Edguy: Novo álbum supera seu antecessor

Resenha - Space Police - Defenders of the Crown - Edguy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Kelvin Wallace Santos Serigatti
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Finalmente a espera acabou e podemos escutar o novo trabalho do EDGUY. “Space Police: Defenders of The Crown” segue a mesma linha de seu antecessor, que assim como quase tudo depois do “Hellfireclub” se mantem numa linha muito mais puxada para o Hard Rock abusando dos teclados.

5000 acessosHard Rock e Heavy Metal: Os 10 videos mais toscos "sem querer"5000 acessosNuno Bettencourt: Rihanna canta muito, mas ele não quer mais tocar com ela

O álbum começa com a música que nós já conhecíamos “Sabre & Torch”, que é um dos pontos altos. Muito pesada e com um refrão matador, perfeita para shows ao vivo. Uma música que sem duvida vai permanecer no set-list da banda por um longo tempo.

Logo em seguida vem uma das músicas título do álbum “Space Police”, que tem um começo que lembra muito as músicas do “Rocket Ride”. Sem duvida a melhor do álbum, com um refrão matador ao melhor estilo EDGUY. Mais uma vez Tobias mostra a sua incrível habilidade de criar refrães grudentos que não saem da cabeça.

Em seguida vem “Defenders of The Crown” a outra música título, onde podemos ouvir uma música mais puxada para o Power Metal. Mais uma excelente faixa que lembra músicas como “The Pride Of Creation” e “Return To The Tribe”. Deve agradar os fãs mais saudosistas da banda.

“Love Tyger” é o outro single do álbum, na primeira audição soa estranha, na segunda melhora um pouco, e na terceira canta-se junto. Outra boa faixa que deve ser executada ao vivo na turnê do álbum.

O álbum dá uma caída com a mediana “The Realms of Baba Yaga”, uma faixa que começa bem, mas que decepciona no refrão e acaba cansando. Logo em seguida vem a que é sem duvida o ponto baixo do álbum “Rock Me Amadeus”, cover do cantor austríaco FALCO. Música diferente de tudo que o EDGUY já fez, apesar de ter um bom refrão, é totalmente desnecessária.

“Do Me Like A Caveman” traz aquela fórmula que o EDGUY utiliza muito, começa rápida, em seguida fica cadenciada e então traz um refrão grudento. É uma boa faixa que traz o álbum de volta para cima.

“Shadow Eaters” traz mais um Power Metal, mostrando que o EDGUY não abandonou completamente o estilo. Uma faixa muito boa que pode vir a se tornar um clássico. Um dos pontos altos do álbum.

É chegada a hora da balada “Alone In Myself”, uma faixa que não é de todo ruim, mas que cansa rápido.

“The Eternal Wayfarer” fecha o álbum com chave de ouro. Um épico de quase nove minutos, com uma pegada um pouco progressiva, um bom refrão e excelentes solos de guitarra.

A versão especial do álbum conta ainda com “England”, que é uma grande brincadeira ao estilo “Life And Times Of A Bonus Track”. Vale citar alguns trechos como: “England's got The Beatles, And even more so; England's got Steve Harris” e “England's got Steve Harris, And as if that was not enough for you; England's got Bruce Dickinson, And on top of it the other ones, in Iron Maiden too, yes, it's true”.

Também na versão especial podemos ouvir “Aychim In Hysteria”, música que parece ser uma mensagem para alguém. Não acrescenta muita coisa.

“Space Police: Defenders of The Crown” é mais um trabalho de excelente qualidade dessa banda que está sempre se reinventando e inovando. Ele mantem a mesma linha de seu antecessor o injustamente criticado “Age of Joker”, mas consegue superá-lo com músicas mais pegajosas. Desse álbum saem algumas músicas que com certeza virão a se tornar clássicas como: “Sabre & Torch”, “Space Police”, ”Shadow Eaters”, entre outras.

E para aqueles que gostam de julgar um álbum pela capa escutem “Led Zeppelin IV” depois a gente conversa.

Track-list:
1. Sabre Torch
2. Space Police
3. Defenders Of The Crown
4. Love Tyger
5. The Realms Of Baba Yaga
6. Rock Me Amadeus
7. Do Me Like A Caveman
8. Shadow Eaters
9. Alone In Myself
10. The Eternal Wayfarer

Versão de especial:
11. England
12. Aychim In Hysteria

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Space Police - Defenders of the Crown - Edguy

1388 acessosEdguy: Um dos maiores discos já lançados pela banda1574 acessosEdguy: no futuro, poderá ser um clássico1615 acessosEdguy: Novo disco é um balanço dos últimos trabalhos de Sammet3195 acessosEdguy: O melhor álbum desde "Hellfire Club"2607 acessosEdguy: Novo álbum revela a boa fase atual da banda


0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Edguy"

De Marillion a EnthronedDe Marillion a Enthroned
Discos ao vivo gravados no Brasil

Edguy, AvantasiaEdguy, Avantasia
Tobias Sammet e os álbuns que mudaram a sua vida

Metal/HardMetal/Hard
Alguns dos maiores e melhores vocalistas atuais

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Edguy"


HumorHumor
Os 10 videos mais toscos "sem querer" do Hard e Metal

Nuno BettencourtNuno Bettencourt
Rihanna canta muito, mas ele não quer mais tocar com ela

Metal HammerMetal Hammer
Dez capas que provocam ânsia de vômito

5000 acessosAngra: banda errou na escolha de Fabio Lione?5000 acessosMusas inspiradoras: as esposas mais lindas dos rockstars5000 acessosRoger Moreira: resposta bem humorada a "crítica" no Agora é Tarde5000 acessosHelloween: de quem foi a ideia para a reunião "Pumpkins United"?5000 acessosVisual Kei: nazismo e cabeleiras no gênero mais extravagante do metal5000 acessosSeparados no nascimento: Ozzy Osbourne e Jim Carrey

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Sobre Kelvin Wallace Santos Serigatti

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online