Matérias Mais Lidas

imagemPaul McCartney lista os cinco músicos que formariam sua banda dos sonhos

imagemMarcello Pompeu, em busca de emprego, pede ajuda a seguidores

imagemGene Simmons faz passagem de som antes de show do Kiss com roupa inusitada

imagemRegis Tadeu explica porque o vinil e o Spotify vão despencar e o CD vai bombar

imagemBill Hudson comenta sobre falta de público de Angra e outras bandas nos EUA

imagemMax Cavalera e o conselho dado por Ozzy Osbourne: "ambos nos sentimos traídos"

imagemJames Hetfield se emociona profundamente no show de BH e é amparado pelos amigos e fãs

imagemDez grandes músicas do Iron Maiden escritas pelo vocalista Bruce Dickinson

imagemConheça a "melhor banda com as melhores músicas" para Robert Smith, do The Cure

imagemQueen e a artimanha infantil de Roger Taylor pra ganhar mais dinheiro que os outros

imagemMax Cavalera é criticado por ucranianos pelo apoio a Rússia em 2014

imagemAbba e a imensa importância do Deep Purple na sonoridade de suas músicas clássicas

imagemDave Mustaine mostra a forma curiosa como se aquece antes de um show do Megadeth

imagemBlind Guardian divulga capa, nomes e duração das faixas de seu novo álbum

Marcello Pompeu: ele conta por que não se posiciona politicamente, apesar de cobranças


Matthew Heafy, do Trivium, lança álbum de estreia do projeto Ibaraki

Por Emanuel Seagal
Em 08/05/22

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

O vocalista e guitarrista Matthew Kiichi Heafy lançou nesta sexta-feira, 6 de maio, o primeiro álbum de seu projeto solo Ibaraki, produzido em parceria com a lenda do black metal Ihsahn (Ihsahn, Emperor).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Um dos álbuns mais antecipados do ano conforme a revista Revolver finalmente vê a luz do dia, lançado pela Nuclear Blast Records. No Brasil o álbum será lançado pela parceira Nuclear Blast/Shinigami Records. Matthew Kiichi Heafy, conhecido por seu trabalho no Trivium, lança um álbum solo que ele mesmo considera um ponto de virada em sua carreira. "Rashomon" é um verdadeiro tributo ao estilo do qual é fã há muito tempo — o Black Metal.

Hoje o guitarrista/vocalista Matt Heafy lança o videoclipe do último single promocional do álbum "Rashomon", o petardo "Kagusushi", que pode ser visto no player abaixo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"'Kagutsushi' é um ponto de virada na minha relação com o black metal", comentou Matt. "Antes de compor esta música, acreditei que eu precisava me manter em todas as tradições — não acreditava poder atrelar o meu nome e ainda manter algo legitimamente black metal."

O músico continua: "Fazer amizade com o Ihsahn e te-lo como mentor me mostrou que eu somente preciso me manter fiel á mim mesmo o que é muito mais importante que ser fiel á um gênero musical. Ihsahn libertou a minha mente e me encorajou em afiar as minhas ferramentas que precisava para iniciar Ibaraki apropriadamente".

Matt conclui: "As faixas de guitarras gravadas e finalizadas são, na verdade de 2010/2011. Este álbum é uma cápsula do tempo de minha jornada em criar Ibaraki. 'Kagutsuchi' foi a primeira música que compus após eu iniciar a minha jornada sob a tutela de Ihsahn".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Kagutsuchi" possui uma participação especial no baixista Paolo Gregoletto, parceiro de banda do guitarrista/vocalista no Trivium.

Ouça o álbum "Rashomon" no player abaixo.

