Hagbard: uma das gratas surpresas surgidas em nosso underground

Resenha - Lost in the Highlands - Hagbard

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Formado em 2010, na cidade de Juiz de Fora (MG), o HAGBARD (nome de um herói da mitologia nórdica) é mais uma das gratas surpresas surgidas em nosso underground. Com uma sonoridade bem rica e interessantes, os caras praticam um folk metal bem pesado e agressivo, com influências de death metal tradicional e viking metal.

Guitar World: os 100 piores solos de guitarra da históriaMulheres no Rock: as mais importantes segundo rádio inglesa

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Nesse seu segundo demo (o primeiro, "Warrior's Legacy", foi lançado em 2011), a banda já mostra uma clara evolução, graças à maior experiência adquirida com o tempo de estrada (já participou de festivais renomados da região sudeste, como Roça'n' Roll, Odin's Krieger Fest e Viçosa Metal Fest), com uma sonoridade bem definida, pesada, e cheia de boas melodias, sendo indicado para os fãs de bandas como ELUIVETIE, ENSIFERUM e AMON AMARTH.

E a banda, que esta prestes a lançar seu debut (intitulado "Rise of the Sea King", com previsão de lançamento para o segundo semestre de 2013) no dia 09 de março, irá lançar esse seu novo single, contendo duas músicas (sendo uma que irá estar no novo disco, e uma inédita), dando uma boa amostra para os fãs do que esperar de seu primeiro registro oficial.

A faixa "Berserker's Requiem" deixa bem definidas todas as características da banda, com ótimos riffs e solos de guitarra, uma cozinha direta e sem muita frescura, e ótimas linhas vocais guturais, remetendo as bandas nórdicas do estilo. Já na faixa seguinte "Let us Bring Something for Bards to Sing", os elementos folk ficam mais evidentes, com arranjos mais intrincados, e linhas vocais mais diversificadas, como se fosse uma mistura entre AMON AMARTH e BLIND GUARDIAN, mas com muita personalidade.

A qualidade de gravação das duas faixas é apenas boa (e não corresponde à que estará presente no vindouro debut da banda), mas já mostra todo o poder de fogo do HAGBARD, que tem tudo para se tornar uma das maiores representantes do estilo no Brasil, ao lado de nomes como HUGIN MUNIN, por exemplo. Se você aprecia o estilo, confira, pois vale muito a pena!

Lost in the Highlands - Hagbard
(2013 - Single- Nacional)

1 - Berserker's Requiem
2 - Let us Bring Something for Bards to Sing

Formação:
Igor Rhein nos vocais
Tiago Gonçalves e Danilo "Marreta" nas guitarras
Gabriel Soares nos Teclados, Flautas e Backing Vocals
Everton Moreira na Bateria.

Mais informações:
http://www.facebook.com/OfficialHagbard

http://www.twitter.com/hagbardofficial

Instagram: @hagbard_offcial

Canal no youtube:
http://www.youtube.com/HagbardJF

Contatos:
32 8829 8683 / 32 9104 1108
hagbardband@yahoo.com.br


Outras resenhas de Lost in the Highlands - Hagbard

Hagbard: uma grande revelação da cena brasileira acaba de surgir!




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Hagbard"


Guitar World: os 100 piores solos de guitarra da históriaGuitar World
Os 100 piores solos de guitarra da história

Mulheres no Rock: as mais importantes segundo rádio inglesaMulheres no Rock
As mais importantes segundo rádio inglesa


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336