Altergeist: Vocalista influenciado por Michael Kiske

Resenha - Altergeist - Altergeist

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

8


Todo mundo sabe que não há mais o que criar quando o assunto é Heavy Metal melódico. Afinal, o estilo foi sugado e explorado de todas as formas, sendo um dos grandes baluartes do Metal em um passado recente. Hoje, mais contido o estilo persiste e ainda gera muitos bons frutos e o Altergeist é um legítimo desta colheita.

Mini Iron Maiden: tocando "Ghost Of The Navigator" na escolaBlack Metal: o lado mais negro da cena brasileira

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Destaque do tributo brasileiro ao Helloween onde fizeram uma versão para a faixa The Chance dos alemães, a banda aqui mostra sua cara e demonstra conhecimento de causa. Sem buscar inovação, mas sim qualidade, o quarteto carioca explora todas as facetas do estilo gerando uma música de qualidade e de forte energia.

O vocalista Cello Folds carrega muita influência de Michael Kiske, e se mostra um privilegiado em sua interpretação coerente, equilibrada, que não permite escorregadas e nem exageros, o que faz com que o trabalho ganhe muitos pontos. Tudo tendo nos refrãos fortes e pegajosos um dos trunfos da banda.

O instrumental segue a linha tradicional do estilo com ótimas bases de guitarra e solos virtuosos, tendo uma cozinha coesa com direito a muita exploração dos bumbos duplos de bateria. Os arranjos estão bem compostos e encaixados, sendo que o único detalhe negativo é a produção que tirou um pouco do peso das músicas. Mas é um mero detalhe, já que o conjunto da obra é muito acima da média. Que venha o debut!

https://www.facebook.com/altergeist




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Mini Iron Maiden: tocando Ghost Of The Navigator na escolaMini Iron Maiden
Tocando "Ghost Of The Navigator" na escola

Black Metal: o lado mais negro da cena brasileiraBlack Metal
O lado mais negro da cena brasileira


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor