Matérias Mais Lidas

Iron Maiden: Dua Lipa publica fotos nas redes usando camiseta da bandaIron Maiden
Dua Lipa publica fotos nas redes usando camiseta da banda

Van Halen: Yngwie Malmsteen explica que não era somente a técnicaVan Halen
Yngwie Malmsteen explica que não era somente a técnica

Lamb Of God: Chris Adler diz que saiu da banda por conta do ambiente tóxicoLamb Of God
Chris Adler diz que saiu da banda por conta do ambiente "tóxico"

Nirvana: sobre o que Kurt Cobain canta em Smells Like Teen Spirit, segundo GrohlNirvana
Sobre o que Kurt Cobain canta em "Smells Like Teen Spirit", segundo Grohl

AC/DC: quando jovem, Angus Young não gostava nem um pouco da escola e a evitavaAC/DC
Quando jovem, Angus Young não gostava nem um pouco da escola e a evitava

GNR: banda que Duff tocava nos anos 1980 lançará disco em abril; confira capa e singleGNR
Banda que Duff tocava nos anos 1980 lançará disco em abril; confira capa e single

Iron Maiden: Dennis Stratton diz que guitarras gêmeas na banda foi ideia deleIron Maiden
Dennis Stratton diz que guitarras gêmeas na banda foi ideia dele

SOAD: teremos músicas novas em 2021? Serj Tankian responde...SOAD
Teremos músicas novas em 2021? Serj Tankian responde...

Black Sabbath: quem demitiu Ozzy Osbourne no fim dos anos 70, segundo IommiBlack Sabbath
Quem demitiu Ozzy Osbourne no fim dos anos 70, segundo Iommi

Guns N' Roses: quando Donald Trump quis conhecer Axl Rose, o Trump do rockGuns N' Roses
Quando Donald Trump quis conhecer Axl Rose, o "Trump do rock"

SOAD: Serj Tankian solta o verbo contra o Deus da vingança e as religiões opressorasSOAD
Serj Tankian solta o verbo contra o "Deus da vingança" e as religiões opressoras

Smith/Kotzen: confira vídeo oficial de Scars, nova música da duplaSmith/Kotzen
Confira vídeo oficial de "Scars", nova música da dupla

The Offspring: novo álbum será lançado em abril; confira capa, tracklist e faixaThe Offspring
Novo álbum será lançado em abril; confira capa, tracklist e faixa

Kerrang: 10 bandas que não estariam aqui sem o KornKerrang
10 bandas que não estariam aqui sem o Korn

Megadeth: Dave Mustaine assina com a Gibson para lançar linha própria de guitarrasMegadeth
Dave Mustaine assina com a Gibson para lançar linha própria de guitarras


Stamp

King Of Bones: Bela estreia que parece ter vindo para ficar

Resenha - We Are The Law - King Of Bones

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Felipe Cipriani Ávila
Enviar Correções  

Nota: 9

King Of Bones, guardem esse nome! Oriunda de São Paulo, a banda começou as suas atividades em 2009. Eis que em dezembro de 2012 lançam o seu álbum de estreia, "We Are The Law". E, vou te contar, que trabalho cativante! Somos brindados com doze músicas repletas de bom gosto e belas melodias, com vários elementos e nuances, tudo com muito peso, emoção e paixão!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A faixa-título de abertura já nasceu como um hino, sendo aquela música que logo fica "colada" na mente. O trabalho vocal de Júlio Federici é muito forte e se encaixou perfeitamente na proposta da mesma. O refrão é excepcional, aliado a um trabalho instrumental primoroso. Sem sombra de dúvidas, um dos maiores destaques do álbum! Uma música que funciona muito bem ao vivo! Aliás, o álbum como um todo é repleto de canções que funcionam muito bem em uma apresentação ao vivo, por serem muito enérgicas e empolgantes!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A segunda faixa do disco, "Find Your Salvation", já se inicia com excelentes riffs de guitarra. E com um trabalho vocal emocionante de Júlio Federici, que interpreta muito bem as canções! Ela é mais cadenciada, com uma forte carga emocional e com um belo refrão, daqueles para se esgoelar nas apresentações ao vivo! Impossível não elogiar o seu belo solo de guitarra!

Em "Fly Away", que começa bem pesada, com um belo solo introdutório, temos, mais uma vez, um trabalho vocal que não cansa de impressionar! Como canta esse rapaz! Outra música com um bonito solo de guitarra, que junge muito bem virtuose a melodias cheias de sensibilidade!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A quarta faixa do play, "Never Look Back", começa acústica e vai "crescendo" até ficar cada vez mais encorpada. Embora corra o risco de soar repetitivo, é necessário mencionar outra vez a bela performance vocal de Júlio Federici! É incrível como as músicas são cativantes e prazerosas! Dá gosto de ouvi-las! Outra música com um belo solo de guitarra!

