Matérias Mais Lidas

imagemPrika Amaral esclarece por que contratou apenas mulheres europeias para a Nervosa

imagemA opinião de Dave Mustaine sobre a clássica "The Unforgiven", do Metallica

imagemLegião Urbana e a surpreendente música que serviu de base para "Ainda é Cedo"

imagemAudioslave: Tom Morello recorda seu sinistro primeiro encontro com Chris Cornell

imagemCinco músicos que começaram vida nova após saírem de grandes bandas de heavy metal

imagemJames Hetfield e esposa Francesca se divorciam após 25 anos de união

imagemVocalista do Anvil afirma que Rob Halford e Ian Gillan são personagens

imagemNando Reis relembra curioso único game que jogou na vida, durante gravação dos Titãs

imagemNando Reis e a linda música que Samuel Rosa dispensou por ter recebido na hora errada

imagemJanis Joplin: última gravação dela em vida foi feita para um Beatle

imagemAs seis músicas do Metallica que Dave Mustaine ajudou a escrever

imagemO show do Black Sabbath que acabou em tumulto por conta de uma garrafa

imagemO comovente relato de Kiko sobre como foi gravar em meio ao câncer de Mustaine

imagemAs faixas do "Black Album" que James Hetfield e Lars Ulrich não curtem

imagemAs 10 melhores versões metal de músicas pop dos anos 1980, em lista da Metal Hammer


Stamp

Sixx A.M.: Um novo caminho para a banda

Resenha - Modern Vintage - Sixx A.M.

Por Jean Forrer
Em 10/10/14

Para lançar oficialmente seu terceiro e mais maduro álbum de estúdio, 'Modern Vintage', o Sixx A.M. se apresentou ao vivo pela primeira vez nos últimos 5 anos. No show que aconteceu nesta terça-feira (07), em Los Angeles, o grupo também anunciou sua primeira turnê como headliner. Como o próprio nome sugere, a ideia do disco é resgatar as influências oriundas principalmente dos anos 70 e dar a elas uma leitura moderna, e o primeiro single do álbum, 'Gotta Get It Right', já o faz. Lançada em agosto, a música escancara a influência de Queen logo na introdução. Pode parecer ambicioso o projeto conceitual de tentar resgatar o espírito dos anos 70 em um disco moderno, mas o Sixx A.M. o fez com naturalidade.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O fato de 'Modern Vintage' ser o primeiro disco da banda gravado por um baterista de verdade (Jeff Fabb, do Black Label Society), e não com baterias programadas, foi importante para que o álbum soasse da forma como Nikki Sixx, DJ Ashba e James Michael ambicionavam. "Foi a primeira vez que sentimos que era importante capturar aquela vibração de grande álbum, e trazer um baterista para gravar ao vivo realmente fez uma grande diferença. Ele trouxe a todo álbum e às músicas um respiro, um ar fresco", disse Ashba em entrevista ao Blabbermouth.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

E por falar em Ashba, 'Stars', a primeira faixa do disco, começa com um riff de guitarra enérgico bem característico dele. A música também chama atenção pela linha vocal de personalidade e pelo refrão forte e marcante. 'Relief' é outra faixa onde a guitarra de Ashba se destaca e soa 'pra frente', como em um show ao vivo.

O cover da música 'Drive', da banda new wave do final dos anos 70, The Cars, deve surpreender os fãs. Com uma introdução lenta de piano, que serve de cama para a letra melancólica, a versão do Sixx A.M. para a canção clássica ajuda a cumprir a promessa de um disco que viaja pelo tempo misturando o novo com o velho.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Depois de lançar dois àlbuns que serviram como trilha sonora para livros cuja a inspiração eram temas pesados (o vício em drogas de Nikki Sixx e o conceito de bullying), músicas como 'Give Me a Love', 'Get Ya Some' and 'Miracle', que passeiam pelo hard rock, blues e funk, fazem de 'Modern Vintage' um disco mais "pra cima" e merecem ser destacadas. "Sentimos como se em 'The Heroin Diaries' e 'This is Gonna Hurt' nós tivéssemos exposto várias feridas e falado sobre como nos curarmos delas, mas sem ter tido a chance de realmente comemorar. Por isso acho que esse álbum é uma espécie de celebração", explicou Nikki Sixx à Revolver Magazine.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

É possível que os fãs mais radicais de Mötley Crüe e Guns N' Roses repudiem o álbum por conta do lado 'Modern' que abre um novo caminho para o Sixx A.M., com a mistura de rock progressivo, hard rock e música eletrônica, mas a proposta de resgatar e dar nova roupagem ao 'Vintage' foi cumprida em cada uma das canções com uma liberdade criativa admirável. Vale ouvir de mente aberta.

(Por Mariana Schittini)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Guns N' Roses: ex-guitarrista abre loja de roupas em Las Vegas

DJ Ashba: como é viver o sonho do Rock 'N' Roll

Guns N' Roses: DJ Ashba diz que Axl o queria na atual formação

O Suprassumo do Superestimado: os 11 mais (ou menos) nacionais

Iron Maiden: o vocal que quase substituiu Bruce Dickinson em 93


Sobre Jean Forrer

Publicitário por formação e jornalista por profissão, trabalha transformando informação em arte. Além disso, é baterista há 14 anos e viciado em música.

Mais matérias de Jean Forrer.