RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemPor que Lemmy odiava tocar "Ace of Spades" nos shows do Motörhead

imagemA atitude punk da Legião Urbana que causou irritação e deu trabalho na gravação

imagemOmelete diz que heavy metal pertence agora à nova geração e não ao tiozão headbanger

imagemQuatro músicas de artistas brasileiros que citam Os Paralamas do Sucesso

imagemO hit dos Beatles que talvez seja sobre drogas e que "Jesus" acompanhou gravação

imagemO conselho realista de John Petrucci para bandas que estão começando agora

imagemO brasileiro com a voz parecida com a de Axl Rose que viralizou no TikTok

imagemDeep Purple: David Coverdale revela quem quis como substituto de Ritchie Blackmore

imagem"Quem não gosta de Beatles bom sujeito não é", diz João Gordo

imagemAndi Deris tem problemas de saúde e shows do Helloween são adiados

imagemProdutor da turnê de Paul Di'Anno explica problemas no primeiro show

imagem5 motivos para assistir ao novo RockGol 2023 que estreia em fevereiro

imagemClipe de "From The Ashes" ultrapassa 1 milhão de views e Fernanda Lira celebra

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical


Stamp

Beautality: Fortes influências de Bauhaus e The Church

Resenha - Einfallen: A Tale Ov Torment & Triumph - Beautality

Por Leandro Fernandes
Postado em 12 de abril de 2015

Nota: 8

Em um estilo completamente inovador e ao mesmo tempo desafiador, os londrinos do Beautality chegam com seu segundo disco, produzindo um Black Metal bastante atmosférico engajado com um Dark realmente oitentista. A banda parece buscar uma sonoridade realmente saudosista com fortes influências de Bauhaus, The Church e toda a turma que se enquadra nesse estilo.

O disco traz um som bastante carregado, vocais intensos e uma obscuridade que certamente agrada ao fã do estilo. As guitarras se embasam em uma técnica não muito polida, mas de bastante qualidade, assim como o setor "cozinha" que ora chega a levar uma pegada Doom, com um baixo arrastado. Feito isso a ideia de criar algo realmente negro e soturno fora realmente alcançada com êxito.

As seis e intensas faixas são embasadas em algo mais melancólico e sentimental, Einfallen que abre o disco mostra bem essa proposta com vocais rasgados e guitarras cadenciadas. Com mais de 16 minutos, Doppelgänger é extremamente variada, diferente de The Devil's Elixir que segue uma linha Doom densa e macabra.

O disco mostra faixas longas e alternadas, fato que poderá soar como cansativas, mas as excelentes From The Abyss e Messias nos fazem entender que realmente tudo feito aqui é de muito agrado. Encerrando com Unreality, podemos chegar à seguinte conclusão, Beautality está no caminho certo, criando algo único que pouco se vê no cenário Black Metal mundial.

https://www.facebook.com/beautality777
http://blogartemetal.blogspot.com.br/2015/04/beautality-einfallen-tale-ov-torment.html

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps




publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Leandro Fernandes

Conheci o rock em 1992, tendo o primeiro disco do Iron Maiden. Com o passar dos anos me apeguei ao rock progressivo e tenho bandas como Pink Floyd, Jethro Tull, Rush e Uriah Heep sendo as favoritas. Profissional da área de T.I, casado e uma filha. Sempre buscando conhecimento no rock/metal em geral.
Mais matérias de Leandro Fernandes.