A próxima faixa é outra que já nasceu como um hino e figura entre os destaques! "Heroes" é uma pérola, bem encorpada e enérgica! A banda toda faz um ótimo trabalho e aqui temos um belo trabalho de guitarra, assim como de contrabaixo, que está bem "na cara"!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Eis que chegamos agora a uma das músicas favoritas deste que vos escreve. "Hell’s Pub" é bem pesada, enérgica, empolgante e cheia de classe! Outra música que certamente funciona muito bem ao vivo, com um refrão memorável e cheio de emoção. O solo de guitarra é animal, a bateria é matadora, e o baixo está, mais uma vez, bem presente, com ótimas linhas! Há vários adjetivos que poderia utilizar para qualificá-la, tamanha a sua qualidade!

As próximas quatro canções do trabalho primam por muita qualidade e versatilidade, com melodias que cativam o ouvinte prontamente. Em "A New Day" temos outro desempenho emocionante de Júlio Federici, que interpreta a bela letra de forma ímpar, nos fazendo refletir acerca da vida. Belo refrão, que contém uma bela mensagem ("The Sun rises after rain/ Let my mind find peace again/ I Know my promises/ That in a world of hope and dreams/ There dawns a new Day."). Emocionante! A próxima, "I Won’t Be Wrong", é emotiva e bela, com um solo de guitarra sensacional e aprazível. Em "Time To Believe" percebemos uma clara influência vinda dos britânicos do Whitesnake no que concerne à melodia, mas sem soar, de modo algum, como uma cópia genérica. Belo trabalho de voz, de guitarra, enfim, outra faixa que cativa logo de cara! Dá gosto ouvir todo o álbum, tamanho bom gosto imprimido nas canções! A décima faixa, "Broken Dreams", varia entre momentos mais pesados e lentos, com belos riffs de guitarra, impressionando pela sua intensidade.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

As duas últimas músicas, "Beginning Of The End" e "Rise And Fall", encerram o álbum de modo brilhante. A primeira é muito bela, começando lenta e ficando mais pesada e encorpada no seu decorrer, com riffs de guitarra soberbos! A segunda é belíssima também e contêm uma ótima letra e uma interpretação vocal de "cair o queixo"! O seu solo final merece menção, pois é muito bonito!

O King Of Bones é uma ótima opção para quem quer conhecer uma banda recente, pois o que não falta nesse álbum de estreia é bom gosto e criatividade. As canções são cativantes, de fácil assimilação e possuem qualidades de sobra. Embora a audição integral tenha mais de uma hora de duração, nada soa cansativo, tudo se complementa e a produção é ótima, deixando tudo ainda mais prazeroso! Altamente recomendável!

Banda:

Júlio Federici – Vocal
Rene Matela – Guitarra
Rafael Vitor – Contrabaixo
Renato Nassif – Bateria

Faixas:

1 – We Are The Law
2 – Find Your Salvation
3 – Fly Away
4 – Never Look Back
5 – Heroes
6 – Hell’s Pub
7 – A New Day
8 – I Won’t Be Wrong
9 – Time To Believe
10 – Broken Dreams
11 – Beginning Of The End
12 – Rise And Fall


Outras resenhas de We Are The Law - King Of Bones

King of Bones: chega com os dois pés no peito da cena nacional


publicidade
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Como consegui viver de Rock e Heavy Metal


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Megadeth: Pepeu Gomes comenta convite e fala sobre Kiko LoureiroMegadeth
Pepeu Gomes comenta convite e fala sobre Kiko Loureiro

Edu Falaschi: o que ele sentiu após notificação extrajudicial de Rafael BittencourtEdu Falaschi
O que ele sentiu após notificação extrajudicial de Rafael Bittencourt


Sobre Felipe Cipriani Ávila

Headbanger convicto e fanático, jornalista (graduado pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC Minas), colecionador compulsivo de discos, não vive, de modo algum, sem música. Procura, sempre, se aprofundar no melhor gênero de música do mundo, o Heavy Metal, assim como no Rock'n'Roll, de um modo geral, passando pelo clássico, pelo progressivo, pelo Hard setentista e oitentista, e não se esquecendo do Blues. Play It Loud!

Mais matérias de Felipe Cipriani Ávila no Whiplash.Net.