Hibria: Apresentando o seu álbum mais variado e pesado

Resenha - Silent Revenge - Hibria

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Felipe Cipriani Ávila
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


O novo álbum dos gaúchos do Hibria, "Silent Revenge", é surpreendente e impressiona logo na primeira audição. Após a gravação do excelente "Blind Ride" (2011), que já mostrava uma banda mais pesada e diversificada, eis que eles se superam, mais uma vez, nos apresentando um belo trabalho, que, certamente, já figura como um dos destaques desse prolífico ano de 2013!

Gigwise: as capas mais polêmicas dos anos 2000Rolling Stone: revista elege melhores faixas de álbuns ruins

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Produzido pelo guitarrista Renato Osório, que está na banda desde 2012, substituindo à época Diego Kasper, e mixado pelo baixista Benhur Lima, que também ficou a cargo da excelente arte gráfica, "Silent Revenge", certamente, é o disco mais variado e pesado do Hibria. A técnica que todos eles atingiram como músicos impressiona, e o esmero com os mínimos detalhes é algo que deve ser elogiado e mencionado.

O álbum, que já se inicia com a faixa título, que conta com a ótima participação de André Meyer, frontman da banda de Thrash Metal Distraught, que também participa da "Silence Will Make You Suffer", já impressiona pela agressividade e peso, assim como pelas ótimas linhas vocais! O vocalista Iuri Sanson, aliás, merece menção e elogio, já que apresenta o seu trabalho vocal mais diversificado, como pode ser observado, por exemplo, na excelente "Walking To Death", na qual adota um estilo vocal quase gutural no início da música, mostrando a versatilidade das composições contidas no álbum.

Todas as faixas merecem uma cuidadosa audição, pois se complementam, tudo se encaixando perfeitamente, com todos os instrumentos em evidência, inclusive o contrabaixo do excelente Benhur Lima, que nos brinda com ótimas e inspiradas linhas! O que o baterista Eduardo Baldo, e os guitarristas Renato Osório e Abel Camargo fazem é algo no mínimo soberbo, também!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A parte lírica, que é inspirada livremente no filme argentino "O Segredo Dos Seus Olhos", de 2009, também merece muita atenção, já que é muito inteligente e suscitará muitas reflexões e discussões para quem se interessar por elas.

Em "Silent Revenge", a banda atingiu um nível técnico altíssimo, porém tudo isso foi utilizado em prol da criatividade e da versatilidade. A junção de músicos experientes e que não se mantêm na "zona de conforto", não poderia trazer resultados diferentes. Para quem acompanha de perto o trabalho deles, nota-se uma pequena mudança de direcionamento musical e lírico desde o álbum anterior, o já mencionado "Blind Ride", de 2011, que já apresentava uma banda mais pesada e versátil.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Totalizando quatro excelentes trabalhos de estúdio, o Hibria, certamente, merece maior reconhecimento e atenção por parte do público brasileiro, já que em outros países e, principalmente, em terras nipônicas, isso já ocorre!

Caso ainda não tenha dado a devida atenção ao trabalho desses grandes músicos, dedique um pouco do seu tempo para ouvir esse belo trabalho! Tudo aqui foi feito com muito carinho e dedicação, com muito amor à música pesada! Todas as músicas possuem muito peso, agressividade, belas melodias, e muita criatividade! Vida longa ao Hibria, e que eles continuem nos brindando com ótimos álbuns, e nos surpreendendo, sempre!

Faixas:

1 - Silent Revenge
2 - Lonely Fight
3 - Deadly Vengeance
4 - Walking To Death
5 - Silence Will Make You Suffer
6 - Shall I Keep On Burning?
7 - The Place That You Belong
8 - The Scream Of An Angel
9 - The Way It Is

Formação da banda:

Iuri Sanson - Vocalista
Abel Camargo - Guitarrista
Renato Osório - Guitarrista
Benhur Lima - Baixista
Eduardo Baldo - Baterista


Outras resenhas de Silent Revenge - Hibria

Hibria: em um patamar onde não deve nada pra ninguémHibria: o ápice da carreira do quinteto gaúchoHibria: mais direto, menos complexo, ainda mais pesado e intenso



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Hibria"


Power Metal: 20 bandas para quem é fã do estiloPower Metal
20 bandas para quem é fã do estilo

Metal Nacional: Confira bandas que se destacaram em 2015Metal Nacional
Confira bandas que se destacaram em 2015


Gigwise: as capas mais polêmicas dos anos 2000Gigwise
As capas mais polêmicas dos anos 2000

Rolling Stone: revista elege melhores faixas de álbuns ruinsRolling Stone
Revista elege melhores faixas de álbuns ruins


Sobre Felipe Cipriani Ávila

Headbanger convicto e fanático, jornalista (graduado pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC Minas), colecionador compulsivo de discos, não vive, de modo algum, sem música. Procura, sempre, se aprofundar no melhor gênero de música do mundo, o Heavy Metal, assim como no Rock'n'Roll, de um modo geral, passando pelo clássico, pelo progressivo, pelo Hard setentista e oitentista, e não se esquecendo do Blues. Play It Loud!

Mais matérias de Felipe Cipriani Ávila no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280