Sepultura: Novo álbum é mais um tapa nos fãs

Resenha - Quadra - Sepultura

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fábio Cavalcanti
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

Existe algo mais intrigante no heavy metal do que uma banda mandando um "so long, suckers" para seus fãs saudosistas? O Sepultura não cansa de fazer isso desde que iniciou sua fase com o cantor Derrick Green, em 1998. Os fãs da fase com o Max (e Igor) Cavalera ainda esperam por um retorno do quarteto mineiro ao thrash metal tradicional dos anos 80 e início dos anos 90, algo que não acontece - mais uma vez - no seu novo e ambicioso trabalho: "Quadra" (2020).

Sepultura: Se essa banda não for a verdadeira, eu não sei qual há de serAstros do rock: o patrimônio líquido de cada um

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A ótima faixa de abertura "Isolation" é um thrash que une uma essência à la "Arise" (1991) a toques progressivos. Aqui temos o pesado início desse disco conceitual dividido em quatro partes. Em termos de letras, o álbum todo trata de subdivisões geradas por padrões econômicos, político-sociais e religiosos, e sobre a forma como todas as regras limitantes se encontram numa grande encruzilhada - representada aqui pelas tais quatro partes. Em suma, estamos todos aprisionados e ferrados.

Dando continuidade, a excelente "Means to an End" é intrincada, possui uma destreza absurda por parte do baterista Eloy Casagrande, e nos convida para uma bela festa no apocalipse. E a também excelente "Last Time" evoca mais uma vez alguns elementos oitentistas para uni-los a um inesperado e bem sacado interlúdio sinfônico. Aqui se encerra a primeira parte...

A segunda parte é mais suingada e se inicia com outra faixa excepcional: "Capital Enslavement", um groove metal que unifica as essências dos álbuns "Roots" (1996) e "Machine Messiah" (2017), e com uma mensagem em sua letra que pode gerar boas tretas. Destaco também a ótima "Raging Void", uma pedrada quase experimental, provida de um ritmo diferenciado que vai entortar a sua cabeça na primeira audição.

As duas partes seguintes funcionam como uma só, pois apresentam o lado mais diversificado dos caras. O razoável metal sinfônico "Guardians of Earth" possui letras e melodias que evocam uma odisseia esquisita. O quase fusion metal "The Pentagram" é um instrumental percussivo e poderoso, e que destaca a guitarra do Andreas. No ato final, boas faixas sombrias e mais cadenciadas: a quase gótica e cinemática "Agony of Defeat", e o metal alternativo "Fear, Pain, Chaos, Suffering" (com vocais competentes de Emmily Barreto, do Far From Alaska).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Quadra" é o álbum que eleva a progressividade do "Machine Messiah" à estratosfera. Esse é um dos discos mais multifacetados de Andreas Kisser e sua trupe, e que também nos brinda com uma das mais hipnóticas performances vocais do Derrick... além dos ritmos variados e às vezes tribais do Eloy. O quadrívio thrash metal do Sepultura chegou, e deve ser escutado com atenção!

Músicas:
1. Isolation
2. Means to an End
3. Last Time
4. Capital Enslavement
5. Ali
6. Raging Void
7. Guardians of Earth
8. The Pentagram
9. Autem
10. Quadra [vinheta]
11. Agony of Defeat
12. Fear, Pain, Chaos, Suffering


Outras resenhas de Quadra - Sepultura

Quadra: a consolidação do novo SepulturaQuadra
A consolidação do novo Sepultura

Sepultura: O asteroide que rompeu a estratosfera do caosSepultura
O asteroide que rompeu a estratosfera do caos

Sepultura: O gigante permanece se agigantandoSepultura
O gigante permanece se agigantando

Sepultura: Quadra é o melhor álbum da banda em mais de vinte anosSepultura
Quadra é o melhor álbum da banda em mais de vinte anos

Sepultura: a síntese perfeita entre o velho e o novoSepultura
A síntese perfeita entre o velho e o novo

Sepultura: Quadra é a afirmação finalSepultura
Quadra é a afirmação final

Sepultura: Mais sólido do que nunca em QuadraSepultura
Mais sólido do que nunca em Quadra




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Sepultura"


Sepultura: Se essa banda não for a verdadeira, eu não sei qual há de serSepultura
Se essa banda não for a verdadeira, eu não sei qual há de ser

Sepultura: Andreas Kisser entrevista a banda e a si mesmo para explicar novo discoSepultura
Andreas Kisser entrevista a banda e a si mesmo para explicar novo disco

Quadra: a consolidação do novo SepulturaQuadra
A consolidação do novo Sepultura

Em 20/02/1996: Sepultura lançava Roots, último disco a contar com Max Cavalera

Zé do Caixão: o que ele pensava sobre o Iron Maiden e bandas pesadas preferidasZé do Caixão
O que ele pensava sobre o Iron Maiden e bandas pesadas preferidas

Zé do Caixão: mestre do terror brasileiro, José Mojica Marins morre aos 83 anosZé do Caixão
Mestre do terror brasileiro, José Mojica Marins morre aos 83 anos

Collectors Room: os 50 melhores discos do metal brasileiroCollectors Room
Os 50 melhores discos do metal brasileiro

Sepultura: O asteroide que rompeu a estratosfera do caosSepultura
O asteroide que rompeu a estratosfera do caos

Regis Tadeu: o que ele achou do Quadra, o novo álbum do Sepultura?Regis Tadeu
O que ele achou do Quadra, o novo álbum do Sepultura?

Sepultura: Mike Portnoy faz elogios ao novo álbum da banda, QuadraSepultura
Mike Portnoy faz elogios ao novo álbum da banda, "Quadra"

Max Cavalera: ele pensa em aposentadoria?Max Cavalera
Ele pensa em aposentadoria?

Metal Brasileiro: 10 bandas recomendáveis fora o SepulturaMetal Brasileiro
10 bandas recomendáveis fora o Sepultura


Astros do rock: o patrimônio líquido de cada umAstros do rock
O patrimônio líquido de cada um

Bon Jovi: Jon e Sambora viveram triângulo amoroso com atrizBon Jovi
Jon e Sambora viveram triângulo amoroso com atriz


Sobre Fábio Cavalcanti

Baiano, sempre morou em Salvador. Trabalha na área de Informática e ¨brinca¨ na bateria em momentos vagos, sem maiores pretensões. Além disso, procura conhecer novas - e antigas - bandas dos mais variados subgêneros do rock. Por fim, luta para divulgar, sempre que possível, o pouco conhecido cenário rocker da tão sofrida ¨Terra do Axé¨.

Mais matérias de Fábio Cavalcanti no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo300x250