Vulture: Death Metal, brutalidade e passagens melódicas

Resenha - Destructive Creation - Vulture

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Christiano K.O.D.A.
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Felizardos serão os que tiverem acesso a esse disco. A Vulture aparece das sombras e brinda os fãs de música extrema com um belíssimo CD de Death Metal com passagens melódicas, mas recheado (leia-se “transbordando”) de brutalidade.
5000 acessosButcher Babies: Conheça o Porn Metal de ex-coelhinhas da Playboy5000 acessosLobão: show mais curto da história do Rock não pertence a ele

Poderia ser mais uma banda a se aventurar nessa veia, mas o quarteto paulista formado por Adauto Xavier (guitarra/vocal), Yuri Schumann (guitarra/backing vocal), André Xavier (bateria) e Max Schumann (baixo) é daqueles que conhece o assunto a fundo e vai além. O modo como conseguiram encaixar toda essa agressividade com os riffs melódicos, que por vezes remetem ao Black Metal noventista, ficou praticamente perfeito. É bom deixar claro que a hostilidade se sobressai e, portanto, é um álbum a ser temido, no bom sentido.

Além do trabalho maravilhoso das seis cordas (doze, no caso), o que merece muito destaque é o baterista, com técnica realmente apurada e muita criatividade. Não é “só” isso não: ele alcança velocidades impressionantes, seja nos ‘blast beats’, seja nos bumbos duplos. Um show! Uma boa referência? Malevolent Creation.

Com esse timaço, não é de se admirar a alta qualidade das canções, todas – sem exceção – brilhantes, com grandes e ricos arranjos. Novamente: uma beleza! Logo, seria uma baita injustiça selecionar uma faixa que chamasse mais a atenção. Toda essa grandiosidade atravessa mais de cinquenta minutos, que passam tão desapercebidos, que a vontade imediata é de recomeçar a audição assim que o material termina.

A gravação está muito boa e a arte gráfica também rouba a cena. Tudo profissional.

Por tudo isso, volta-se, pela enésima vez, àquela pergunta que todos já conhecem: como um grupo desses ainda não despontou de vez? Cadê o apoio, o merecido reconhecimento? E olha que esse já é o terceito ‘full length’ dos caras!

A ordem da vez é ouvir “Destructive Creation” no talo e mais uma vez se orgulhar que isso é feito por banda da nossa terra. Na humilde opinião desse mero resenhista, já está entre os grandes álbuns do ano. Corre atrás!!!

Vulture – Destructive Creation
Sacramental Records/Metal Army Agency/Phoenix Tatoo – 2012 - Brasil

http://www.reverbnation.com/vulturebr
http://www.vulture.com.br

Tracklist
1. Night of the Unholy Flame 06:18
2. All Falls Down 05:38
3. Murderous Disciples 03:58
4. Riders of a New Age 05:32
5. When Time Flees 05:20
6. No Way to Follow 05:02
7. Alingment 2012 05:56
8. A Step to Hell 04:36
9. Blasphemy Life 05:06
10. Carrasco De Si Mesmo 05:21
Total: 52:47

Fonte: Som Extremo
HTTP://somextremo.blogspot.com
@som_extremo

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Destructive Creation - Vulture

435 acessosVulture: Carregando a bandeira do som extremo nacional690 acessosVulture: Feito na raça e por quem entende da coisa

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Vulture"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Vulture"

Butcher BabiesButcher Babies
Conheça o Porn Metal de ex-coelhinhas da Playboy

LobãoLobão
Show mais curto da história do Rock não pertence a ele

OrtografiaOrtografia
Como deveriam realmente se chamar as bandas?

5000 acessosContra-baixo: as melhores introduções do Heavy Metal5000 acessosBlack Sabbath: mais uma do Tony Iommi pra cima do pobre Bill Ward5000 acessosSlipknot: Ana Maria Braga surpreende em abertura do Mais Você5000 acessosMegadeth: as 10 melhores músicas com Nick Menza5000 acessosAC/DC: Axl diz que namorada obrigava Slash a ouvir a banda5000 acessosDream Theater: quando um tecladista autografa uma guitarra

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online