Matérias Mais Lidas

imagemBeatles: A música que Paul McCartney compôs para calar a boca de Pete Townshend

imagemAs 10 músicas mais estranhas do Guns N' Roses, em lista do Ultimate Classic Rock

imagemAs obscuras músicas favoritas do Red Hot Chili Peppers de John Frusciante

imagemMaranhão Open Air anuncia line-up com 24 bandas em dois dias

imagemA opinião de Dave Mustaine sobre a clássica "The Unforgiven", do Metallica

imagemGene Simmons sobre o Ramones: "Punk nos EUA não significava nada"

imagemCinco músicas lançadas após o ano 2000 que se tornaram clássicos do rock - Parte II

imagemAudioslave: Tom Morello recorda seu sinistro primeiro encontro com Chris Cornell

imagemKiss: Fã de comédia romântica, Paul Stanley lista seus filmes preferidos

imagemBatera do Polyphia perde click e técnico salva marcando o tempo em sua perna

imagemDez clássicos do thrash metal que não foram gravados pelo "Big Four" - Parte I

imagemO hit do Engenheiros do Hawaii frequentemente confundido com confissão de aborto

imagemBlaze Bayley diz que um dos menores shows da carreira do Maiden foi o seu melhor

imagemIggor Cavalera relembra quando Max foi para delegacia e delegado palmeirense o salvou

imagemBruce Dickinson: curiosidades sobre a voz por trás do Iron Maiden


Dream Theater 2022

[maua]: raramente se vê uma música com tanto vigor como essa

Resenha - Conscience - [maua]

Por Vitor Franceschini
Em 21/12/12

publicidade

Nota: 9

Não pergunte se a grafia do nome tem algum significado ou é apenas uma jogada estética. A única coisa que sei é que raramente se vê uma música com tanto vigor como essa do [maua]. O grupo trilha os caminhos do Metal extremo, mas não se prende em nenhum dos rótulos que o abrange.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

A técnica apurada do grupo é mais próxima do Death Metal com uma boa dose de Thrash Metal noventista (principalmente nas levadas 'grooveadas'), mas o que se vê aqui é um som brutal de muito bom gosto. Os riffs são intensos e a cozinha agressiva. Os vocais de Érico é um show a parte, pois trata-se de um gutural assustador que alterna urros com rasgados e algumas narrativas insanas.

Não tem como negar, o som dos caras é atitude acima de tudo. Radicais poderão pegar no pé pelo toque moderno (nada tendencioso), mas os sábios saberão muito bem digerir essa música de qualidade. O melhor de tudo é saber que vem coisa nova por aí e pelo jeito será um baita de um petardo! Confira!

http://newalbumreleases.net/
http://www.reverbnation.com/maua
http://www.myspace.com/mauabr

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal


Outras resenhas de Conscience - [maua]

Resenha - Conscience - [maua]

Resenha - Conscience - [maua]

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Iron Maiden: Perguntas e respostas e curiosidades diversas

King Diamond: O que significa ser Satanista?


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini.