Matérias Mais Lidas

Guns N' Roses: por que Izzy Stradlin saiu da banda, segundo Gilby ClarkeGuns N' Roses
Por que Izzy Stradlin saiu da banda, segundo Gilby Clarke

Ian Paice: Ritchie Blackmore apresentou pra ele o maior guitarrista de todos os temposIan Paice
Ritchie Blackmore apresentou pra ele o maior guitarrista de todos os tempos

Steve Hackett: ele diz que compositor do século 19 inventou o heavy metalSteve Hackett
Ele diz que compositor do século 19 inventou o heavy metal

Vocalistas: 12 velhinhos que ainda mandam muito bem ao vivoVocalistas
12 "velhinhos" que ainda mandam muito bem ao vivo

Guns N' Roses: Axl entendia que as coisas mudaram, mas Slash tinha virado um personagemGuns N' Roses
Axl entendia que as coisas mudaram, mas Slash tinha virado um personagem

Doug Aldrich: explicando as diferenças entre Dio, David Coverdale e Glenn HughesDoug Aldrich
Explicando as diferenças entre Dio, David Coverdale e Glenn Hughes

The Osbournes: filha mais velha lamenta não ter participado?The Osbournes
Filha mais velha lamenta não ter participado?

James Hetfield: dez das músicas favoritas do vocalistaJames Hetfield
Dez das músicas favoritas do vocalista

Bon Jovi: por que o mandaram tocar com Kiss e Judas Priest em vez de Bryan AdamsBon Jovi
Por que o mandaram tocar com Kiss e Judas Priest em vez de Bryan Adams

Robert Fripp: como ele conheceu a esposa Toyah Wilcox, que bomba nos vídeos viraisRobert Fripp
Como ele conheceu a esposa Toyah Wilcox, que bomba nos vídeos virais

AC/DC: monge budista grava cover inusitado de Thunderstruck, com direito a meditaçãoAC/DC
Monge budista grava cover inusitado de "Thunderstruck", com direito a meditação

Iron Maiden: cantora americana alega ser filha ilegítima de Bruce DickinsonIron Maiden
Cantora americana alega ser filha ilegítima de Bruce Dickinson

Mike Terrana: Malmsteen foi uma das piores pessoas que conheci!Mike Terrana
"Malmsteen foi uma das piores pessoas que conheci!"

Prog: 16 bandas para observar este anoProg
16 bandas para observar este ano

AC/DC: por que Bon Scott não era só um bêbado lunático, segundo ex-baixistaAC/DC
Por que Bon Scott não era só um "bêbado lunático", segundo ex-baixista


Matérias Recomendadas

Rockstars: as esposas mais lindas do rock - 1ª parteRockstars
As esposas mais lindas do rock - 1ª parte

Cradle Of Filth: Dani Filth explica seu conceito de religiãoCradle Of Filth
Dani Filth explica seu conceito de religião

Slayer: quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanistaSlayer
Quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanista

Rolling Stone: os 100 melhores álbuns dos anos 90Rolling Stone
Os 100 melhores álbuns dos anos 90

Religião: os rockstars que se converteramReligião
Os rockstars que se converteram

Dead Daisies
Stamp

In Flames: com Colony, em 1999, um dos maiores momentos da banda

Resenha - Colony - In Flames

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Ribeiro
Enviar Correções  

O ano era 1999, e o mundo do metal estava fervendo, muito por conta da variedade de bandas e estilos que surgiram naquela década. Todo mês algum álbum novo era lançado, e bandas de Power Metal, Black Metal sinfônico, Prog Metal e Death Metal melódico eram constantemente citadas em revistas e conversas de fãs de Metal.

Dentre essas bandas de Death Metal Melódico, uma em especial se destacava: o In Flames, que em maio de 1999 lançou "Colony", quarto álbum de estúdio.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O sucessor de "Whoracle" (outro ótimo disco) é um dos melhores e mais maduros discos já lançados pelos rapazes de Gotemburgo. Um disco surpreendente, que era uma continuação da evolução sempre presente nos trabalhos da banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O disco é uma aula do começo ao fim. A faixa de abertura, "Embody The Invisible", que começa com um riff empolgante, e conta com um grandioso refrão, além de solos curtos e diretos, é um murro no meio da cara. O ritmo continua pesado com a ótima "Ordinary Story", que reúne doses cavalares de peso e melodia, com pitadas de melancolia (outra característica das bandas de metal noventistas). "Scorn" chega com os dois pés no peito, e apresenta alguns toques mais modernos, principalmente nos vocais. A faixa título, após uma intro hipnotizante, cai em um ritmo pesado e cadenciado, guiado por um riff marcante, que culmina em um grande refrão. A próxima música, "Zombie Inc." é uma das mais versáteis do álbum.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A segunda parte do disco é precedida pela acústica "Pallar Anders Visa", um dos raros momentos do disco que permite um descanso. Mas após pouco mais de um minuto, "Coerced Coexistence" manda a calmaria pra longe, com seu ritmo pegado e bateria marcante, além de um refrão muito bacana. A próxima faixa, "Resin", é um pouco mais arrastada, mas nada que tire o peso constante do disco. A regravação pesadíssima de "Behind Space", "Insipid 2000" e "The New World" encerram o disco de maneira digna, mantendo intacta a proposta de misturar peso e melodia, tudo temperado com muita técnica e vontade de mostrar ao mundo que a banda tinha muito para oferecer.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No final das contas, "Colony", além de apresentar ótimas bandas, se encaixa perfeitamente na discografia da banda, que sempre buscou mudar de um disco para o outro. Da mesma forma que soa como uma evolução óbvia de seu antecessor, é a preparação perfeita para o ápice da banda, o inesquecível "Clayman" (que já ganhou uma resenha minha no link abaixo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

In Flames: "Clayman", a maioridade de um clássico

E você, o que acha desta maravilha?
Um abraço,e até a próxima.


Outras resenhas de Colony - In Flames

Resenha - Colony - In Flames