"Rashomon" tem as seguintes faixas:

1. "Hakanaki Hitsuzen"
2. "Kagutsuchi"
3. "Ibaraki-Dōji"
4. "Jigoku Dayū"
5. "Tamashii No Houkai"
6. "Akumu" (com Nergal)
7. "Komorebi"
8. "Rōnin" (com Gerard Way)
9. "Susanoo No Mikoto" (com Ihsahn)
10. "Kaizoku"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Ibaraki:

Ibaraki — o nome de um demônio da época do Japão feudal e também nome do novo projeto do Matthew Kiichi Heafy do Trivium é mais que um projeto solo. É um resultado de uma viagem de um artista encontrando sua voz. São inspirações que incluem tudo desde suas influências do black metal extremo até ao contar de histórias de Gerard Way e as aventuras exuberantes e até trágicas de Anthony Bourdain. É um reflexo das multifacetadas influências de Kiichi pela identidade nippo-americana e o que lhe deu conforto num dos momentos mais trágicos de sua família. Como o artista por trás do projeto, há muito o que contar como o Ibaraki começou com um email tímido para uma das figuras mais idolatradas e influentes do black metal.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Matthew é fã de black metal mesmo antes de começar o Trivium, e foi falar com representantes da gravadora de Ihsahn, do Emperor, e o artista respondeu pessoalmente. Ele recorda: "Foi muito legal receber aquele ok e isso me inspirou a começar a dar uma olhada no projeto solo dele. Ele acabara de lançar seu próprio álbum solo e eu nunca ouvi nada como aquilo — saxofones, vocais limpos, acordes de jazz. Foi incrível para mim. Ele é um inventor incansável. Então isto me influenciou a compor de outra forma."

Ser exposto ao trabalho solo de Ihsahn me inspirou para compor e gradativamente me tornar Ibaraki. Também foi o início de uma amizade e uma colaboração criativa que acabou levando o próprio Ihsahn para uma função de produtor do projeto. Enquanto muito material foi feito para o Ibaraki durante anos e meses — uma troca de ideias entre amigos fez com que o processo de composição tornasse proporções absurdas – onde o ápice do florescer de ideias foi no meio da pandemia de COVID-19.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Foi super tranquilo", diz Ihsahn. "Tínhamos algumas demos por muito tempo, pois sempre somos muito ocupados, mas de repente tudo estava cancelado e tivemos tempo pela primeira vez para fazer isto. Nunca trabalhamos no mesmo ambiente; ele gravava as guitarras e mandava para mim e eu as passava no meu estúdio e mandava de volta. Foi uma nova forma de trabalho, mas eu estava lá do outro lado do vidro. Matt é um cara super positivo, enérgico e fã da música — temos atitudes parecidas na música e mente muito aberta para tudo. Foi algo que me ensinou muito."

As interações criativas entre os dois resultaram numa confiança absurda que nasceu neste projeto. "Nós dois começamos uma banda aos 13 anos" diz Ihsahn. Assinamos o primeiro contrato com uma gravadora aos 16 e achamos a nossa essência de vida, jovens demais. Falamos muito sobre isso e sobre as experiências que tivemos — é como não saber outra coisa."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Enquanto o material foi primariamente composto por Kiichi, Ihsahn fez a produção e engenharia contribuindo também com estruturas da música, mais o baterista do Trivium Alex Bent, o baixista Paolo Gregoletto e o guitarrista Corey Beaulieu contribuíram com várias faixas. A esposa de Ihsahn, Heidi inclusive trouxe alguns samplers de sons da floresta. Há também participação dos já mencionados Nergal, do Behemoth e Gerard Way.

Ihsahn também encorajou Kiichi a procurar novos caminhos para inspiração para as letras, principalmente da sua herança japonesa. Apesar de ter várias histórias contadas pelas tatuagens de seu corpo, histórias de Deuses específicos do Japão e monstros da religião xintoísta por indicação de sua mãe viraram temática para as letras do álbum.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Enquanto a mitologia rica e o folclore do Japão é o que dá a estética e influências para Ibaraki, também se transforma na canalização de sua própria identidade e considerando as recentes tragédias de seu estado mental também enalteceram a necessidade de uma melhor representatividade no universo do metal extremo.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Metal: 16 músicas dos anos 80 para se escutar durante o treino


Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com Iron Maiden e Black Sabbath até chegar ao metal extremo e se apaixonar pelo doom metal. Considera Empyrium e X Japan as melhores bandas do mundo, Foi um dos coordenadores do finado SkyHell Webzine, escreveu para outros veículos no Brasil e exterior, e sempre esteve envolvido com metal, seja com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa. Escreve para o Whiplash! desde 2005 mas ainda não entendeu a birra dos leitores com as notícias do Metallica. @emanuel_seagal no Instagram.

Mais informações sobre

Mais matérias de Emanuel Seagal.