Matérias Mais Lidas

Angra: Ex-integrantes foram convidados para turnê dos 20 anos de RebirthAngra
Ex-integrantes foram convidados para turnê dos 20 anos de "Rebirth"

AC/DC: Cliff Williams explica por que faz linhas de baixo tão simplesAC/DC
Cliff Williams explica por que faz linhas de baixo tão simples

Ian Paice: Ritchie Blackmore apresentou pra ele o maior guitarrista de todos os temposIan Paice
Ritchie Blackmore apresentou pra ele o maior guitarrista de todos os tempos

Guns N' Roses: por que Izzy Stradlin saiu da banda, segundo Gilby ClarkeGuns N' Roses
Por que Izzy Stradlin saiu da banda, segundo Gilby Clarke

Vocalistas: 12 velhinhos que ainda mandam muito bem ao vivoVocalistas
12 "velhinhos" que ainda mandam muito bem ao vivo

Loudwire: O melhor álbum de thrash metal de cada ano desde 1983Loudwire
O melhor álbum de thrash metal de cada ano desde 1983

Steve Hackett: ele diz que compositor do século 19 inventou o heavy metalSteve Hackett
Ele diz que compositor do século 19 inventou o heavy metal

Nervosa: Entrar para a banda foi a realização de um sonho, diz Diva SatanicaNervosa
"Entrar para a banda foi a realização de um sonho", diz Diva Satanica

Johnny Depp: a banda que poderia ter desbancado o GunsJohnny Depp
A banda que poderia ter desbancado o Guns

Mike Terrana: Malmsteen foi uma das piores pessoas que conheci!Mike Terrana
"Malmsteen foi uma das piores pessoas que conheci!"

Guns N' Roses: Axl entendia que as coisas mudaram, mas Slash tinha virado um personagemGuns N' Roses
Axl entendia que as coisas mudaram, mas Slash tinha virado um personagem

uDiscover Music: Os 30 maiores cantores de rock progressivouDiscover Music
Os 30 maiores cantores de rock progressivo

Doug Aldrich: explicando as diferenças entre Dio, David Coverdale e Glenn HughesDoug Aldrich
Explicando as diferenças entre Dio, David Coverdale e Glenn Hughes

AC/DC: monge budista grava cover inusitado de Thunderstruck, com direito a meditaçãoAC/DC
Monge budista grava cover inusitado de "Thunderstruck", com direito a meditação

Eloy Casagrande: baterista quebra tudo tocando The Heretic Anthem, do SlipknotEloy Casagrande
Baterista quebra tudo tocando The Heretic Anthem, do Slipknot


Matérias Recomendadas

Câncer na língua: entenda a doença de Bruce DickinsonCâncer na língua
Entenda a doença de Bruce Dickinson

Europe: toco de Lemmy, pito de Freddie, mijada com Axl RoseEurope
Toco de Lemmy, pito de Freddie, mijada com Axl Rose

The Voice Kids: garotinha canta Led Zeppelin e conquista todosThe Voice Kids
Garotinha canta Led Zeppelin e conquista todos

Slipknot: Corey não entende tristeza dos colegas e diz ter pouco em comum com elesSlipknot
Corey não entende tristeza dos colegas e diz ter pouco em comum com eles

Sociedade Alternativa: Fama proporcional à escassez teóricaSociedade Alternativa
Fama proporcional à escassez teórica

Tunecore
Dead Daisies

Opeth: Revigorando o som com o "Sorceress"

Resenha - Sorceress - Opeth

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Erick Silva, Fonte: Blog Punhado de Coisas
Enviar Correções  

