Panzer: consolidou-se no cenário brasileiro por sua sonoridade

Resenha - Brazilian Threat - Panzer

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Erik Castro
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Em atividade há quase duas décadas, o PANZER já é velho conhecido do underground nacional. Formada em 1992, em São Paulo, capital, o grupo passou por um longo período de hiato, tendo anunciado oficialmente o fim de suas atividades em 2003. Com os discos Inside (1999) e The Stronghest (2001), o Panzer consolidou-se como uma das maiores referências do cenário brasileiro, galgando críticas positivas e reconhecimento internacional por sua sonoridade particular, associando elementos do Thrash Metal ao Stoner e ainda aspectos pontuais de Heavy Metal Tradicional e do Hard Core Nova-iorquino. Em 2012, o grupo paulista anuncia seu retorno e nos brinda com o petardo Brazilian Threat, uma compilação de todos os elementos que fizeram do PANZER uma grande banda.
849 acessosPänzer: novo álbum do supergrupo de feras do Metal alemão5000 acessosSlipknot: Qual é o significado e a tradução do nome da banda?

Abrindo o disco com todo o gás, "Burden Of Proof" mostra um Panzer fiel às suas proposições, mantendo a agressividade e os riffs frenéticos de The Stronghest. A banda trabalha com uma cozinha coesa e bem eficiente, potencializando ainda mais o peso da composição, que abre como um Thrash Metal que incorpora os elementos seminais para o estilo durante o final da década de oitenta, emanando peso de forma certeiro, com um timbre de guitarra matador. Em contraponto, a composição passa por uma mudança de direcionamento que soa como um verdadeiro ode ao segundo disco do grupo paulista, com uma pegada bem mais stoner, de riffs inspirados e uma ótima cadencia, enfatizando ainda a riqueza dos arranjos vocais, que resgatam com nostalgia o Panzer do início da última década.

A segunda faixa do disco é conhecida dos fãs do Panzer. "Red Days", que estava presente em The Stronghest, é apresentada aqui com uma repaginada que consegue superar sua versão original. Nesta versão, a banda mostra mais peso, vocais com aquela entonação típica do Stoner Metal e um toque sútil de TESTAMENT do fim dos anos 90. O trabalho de bateria e de voz mostra-se bem mais apurado em relação a sua versão anterior, além do fato da produção deste atual trabalho ser bem melhor, permitindo que tudo seja ouvido em detalhes. O clima "sabbathico" da antiga "Red Days" cede lugar a uma raiva exponencial contida nos vocais de Rafael Moreira. E por falar em BLACK SABBATH, a banda resgata o riff antológico da clássica "Heaven&Hell", engrandecendo ainda mais a composição.

Fechando o disco, "Hastening To Death", que logo de cara lembra KYUSS em sua época áurea, com uma bateria dinâmica e riffs de construção clássica que remetem ainda ao Heavy Metal Tradicional. Mais uma vez, o PANZER esbanja criatividade e competência, conferindo diferentes ambientações, associando momentos cadenciados com muito peso e alternando entre passagens mais densas e brutais. Fechando este registro com chave de ouro, "Hastening To Death" tem um desfecho que deixa o ouvinte aturdido de imediato, com a expectativa de que algo ainda mais poderoso está por vir.

Sem dúvidas, um dos lançamentos mais poderosos deste ano, carregado da mesma vivacidade que a banda sempre demonstrou em todos os seus anos de atividade. Um dos precursores do chamado "Thrash Metal moderno", o Panzer honra todo o respaldo associado ao seu nome. Agora como um quarteto, o grupo explora ainda melhor seu potencial criativo, que pode ser conferido neste registro de forma cristalina, graças à excelente produção que recebeu. Vale ainda ressaltar que este registro foi gravado em take único, conferindo um carater mais orgânico, que já é característico dos trabalhos do grupo. Longa vida ao PANZER e toda a sua ferocidade e que mais um excelente trabalho suceda Brazilian Threat. Ficamos na expectativa!

Brazilian Threat - Dezembro de 2012
Panzer - Thrash/Stoner Metal - São Paulo/SP

Line Up
Rafael Moreira - Vocais
André Pars - Guitarras
Rafael DM- Baixo
Edson Graseffi - Bateria

Gravado no estúdio Mr. Som, São Paulo, entre Novembro e Dezembro de 2012
Produzido por Panzer e Henrique Baboom; mixado e masterizado por Henrique Baboom

Set List
01 - Burden Of Proof - 03:18
02 - Red Days - 02:06
03 - Hastening To Death - 03:33

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

849 acessosPänzer: novo álbum do supergrupo de feras do Metal alemão0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Panzer"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Panzer"

SlipknotSlipknot
Qual é o significado e a tradução do nome da banda?

Hard RockHard Rock
As 100 maiores bandas do estilo segundo a VH1

AC/DCAC/DC
Setlist, fotos e vídeos do show arrasador com Axl Rose

5000 acessosBruce Dickinson: vocalista elege seus 5 álbuns preferidos5000 acessosOzzy Osbourne: "o morcego era quente e crocante"5000 acessosO que os fãs de rock e suas vertentes pedem para beber em um bar?5000 acessosBlack Metal: o lado mais negro da cena brasileira5000 acessosMegadeth: Dimebag Darrell quase foi guitarrista da banda5000 acessosAndreas Kisser: não tenho por que não ouvir as bandas do Max

Sobre Erik Castro

Erik Castro, 23 anos, residente em Fortaleza - CE, é professor de Artes Visuais e trabalha paralelamente com design, modelismo e ilustração. Apaixonado por Rock e Heavy Metal, está inserido na cena underground cearense desde 2007 com projetos de direcionamentos variados. Academicamente pesquisa sobre estética, imaginário social e práticas urbanas. Musicalmente, tem maior afeição por Metal Extremo, com ênfase no Doom, Death e Black Metal.

Mais matérias de Erik Castro no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online