[an error occurred while processing this directive]

Matérias Mais Lidas


Summer Breeze 2024

O guitarrista que Alex Lifeson do Rush elogiou e disse que nunca tocaria igual

Por Gustavo Maiato
Postado em 23 de novembro de 2023

Ao receber uma guitarra de presente de Natal de seu pai, o jovem Alex Lifeson instantaneamente se apaixonou pelo instrumento e soube que era seu destino seguir uma carreira nas artes. A partir desse momento, Lifeson dedicou-se a absorver o máximo de música possível, mas sempre soube que havia uma figura impossível de replicar.

Rush - Mais Novidades

Foto: Divulgação - Capa R40 Live
Foto: Divulgação - Capa R40 Live
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Viver a adolescência nos anos 1960 foi o timing perfeito para Lifeson. A cena do rock 'n' roll estava prosperando, com o futuro membro do Rush absorvendo o trabalho de artistas como Pete Townshend e Jimmy Page, músicos que estavam reformulando o molde do que um guitarrista poderia ser. Durante esse período, a guitarra era o instrumento mais emocionante do mundo e fazia as pessoas sentirem emoções que nunca imaginaram serem possíveis.

Sem dúvida, o arquiteto da revolução da guitarra elétrica foi Jimi Hendrix. Pouco depois de chegar a Londres em 1966, a perspectiva do que a guitarra era capaz mudou e, de repente, as vastas possibilidades oferecidas pelo instrumento tornaram-se visíveis para todos. No entanto, Lifeson sempre soube que replicar a magnificência de Hendrix era impossível.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Embora ele ainda admire muito o trabalho do músico americano, os dois sempre tiveram diferenças dramáticas do ponto de vista estilístico. Em vez disso, foi Eric Clapton quem representou uma figura mais alcançável para tentar imitar. Enquanto o guitarrista do Cream é um técnico de alta qualidade, Hendrix parecia um alienígena incomparável com qualquer outra pessoa no planeta.

"Jimi Hendrix é outra influência fantástica", explicou Lifeson à Sirius XM em 2012 (via Far Out). "Eu nunca senti que queria tocar como ele. Acho que ele estava além disso e muito único. Mas certamente (ele foi) muito, muito influente no que fez com a guitarra e como a abriu. Aquele primeiro disco foi uma experiência incrível".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - DEN
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Falando especificamente sobre seu amor por 'Purple Haze' de Hendrix, Lifeson lembrou: "Lembro-me de conseguir aquilo, na verdade, o baterista original do Rush, John Rutsey, tinha alguns irmãos mais velhos que eram muito ligados à música e conseguiram aquele álbum quando ele foi lançado. Lembro-me de ir à casa dele e ouvir na sua toca-discos de $28".

Enquanto isso, em uma entrevista ao Guitar World, Lifeson afirmou que a versão de Hendrix para 'All Along The Watchtower' de Bob Dylan exemplificava seu dom sobrenatural. "Não te dá um tapa; ele acaricia você", ele observou. "Essa música agarra o seu coração e sai navegando com ele; soa diferente de qualquer coisa que alguém já fez. Essa era a magia de Hendrix: mesmo que você copiasse o que ele gravou e tentasse tocar como ele, nunca seria o mesmo".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Lifeson tomou a decisão correta de resistir à tentação de exibir seu lado Hendrix interior. Muitos tentaram e falharam ao longo das décadas, mas é inconcebível imaginar alguém tendo sucesso nesse caminho.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Gustavo Maiato

Jornalista, fotógrafo de shows, youtuber e escritor. Ama todos os subgêneros do rock e do heavy metal na mesma medida que ama escrever sobre isso.
Mais matérias de Gustavo Maiato.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS