Astafix: A redenção a Paulo Schroeber

Resenha - Internal Saboteur - Astafix

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Dedicado ao falecido Paulo Schroeber (falecido no ano passado), o Astafix de Wally (vocal/guitarra, ex-CPM 22) retorna com seu segundo álbum, depois do sucesso de “End Ever” (2009) e do DVD “Live In São Paulo” (2011). Este novo trabalho, “Internal Saboteur”, pode no mínimo ser descrito como ‘potente’.

94 acessosAstafix: Novo videoclipe Bad Blood5000 acessosPlanet Rock: As músicas com os melhores solos de guitarra

Mantendo intacto seu Groove Metal com pitadas de Thrash, o quarteto dobra o peso do primeiro álbum e mostra uma música poderosa. O detalhe é que, apesar de começar chutando a porta com a faixa Karma Kill, o álbum não é focado na velocidade e agressividade apenas.

“Internal Saboteur”, após um início empolgante, mantém a chama acesa, mas parte para algo mais pesado e cadenciado, criando climas até mais reflexivos e sentimentais, talvez espelho da dificuldade emocional pelo qual a banda passou no último ano. Algo natural, mas que não soou negativo, pelo contrário, mostra uma banda com a pegada certeira.

Enquanto destila bases de guitarras estonteantes e pesadíssimas ao lado do novo integrante Cassio Viana (que também encaixa bem os solos), Wally se mostra um melhor vocalista que no álbum anterior, interpretando as músicas com mais propriedade. A cozinha é um show a parte enfatizando o peso de forma coesa.

Pra variar, Brendan Duffey detonou na produção no Norcal Studios, dando uma qualidade acima da média à sonoridade do álbum. A já citada Karma Kill, a ‘fearfactoriana’ Internal Saboteur e a de ritmo variado The Dome podem ser os destaques, mas o que vale é uma ouvida completa no álbum.

https://www.facebook.com/astafix1
http://www.astafix.com/

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Internal Saboteur - Astafix

971 acessosAstafix: Se superando no segundo álbum

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

94 acessosAstafix: Novo videoclipe Bad Blood0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Astafix"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Astafix"

News.com.auNews.com.au
Guns, Floyd, Lynyrd e Van Halen são os melhores solos?

Cultura inútilCultura inútil
Em quantas músicas Coverdale utilizou a palavra "love"

NoisecreepNoisecreep
Os 10 clipes mais assustadores do Heavy Metal

5000 acessosDuff McKagan: "Justin Bieber é um roqueiro de verdade!"5000 acessosSexo e Satã: as mensagens subliminares em capas de Rock / Metal5000 acessosWest Ham: o time do coração de Steve Harris5000 acessosAC/DC: bandas similares, algumas mais, outras menos5000 acessosMötley Crüe: um compêndio de devassidão e falta de moral2508 acessosGuns N' Roses: 10 melhores solos por Karl Golden e Danilo Vicari

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online