Ritual Killing: Death/Thrash com sonoridade brutal e cativante

Resenha - New Tribe - Ritual Killing

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O quarteto alemão Ritual Killing lançou apenas uma demo, auto intitulada, antes de soltar seu primeiro trabalho, este “New Tribe”. A banda pratica Death/Thrash Metal influenciado pelo auge do Sepultura, Death Angel e afins.
5000 acessosChris Cornell: relatório policial descreve últimas horas e morte5000 acessosHeavy Metal: "um conforto para os jovens brilhantes"

Desde a introdução, que parece uma autêntica batucada do Olodum, até algumas passagens mais tribais e riffs costumeiros da escola Andreas Kisser a banda possui. Porém, não é nada demasiado e pode ser citado apenas como uma influência e não uma mera cópia.

Aliás, a banda não possui muitas passagens com ‘groove’, o que a difere de suas influências. A pegada aqui é mais brutal e direta, com riffs rápidos e até blast beats. Os vocais de Simon também pendem mais para o Death Metal ‘old school’, com um timbre cavernoso.

Destaque para Command Me, que apesar da levada moderna, possui certa variação e um bom refrão, além de belos solos, Deadly Thinking e seu peso contrastado com alguns dedilhados e belos solos. Além de Headhunter e No Total Control e suas peculiaridades.

Com letras políticas e sociais, o Ritual Killing passa bem sua mensagem com uma sonoridade brutal e cativante. A produção é boa e a banda possui uma ótima coesão. Vale à pena conferir.

http://www.myspace.com/ritualkilling
http://www.facebook.com/ritualkilling

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Ritual Killing"

Chris CornellChris Cornell
Relatório policial descreve últimas horas e morte

Heavy MetalHeavy Metal
Pesquisa indica que gênero é apreciado por alunos brilhantes

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1981

5000 acessosExcessos: como os rockstars gastam os seus milhões5000 acessosComo Conservar e Recuperar Cordas de Baixo5000 acessosSkank: banda foi enganada ao participar de programa da Xuxa5000 acessosBlack Metal: o lado mais negro da cena brasileira5000 acessosMegadeth: Dimebag Darrell quase foi guitarrista da banda5000 acessosAndreas Kisser: não tenho por que não ouvir as bandas do Max

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online