[maua]: raramente se vê uma música com tanto vigor como essa

Resenha - Conscience - [maua]

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

9


Não pergunte se a grafia do nome tem algum significado ou é apenas uma jogada estética. A única coisa que sei é que raramente se vê uma música com tanto vigor como essa do [maua]. O grupo trilha os caminhos do Metal extremo, mas não se prende em nenhum dos rótulos que o abrange.

A técnica apurada do grupo é mais próxima do Death Metal com uma boa dose de Thrash Metal noventista (principalmente nas levadas 'grooveadas'), mas o que se vê aqui é um som brutal de muito bom gosto. Os riffs são intensos e a cozinha agressiva. Os vocais de Érico é um show a parte, pois trata-se de um gutural assustador que alterna urros com rasgados e algumas narrativas insanas.

publicidade

Não tem como negar, o som dos caras é atitude acima de tudo. Radicais poderão pegar no pé pelo toque moderno (nada tendencioso), mas os sábios saberão muito bem digerir essa música de qualidade. O melhor de tudo é saber que vem coisa nova por aí e pelo jeito será um baita de um petardo! Confira!

http://newalbumreleases.net/
http://www.reverbnation.com/maua
http://www.myspace.com/mauabr

publicidade


Outras resenhas de Conscience - [maua]

[maua]: Trilhando o Caminho Certo

[maua]: Thrash Metal de alto nível com pitadas de Death




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Capas de disco: como seriam se fossem gifs animadosCapas de disco
Como seriam se fossem gifs animados

Metal contra o câncer: festival aceita cabelo como ingressoMetal contra o câncer
Festival aceita "cabelo" como ingresso


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin