RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemClassic Rock elege a melhor música do Guns N' Roses (e não é "Sweet Child O' Mine")

imagemFabio Lione revela característica que não curte nas vozes de Andre Matos e Tarja Turunen

imagemGastão Moreira elege o seu disco preferido dos Titãs, que ele considera um "Best Of"

imagemCorey Taylor confirma vinda do Slipknot no Brasil em outubro deste ano

imagemNicko McBrain completa 71 anos e ganha homenagem durante show do Iron Maiden

imagemEm matéria para o Fantástico da TV Globo, o Metallica não descarta show no Brasil

imagemFãs já estão falando mal da performance do novo baterista do Foo Fighters

imagemO disco do U2 que está entre os preferidos de Dino Cazares, guitarrista do Fear Factory

imagemO único hit da Legião Urbana que Russo não fez a letra e marca reencontro com baixista

imagemO hit da Legião Urbana que seria recado de Renato Russo para Bonfá e Villa-Lobos

imagemO álbum do Pink Floyd que nunca envelhece, segundo Sammy Hagar

imagemQuem foi a primeira grande paixão de Cássia Eller?

imagemEx-baixista do Metallica diz que Mustaine deixava outros membros comendo poeira

imagemNoel Gallagher grava versão "feliz" de Joy Division e é achincalhado pela Classic Rock

imagemA música do Dream Theater mais difícil de tocar ao vivo, segundo o baixista John Myung


Anunciar

Rush: Produtor Terry Brown comenta gravação do clássico "Moving Pictures"

Por André Garcia
Postado em 27 de março de 2023

"Moving Pictures"(1981), o mais aclamado álbum do Rush, foi gravado tendo como produtor e co-arranjador (quase um quarto membro) o produtor Terry Brown. Foi dele a produção de todos os trabalhos da banda entre "Fly by Night" (1975) e "Signals" (1982), tendo sido fundamental para auxiliar o trio por todas as suas transformações musicais.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - DEN
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em entrevista para a Classic Rock, Brown relembrou a positiva produção do "Moving Pictures".

Classic Rock: Que músicas se revelaram no estúdio primeiro?

Terry Brown: Começamos a montar tudo numa fria sexta-feira e, quando terminamos, a bateria do Neil soava incrível. Estávamos prontos para gravar e fechar a faixa base para 'Tom Sawyer' no dia seguinte. Se não me engano, gravamos 'Limelight' e 'Red Barchetta' em seguida.

CR: Que faixa deu mais trabalho para gravar?

TB: Se não me falha a memória, 'The Camera Eye' e 'Witch Hunt' foram um pouco mais difíceis para acertar, como eram peças mais melancólicas e exigiam diferentes nuances. 'Witch Hunt', especialmente, era mais uma produção de estúdio. Essa música tinha muito overdub — sem falar na 'multidão' com várias faixas no início da música, que foram gravadas do lado de fora, nos gramados com vista para o lago. A banda estava evoluindo, até mesmo após 'Permanent Waves'.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

CR: Alguma coisa que eles levaram para o estúdio te surpreendeu?

TB: A banda sempre me surpreendia, de certa forma. Quando entraram no estúdio para 'Moving Pictures', eles estavam se esforçando para sair de sua zona de conforto. Acho que o mais notável é em 'YYZ' — que transborda energia e delicadeza logo de cara.

CR: No geral, foi um álbum feliz de ter trabalhado?

TB: 'Moving Pictures' foi um ótimo álbum para se fazer. A banda estava cheia de entusiasmo, a equipe mantinha os equipamentos funcionando e o Le Studio era um ambiente muito criativo. Eu ainda adoro aquilo, se sustenta muito bem para algo com 40 anos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

"Moving Pictures" marcou a consolidação do sucesso comercial do Rush, bem como uma transição em sua carreira — do rock progressivo para estruturas mais diretas, curtas e acessíveis. Álbum mais vendido da banda, é recheado de hits como "Tom Sawyer", "Red Barchetta", "YYZ" e "Limelight". Chegou a #3 nas paradas da Billboard e no topo no Canadá.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - WHIP
Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Rush: Alex Lifeson escolhe seus riffs prediletos

Guitarras: As mais icônicas do Rock - Parte 1


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Facchini Medeiros | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre André Garcia

Sou redator e tradutor freelancer e escritor, autor do livro de contos Liber IMP. Ouço rock desde pequeno, leio coisas sobre bandas desde sempre e escrevo sobre ela já tem anos. Cresci como fã de Iron Maiden e paladino do rock, mas já me tratei. Hoje sou fã de nomes como Beatles, David Bowie, The Cure, Kraftwerk e Velvet Underground, e de cenas como a Londres psicodélica, a Nova Iorque proto-punk e a Manchester pós-punk. Escrevo notas e notícias rápidas para o Whiplash.Net visando compartilhar conteúdo relevante sobre música e cultura pop.
Mais matérias de André Garcia.