Broken & Burnt: som pesado e cheio de 'groove'

Resenha - Let The Burning Begin - Broken & Burnt

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

7


Banda capixaba na área que está na ativa desde 2011 e já lançou, além deste trabalho, o EP "Hate Will Grow" no mesmo ano de sua fundação. O quarteto formado por Hugo Ali Morelato (vocal/guitarra), César Schroeder (guitarra), Denis Coelho (baixo) e Apache Moons (bateria) investe em um som pesado e cheio de 'groove'.

Bandas: Por que ninguém está indo a seus shows?Ivete Sangalo: "Ouço muito SOAD, Linkin Park, Slipknot e Rush"

As influências da banda são diversas, pois vão desde o Thrash Metal noventista de bandas como Pantera e Machine Head, passando pelo Hardcore nova-iorquino de nomes como Madball e Biohazard até algo mais alternativo. O bom é que os caras não têm medo de ousar.

O bom trabalho dos riffs e bases de guitarra variando é bem seguido pela cozinha, que possui um baixo pesado que faz diferença e uma bateria com pegada e com belas viradas. A sonoridade, apesar de agressiva, possui o já citado 'groove' que dá o 'tchã' da coisa toda.

Short-Sighted Solution, Hatred Song, a mais melódica Bleed, além da variada Hate Will Grow são os destaques do disco e resumem bem a proposta dos caras. A única ressalva fica por conta da produção mediana, que mesmo assim não tirou o brilho das composições, mas pode melhorar em um próximo trabalho.

http://www.facebook.com/BrokenandBurnt
https://soundcloud.com/brokenandburnt


Outras resenhas de Let The Burning Begin - Broken & Burnt

Resenha - Let the Burning Begin - Broken & Burnt



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Bandas: Por que ninguém está indo a seus shows?Bandas
Por que ninguém está indo a seus shows?

Ivete Sangalo: Ouço muito SOAD, Linkin Park, Slipknot e RushIvete Sangalo
"Ouço muito SOAD, Linkin Park, Slipknot e Rush"


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin