Matérias Mais Lidas

imagemRegis Tadeu explica porque Sandy não deve cantar músicas do Metallica

imagemO dia que Ivete Sangalo arrasou cantando Slayer com João Gordo na TV aberta

imagemA hilária crítica de Roberto Frejat contra fala cheia de "pretensão" do Bon Jovi

imagemOs curiosos dois significados da expressão "Eu quero ver o oco", segundo Digão

imagemO impagável apelido que Andre Matos deu a Luis Mariutti por sua pontualidade

imagemO Metallica não tem mais o que provar, muito menos algo novo para oferecer

imagemGuitarrista Brian Ray conta como é ter Paul McCartney como patrão

imagemOs Raimundos traíram os Titãs? Sérgio Britto comenta e conta a versão dele

imagemAndreas Kisser opina sobre a reunião do Pantera, que começou nesse sábado

imagemNoel Gallagher relembra o dia em que foi ao show de uma banda cover de Oasis

imagemAngra: Luis Mariutti conta sobre atritos entre Andre Matos e Rafael Bittencourt

imagemRobert Plant confessa de qual música o Led Zeppelin tirou "Gallows Pole"

imagemO hit do Blind Guardian inspirado em história que deixou banda de queixo caído

imagemO surpreendente disco que Tom Morello considera um dos melhores de todos os tempos

imagemPaul Stanley, do Kiss, fala sobre os shows da reunião do Pantera


Samael Hypocrisy
Stamp

Sepultura: como foi feito Arise, o álbum da banda que Max Cavalera mais gosta

Por Igor Miranda
Fonte: Kerrang!
Postado em 13 de julho de 2020

O vocalista e guitarrista Max Cavalera relembrou, em entrevista à "Kerrang!", como foi o processo de gravação de "Arise" (1991), quarto álbum de estúdio do Sepultura. O músico descreve o trabalho como o seu predileto de seu período na banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"'Arise' é o meu favorito que fizemos naquela era. Foi o melhor em misturar death e thrash metal, algo que muitas pessoas estão fazendo até hoje. Soa um pouco tribal, também. Nosso romance com o tribal pode ser percebido a partir do 'Arise'", afirmou, inicialmente.

Max contou que "Arise" começou a ser feito a partir da ideia de que o álbum anterior, "Beneath the Remains" (1989), foi bem, mas que "daria para fazer melhor". "Fomos à Flórida gravar no Morrisound, que era o templo do death metal. Várias bandas ótimas gravaram lá: Death, Obituary, Morbid Angel, Sadist. Também rolou muita festa no 'Arise'. Não sei como fizemos aquele disco (risos). O Morbid Angel ensaiava perto de nós, em Tampa. Fomos até eles, naquele clima de 100 graus, de shorts e sandálias. Eles estavam no visual completo, todos de couro. Pensamos: 'esses caras são verdadeiros... ensaiar desse jeito?'", disse.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Influências

Algumas influências de "Arise" vieram do período em que Max Cavalera ficou na casa do produtor, Scott Burns. "O estilo favorito dele é hardcore punk, então ele tinha muita coisa do Black Flag, Circle Jerks e Minor Threat. Ele falava: 'Max, você precisa ouvir punk, as letras são realmente legais e você tem essa vibe dentro de você'", comentou.

Max relembrou que uma das faixas bônus de "Arise" é o cover de 'Drug Me', do Dead Kennedys. "Fizemos no estilo do Sepultura. Jello (Biafra, ex-vocalista do Dead Kennedys) adorou", destacou ele, citando outros bons covers que Faith No More ("Let's Lynch The Landlord") e Napalm Death ("Nazi Punks Fuck Off") fizeram de Dead Kennedys.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A capa de Arise

A capa do disco, por sua vez, foi feita por Michael Whelan, que já havia trabalhado em livros de HP Lovecraft, renomado autor de terror. "A imagem estava pronta, mas em vez de um cérebro no centro, era um ovo. Eu falei para tirar o ovo e colocar algo mais metal, pois ovos não são metal! Você come ovos no café da manhã, galinhas fazem ovos, não é metal. Fiz isso sem chateá-lo. Ele teve a ideia do cérebro e eu falei: 'boa, um cérebro é metal'", disse.

