Kiss: Talento não se compra e nem se empresta

Resenha - Destroyer - Kiss

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Seguir Whiplash.Net

Por Paulo Severo da Costa
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Dentre aquelas famosas frases de pára-choque de caminhão, há uma que diz: "Contra fatos não há argumentos". Assim, HENDRIX foi o marco zero da guitarra, o JUDAS espalhou a semente plantada pelo SABBATH aos quatro ventos, LITA FORD era deliciosa e – sim - o KISS, junto ao mestre ALICE COOPER foram os fundadores do 'rock horror show' , foram pioneiros do marketing no rock n'roll, " cometeram" 'Kiss Meets the Phantom of the Park´ e povoaram o imaginário de milhões de moleques - incluindo eu e provavelmente você – pelo mundo afora.

722 acessosGene Simmons: "Eu amo o som da minha voz"5000 acessosA História do Baixo Elétrico

O 'x´ da questão é que nessas ponderações, muita gente se apega ao outro lado da história: críticas(fundadas) ao capitalismo incontrolável de GENE SIMMONS, aos ataques de diva de STANLEY, aos milhões de produtos licenciados, a polêmica da maquiagem, acabam solapando o principal: a música. Evidente é que em quarenta anos de carreira, discos bons e ruins serão lançados e, justiça seja feita, o KISS lançou algumas porcarias das quais ele próprios se envergonham; entretanto, perto da grandiosidade da obra da banda, essa discussão é tão vazia quanto analisar a vida de PELÉ por suas aventuras de alcova - no lugar de se discutir sua longa e prolífica carreira como jogador.

Em 1976 acabara de sair do purgatório após o bem sucedido "Alive!", lançado no ano anterior. Foi a partir desse registro que música e dinheiro começaram a aparecer na vida da banda, que já havia comido o pão que o diabo amassou nos anos anteriores- apesar dos ótimos discos que já havia lançado. E o KISS não deixou barato: como nas melhores safras de vinhos, lançou, naquele ano, dois clássicos: "Rock And Roll Over" e o colossal "Destroyer".

Gravado entre janeiro e fevereiro de 1976 e lançado no mês seguinte - fato raro na indústria fonográfica até para os padrões atuais – e produzidos pelo mago BOB EZRIN, "Destroyer" é auto-explicativo: direto e potente. EZRIN pôs, pela primeira vez, o som do KISS "na cara" do ouvinte, captando o que eles tinham - e têm - de melhor: a pungência ao vivo. Não a toa, "Detroit Rock City" e "Shout It Out Loud" se tornaram clássicos instantâneos: foram pensadas e produzidas no melhor estilo arena - grandiosas, eloqüentes e propícias para botar fogo no mundo.

"God of Thunder" é cinematográfica e apropriadíssima para o estilo vocal e performático de SIMMONS. Nessa mesma linha de dramaticidade, mas com enfoque completamente diferente, a magnífica "Beth" segue a linha balada orquestral que depois viraria moda, nas mãos de SCORPIONS e METALLICA e outros, nos anos 1990 e 2000.

Agora, é inegável que o KISS, inobstante às críticas, sempre teve um lado melódico ressaltado: seja nas levadas despretensiosas de "Do You Love Me", na leveza de "Great Expectations" ou no hard riffeiro de "Flaming Youth", é nítido que o circo montado em torno da banda se supera quando o assunto é som de qualidade. Aliás, por mais redundante que seja essa afirmação, PETER CRISS e ACE FREHLEY dão o brilho que sempre caracterizou a passagem de ambos na banda - destaque para as guitarras do "Starman" em "Sweet Pain".

Outra frase de pára-choque famosa é "Talento não se compra e nem se empresta". Ouvindo esse disco é fácil perceber o quanto isso é verdade.

Track List:
• "Detroit Rock City"
• "King of The Night Time World"
• "God of Thunder"
• "Great Expectations"
• "Flaming Youth"
• "Sweet Pain"
• "Shout It Out Loud"
• "Beth"
• "Do You Love Me"
• "Untitled"

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Seguir Whiplash.Net

Outras resenhas de Destroyer - Kiss

3717 acessosKiss: "Destroyer" traz músicas fortes e elaboradas4585 acessosResenha - Destroyer - Kiss5000 acessosTradução - Destroyer - Kiss


Gene SimmonsGene Simmons
Músico reúne Ace Frehley, Bruce Kulick e Eric Singer

722 acessosGene Simmons: "Eu amo o som da minha voz"718 acessosKiss: homem é preso suspeito de roubar relíquias da banda3734 acessos1978: 70 discos de rock e metal lançados há 40 anos285 acessosGene Simmons: reality show "Family Jewels" pode voltar, diz ele902 acessosGene Simmons: Saiba todas as 166 faixas do box "The Vault"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Kiss"

Collectors RoomCollectors Room
Um dos maiores colecionadores de Kiss que o Brasil possui

KissKiss
Deveriam assumir que copiaram o Secos & Molhados, diz Ney Matogrosso

Twisted SisterTwisted Sister
A resposta de Dee Snider à afirmação de Gene Simmons de que rock morreu

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Kiss"


Baixo elétricoBaixo elétrico
Leo Fender deu ao instrumento um status inédito

MetallicaMetallica
James Hetfield elege as suas dez músicas favoritas

Zakk WyldeZakk Wylde
"Black Sabbath com o Dio não é Black Sabbath"

5000 acessosSkid Row: Varone tentou honrar o sobrenome em filme pornô5000 acessosSasha Grey: sua real paixão pela música de atitude e sua coleção de vinil5000 acessosLemmy: sob investigação, em 2008, por exibir insígnia nazista5000 acessosYngwie Malmsteen: um fritador não influenciado por ninguém5000 acessosZakk Wylde: reiterando comentário sobre fase Dio no Black Sabbath5000 acessosKiss: de quem é a mão na capa de "Music From The Elder"?

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 06 de setembro de 2012


Sobre Paulo Severo da Costa

Paulo Severo da Costa é ensaísta, professor universitário e doente por rock n´roll. Adora críticas, mas não dá a mínima pra elas. Email para contato: joaopsevero@bol.com.br.

Mais matérias de Paulo Severo da Costa no Whiplash.Net.