Metalizer: Trilhando os caminhos do Thrash Metal oitentista

Resenha - Thrashing Force - Metalizer

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

7


São quase dez anos de carreira e, após duas demos, este quarteto paulista de Nova Odessa, solta seu primeiro álbum. A fórmula é conhecida, já que o grupo trilha os caminhos do Thrash Metal oitentista, com algo de Speed Metal e Crossover aqui e acolá.

Com temáticas envolvendo ode ao estilo, realidade e ódio contra a falsidade, as composições aqui contidas possuem um instrumental veloz desde os riffs de guitarra, passando pela cozinha. Vocais agressivos, às vezes lembrando o timbre de Mille Petroza (Kreator), encabeçam as composições.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com certa homogeneidade, as nove composições possuem certo equilíbrio tornando difícil destacar alguma. Mas, só pra dar uma referência, procurem ouvir Thrashing The Betrayers e Alcoholic Madness. Outro destaque individual fica por conta das linhas de baixo de Nilão Bonebreaker, que dão uma boa sustentação às composições, saindo um pouco do comum.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A ressalva fica por conta da produção um pouco suja e abafada, o que ajuda a tirar um pouco do peso e a energia das músicas. Nada que não possa ser consertado no próximo trabalho, já que a banda tem conhecimento de causa. A arte gráfica foi feita por Fernando Lima (Drowned) e é bem típica do estilo. Thrash Metal.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Thrashing Force - Metalizer

Metalizer: Thrash rasgado, furioso, com toques de Crossover...




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metalizer: lançado novo clipe para a faixa "Hypocrisy"


Cinema: As 10 melhores aparições de bandas em filmesCinema
As 10 melhores aparições de bandas em filmes

Oops!: 10 erros eternizados em gravações de clássicosOops!
10 erros eternizados em gravações de clássicos


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336 Cli336