Chuck Schuldiner, falecido frontman do Death, foi um dos amigos de Max Cavalera a elogiar a arte. "Chuck Schuldiner disse que parecia como um "pesadelo de frutos do mar". É por isso que amo aquela arte. Há muitos detalhes no desenho. Dá para passar horas olhando", contou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Turnê

"Arise" foi o primeiro álbum do Sepultura a conquistar maior destaque em segmentos mais "mainstream" do exterior. Max relembrou que a turnê de divulgação foi feita com shows ao lado de Sacred Reich, Napalm Death e Sick Of It All.

"A turnê foi chamada 'New Titans On The Bloc'. Não conseguimos entrar na 'Clash Of The Titans' (com Megadeth e Slayer de co-headliners), então, Gloria (Cavalera, esposa de Max e empresária da banda na época) teve a grande ideia de fazermos nossa própria turnê, meio que tirando sarro do nome", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A tour percorreu vários países, mas as passagens por Rússia e Indonésia chamaram atenção de Max. "Tocamos para 3 mil pessoas em Moscou e aquilo nos deixou mais consciente sobre o mundo em nossa volta. Quando você vê na CNN, é diferente de estar lá para ver. Há uma grande máquina de propaganda. Na Rússia, vimos filas de pessoas esperando para comprar pão. Na Indonésia, vimos o poder da polícia. Quando a coisa ficava insana, eles paravam o show, batiam nos moleques e fazia 40 mil pessoas ficarem sentadas e quietas. Nunca vi uma demonstração de força como aquela na vida", disse.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Situações como essa influenciaram o álbum seguinte, "Chaos A.D." (1993), de acordo com Cavalera. "Acho que aquilo culminou em 'Chaos A.D.', aquilo abriu nossos e fizemos um álbum bem mais político", afirmou.

Por fim, Max relembra que, na época, o Sepultura também fez shows abrindo para Ozzy Osbourne. "Zakk Wylde (guitarrista) estava me lembrando há alguns anos sobre isso e disse que costumava falar para as pessoas: 'o Sepultura toca a música mais pesada do mundo, aí você entra no ônibus de turnê deles e a música que eles ouvem lá dentro é, de alguma forma, dez vezes mais pesada'. Era tudo tão alto no nosso ônibus que as pessoas nem conseguiam conversar. Era um lugar desconfortável para se ficar. Era ótimo", comentou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Summer Breeze


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A opinião de Dino Cazares sobre o insano álbum "Roots", clássico do Sepultura

Andreas Kisser opina sobre a reunião do Pantera, que começou nesse sábado

Iggor Cavalera diz que o metal às vezes é muito conservador

Bandas de heavy metal que lançaram discos em cinco décadas diferentes

Sepultura e Nightwish fizeram sucesso no Metal pelo mesmo motivo, afirma Regis Tadeu

Troops of Doom: Jairo Guedz conta como faz para transitar entre Sepultura e irmãos Cavalera

Trintões: 10 discos de heavy metal que completarão 30 anos em 2023

The Troops of Doom: Jairo Guedz escolhe seus três álbuns favoritos do Iron Maiden.

Jovens, mas nem tanto: 10 discos de heavy metal que completarão 20 anos em 2023

Alex Meister: "Brasil ouvia Barão Vermelho e pulava para Sepultura, sem ouvir hard rock"

A importância da gravadora do Sepultura ter acolhido Pato Fu para impulsionar a banda

Jean Dolabella é o novo baterista de banda da cantora Pitty

Cinco separações entre bandas e músicos que foram muito marcantes

Gloria Cavalera afirma que pediu para Max continuar no Sepultura em 1996

Max Cavalera explica porque o Sepultura nunca seria como o Metallica

Andreas Kisser: os álbuns que marcaram o guitarrista

Max Cavalera: morte de Dimebag influenciou reconciliação com Igor

Soulfly: em vídeo, arrasando em "Roots Bloody Roots" ao vivo

Bandas: Por que ninguém está indo a seus shows?

Metal: as oito maiores tretas entre músicos do gênero


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.