos mais difíceis que já gravou

Max Cavalera e o vergonhoso incidente que o fez deixar de usar drogas e beber

Nu metal: as 40 melhores músicas do estilo, segundo a Metal Hammer (com playlist)

Sepultura: era para ter rolado a reunião há dez anos, diz Max

O rockstar por quem Max Cavalera era fanático, mas não conheceu por causa da bebida

Kiss: como foi demitir Eric Carr em seu leito de morte

O Whiplash.Net protege algumas bandas e prejudica outras?


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.