Abductum: Uma volta ao passado glorioso do Metal

Resenha - Unrevealed Truth - Abductum

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

8


Os espanhóis do Abductum mostram neste debut uma verdadeira volta ao passado, já que os sons contidos aqui, apesar da boa produção, mostram influências diretas do Thrash e do Metal tradicional da década de 80. Como não poderia ser diferente, isso é muito bom.

Capas de disco: como seriam se fossem gifs animadosIron Maiden: Video mostra "erros" da banda ao vivo

A proposta inicial da banda é o Thrash Metal, afinal as músicas demonstram agressividade e pegada forte. Porém, as influências de Metal tradicional e até de NWOBHM são latentes, principalmente nas guitarras que mostram um bom trabalho e certa dose de melodia. Basta ouvir faixas como No My Mermaid, por exemplo.

Aliás, melodia e variação rítmica são o forte e o diferencial da música da banda. Passagens dedilhadas e uma cozinha com boas quebradas fazem do trabalho algo mais interessante e não soam cansativos. Destaque para o peso do baixo de Francisco Molero.

Além da já citada No My Mermaid, preste atenção nas faixas Dramazonia, Turn It Off! e The Unrevealed Truth, sendo que essa última fecha o disco de forma magistral onde a banda destila toda sua técnica em mais de oito minutos. Um trabalho interessante e gostoso de ouvir.

http://www.abductum.com/
https://www.facebook.com/AbductumMetal



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Capas de disco: como seriam se fossem gifs animadosCapas de disco
Como seriam se fossem gifs animados

Iron Maiden: Video mostra erros da banda ao vivoIron Maiden
Video mostra "erros" da banda ao vivo


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin