Saint Spirit: Se firmando um dos nomes do Metal moderno nacional

Resenha - Mea Culpa - Saint Spirit

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Trio carioca, de Belford Roxo/RJ, o SAINT SPIRIT chega com seu novo álbum para se firmar de vez como uma das bandas mais interessantes do metal moderno brasileiro. Aliando o peso do thrash, o groove do djent, e algo de industrial, metalcore e até de death metal, a banda nos traz em "Mea Culpa" um material intenso, diversificado e ultra brutal.

Osama Bin Laden: O que havia na sua coleção de cassetes?Cristina Scabbia: "Símbolo sexual? Fico surpresa com isto!"

Por outro lado, a proposta temática escolhida pela banda no novo trabalho também é um tanto quanto pesada: trata das atrocidades cometidas contra os internos do hospital psiquiátrico Colônia, no qual durante aproximadamente um século pessoas sofriam tratamentos desumanos e degradantes.

Com instrumentos de afinação baixa, instrumental bem trabalhado e equilibrado (o trabalho de guitarras é de fazer cair o queixo), e linhas vocais tenebrosas e agonizantes em vários momentos, a banda passa um clima obscuro e perturbador durante todo o interregno do material, conseguindo captar com maestria a proposta lírica abordada nas faixas criadas.

Além disso, a qualidade de gravação (realizada pelo guitarrista Clemer Lúcio) é um dos pontos chaves do trabalho, pois conseguiu extrair o máximo do som da banda, soando atual e cristalina, mas sem deixar de lado a crueza e brutalidade típicas do estilo, com timbres matadores.

Ah, e o trabalho ainda conta com as participações especiais dos vocalistas Frank Lima (MAIEUTTICA) em "City of Roses"; Daniel Monteiro (FOLHAS DE OUTONO) em "Bonsai"; e Bruno Max (PURITAN) em "Tortura", abrilhantando ainda mais o material.

Altamente indicado para os fãs do lado mais moderno da música pesada!

Mea Culpa - Saint Spirit
(2015 - Indpendente - Nacional)

Rodrigo Bizoro - Vocais, bateria
Michel Mixa - Baixo
Clamer Lucio - Guitarras

01. Arbalest (intro)
02. Solitude Collective's Train
03. Release the Kraken
04. Pregnant Women
05. City of Roses
06. Iceberg
07. Volt
08. Mea Maxima Culpa
09. Tortura
10. Hellyard
11. Nameless
12. Bonsai
13. Roger That
14. Indestructible


Outras resenhas de Mea Culpa - Saint Spirit

Saint Spirit: Loucura como temática conceitualSaint Spirit: Cuidado, o Kraken está a solta!




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Saint Spirit"


Osama Bin Laden: O que havia na sua coleção de cassetes?Osama Bin Laden
O que havia na sua coleção de cassetes?

Cristina Scabbia: Símbolo sexual? Fico surpresa com isto!Cristina Scabbia
"Símbolo sexual? Fico surpresa com isto!"

Humor: o que os fãs de rock pedem para beber em um bar?Humor
O que os fãs de rock pedem para beber em um bar?

Top 5 Metallica: About.com elege os cinco melhores álbunsTop 5 Metallica
About.com elege os cinco melhores álbuns

Morbid Angel: banda satânica, eu jamais voltaria, diz SandovalMorbid Angel
"banda satânica, eu jamais voltaria", diz Sandoval

Joe Cocker: ele imortalizou canção ideal para se fazer stripteaseJoe Cocker
Ele imortalizou canção ideal para se fazer striptease

ZZ Top: Eles recusaram US$ 1 milhão para raspar a barbaZZ Top
Eles recusaram US$ 1 milhão para raspar a barba


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336