8

Impressionante. Aqui, nós temos uma banda que começou lá no longínquo ano de 1990, com um som que remetia ao mais puro death metal. Só que o tempo foi passando, o grupo foi incorporando um folk aqui, um jazz ali, um blues acolá, até que, nos últimos lançamentos, eles abraçaram, de vez, o metal progressivo, e como um Rush moderno, vem fazendo discos verdadeiramente interessantes, e que fogem da monocromia em que o metal, geralmente, está inserido. Diversificado até o osso, o som atual do Opeth é como voltar à década de 70, mas, sem soar datado.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A bela instrumental "Persephone", que abre este disco, não dá pistas do que vamos encontrar pela frente. Ainda bem, pois, logo somos surpreendidos com um baita blues rock pra levar os mais velhos às lágrimas. Trata-se da poderosa "Sorceress", que possui uma variação incrível no decorrer de sua duração, mostrando que esse tipo de diversidade só vez bem ao Opeth, e proporcionou possibilidades interessantíssimas dentro de uma carreira já muito bem estruturada. Mudar faz parte, e quando é pra melhor, fica mais satisfatório ainda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Falar das outras 9 músicas que compõem "Sorceress" é meio complicado, pois, todas são riquíssimas em detalhes, e denotam um bom gosto absurdo de todos os integrantes. Mas, vamos tentar. Depois da canção que dá título ao álbum, temos "The Wilde Flowers", que segue, basicamente, os (ótimos) passos da antecessora, com um blues rock bastante calcado no Free. Entre momentos calmos e energéticos, cada segundo da música se destaca. Sem falhas, sem excesso de firulas; na medida. "Will O The Wisp" é uma bonita balada pueril. Não é, necessariamente, uma grande canção, mas, é bem construída e não faz feio.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A pesada e psicodélica "Chrysalis" incorpora a lama setentista de maneira fantástica, oscilando, na nossa lembrança, entre o Uriah Heep (pelas linhas melódicas do vocalista Mikael Åkerfeldt) e o Rush em suas músicas mais diretas e certeiras. Não tem como negar: um sonzaço! O disco segue com "Sorceress 2", que mesmo boa, não chega aos pés da sua primeira parte, servindo como uma espécie de "interlúdio" para que o álbum avance até a climática "The Seventh Sojourn", que se trata, nem mais, nem menos, de que uma "Kashimir dos tempos modernos". Não é cópia; longe disso. Mas, a estrutura é quase a mesma, e o que diferencia a canção do Opeth é por ela ser praticamente toda instrumental. Mesmo com a descarada referência, não deixa de ser um bom deleite para os ouvidos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Eis que, a essa altura dos disco, o Opeth consegue nos presentear com a melhor composição deste trabalho ("Strange Brew"), não por acaso, a mais longa do álbum, com quase 9 minutos de duração, com muita psicodelia, prog, entre outras viagens sonoras, que só quem conhece a fase de ouro do rock (anos 60 e 70) vai entender. A canção passa por vários estilos, sem nunca perder a mão, e como toda música desse porte, demonstra toda a técnica dos integrantes da banda; coesos, firmes, harmônicos. Depois de tanta emoção em formato musical, temos uma calmaria, a tranquila "A Fleeting Glance", que ainda consegue instigar o ouvinte, mesmo estando já quase no final do disco. Por sinal, as duas últimas composições ("Era" e a rapidíssima "Persephone (Slight Return)") encerram bem o trabalho, uma de forma pesada, e outra um pouco mais calma, quase imperceptível, mas, sem muito destaque.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mesmo com algumas (poucas) músicas fracas, "Sorceress" é um ótimo disco do Opeth, e a prova de que a banda está num rumo muito coerente com a sua proposta atual. Pode não agradar aos fãs mais puristas do metal, principalmente, aqueles que conhecem o grupo das antigas, mas, não há como negar que o Opeth é competente no que faz, e, vez ou outra, surpreende. "Sorceress" não é o melhor disco de sua carreira, mas, sem dúvida, está entre os mais cativantes.


Outras resenhas de Sorceress - Opeth

Opeth: O ápice da nova fase da banda

Opeth: Maior equilíbrio entre o peso e o prog em disco brilhante

Opeth: "Sorceress" é o disco definitivo da nova fase da banda

Opeth: Novo álbum será referência na história da música pesada


Stamp
Como consegui viver de Rock e Heavy Metal
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Timo Ketola: falece artista que trabalhou com Opeth e Therion, relembre suas obras aquiTimo Ketola
Falece artista que trabalhou com Opeth e Therion, relembre suas obras aqui


Top 20: discos recentes de bandas clássicas tão bons quanto os antigosTop 20
Discos recentes de bandas clássicas tão bons quanto os antigos

Mudanças: 10 bandas que não soam mais como em seus primeiros discosMudanças
10 bandas que não soam mais como em seus primeiros discos


Iron Maiden: pastor evangélico tem 172 tatuagens da bandaIron Maiden
Pastor evangélico tem 172 tatuagens da banda

Slash: guitarrista fala sobre a origem da sua cartolaSlash
Guitarrista fala sobre a origem da sua cartola


Sobre Erick Silva

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.