Rush: Um daqueles discos que não há como deixar passar

Resenha - Clockwork Angels - Rush

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

9


Mais de quarenta anos de carreira, com 19 discos de estúdio, e parece que a criatividade de Geddy Lee, Alex Lifeson e Neil Peart não tem fim! A máquina musical canadense chamada RUSH está na ativa desde 1968, seguindo firme até hoje, mantendo a qualidade em cada novo lançamento, e sem dar sinais de que o fim de suas atividades se aproxima, para nossa alegria!

Seguindo a nova tendência da música, graças ao desenvolvimento tecnológico dos métodos de produção e dos efeitos e instrumentos, a banda soa moderna nesse novo lançamento, mas sem deixar de lado suas origens progressivas, que se encontram presentes na grande maioria do disco. E o trio se aproveitou dessas novas tendências de forma muito positiva, e junto com o produtor (que já ganhou um Grammy) Nick Raskulinecz criaram um trabalho bem intrigante, orgânico e diversificado, e que com certeza se destacará na excelente discografia do conjunto, o que não é uma tarefa fácil.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ou seja, tudo que esperamos da banda encontramos em "Clockwork Angels": o baixo pulsante, técnico e "funkeado", e os vocais marcantes de Lee; os riffs grudentos e os solos precisos e técnicos de Alex; e a bateria destruidora de Neil Peart, que mesmo com a idade avançada ainda prova que é um dos melhores (senão o melhor) bateristas do mundo, com passagens intrincadas e precisas de impressionar. Mas o que não se esperava dos canadenses era o peso sobressalente que se perfaz por quase todas as faixas do disco, fugindo do lado mais comercial da banda, e que deixou o disco bem diferenciado.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A faixa que abre o material, "Caravan", e a seguinte "BU2B", já conhecidas dos fãs, mostram essa tendência da banda em criar músicas pesadas e marcantes, com muita técnica e vibração, destacando-se na primeira o baixo cheio de groove de Lee, e na segunda a belo refrão, tendo tudo para se tornar outro clássico do trio.

E o disco segue essa toada excelente até o final, transitando entre diversos estilos e influências, com músicas mais épicas e "viajadas", como a faixa título (que é daquelas que dão nó na cabeça do ouvinte, tamanha a diversidade apresentada) e "Hallo Effect", e outras mais pesadas e diretas, remetendo aos primórdios da banda, como "Seven Cities of Gold" (com um baixo fantástico, e claras influências setentistas) e "Headlong Flight" (uma das mais pesadas do material).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Destaque também para a excelente qualidade lírica do material, com uma história conceitual tratando da jornada de um jovem homem por um mundo dito "liberal e colorido", na busca por seus sonhos, e a história cita cidades perdidas, piratas, anarquia, festas exóticas e um rígido relojoeiro que impõe precisão em todos aspectos do dia-a-dia (representada inclusive pela capa do material, repleta de simbolismo), dentre outros temas. O material foi todo escrito por Neil Peart, e irá se tornar em breve um romance, escrito pelo escritor de ficção científica Kevin J. Anderson.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E se você não acreditava que o RUSH chegaria vivo em 2012, eis aqui a prova viva de que não só chegaram, mas lançaram um de seus discos mais fortes em anos. Sabe aqueles discos que não há como deixar passar? Pois bem, "Clockwork Angels" é um deles...

Clockwork Angels - Rush (2012 – Nacional)

Formação:
Geddy Lee - Bass, Vocals
Alex Lifeson - Guitars
Neil Peart - Drums

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Track List:

1. Caravan
2. BU2B
3. Clockwork Angels
4. The Anarchist
5. Carnies
6. Halo Effect
7. Seven Cities of Gold
8. The Wreckers
9. Headlong Flight
10. BU2B2
11. Wish Them Well
12. The Garden


Outras resenhas de Clockwork Angels - Rush

Rush: algo belíssimo e de extremo valor lírico e literário

Rush: em seu porto seguro que é o Hard RockRush
Em seu porto seguro que é o Hard Rock

Rush: "Clockwork Angels" é sobretudo um álbum "rockeiro"

Rush: Um trabalho que lembra os grandes álbuns da banda

Rush: Ainda o mesmo de sempre, mas não com tanta forçaRush
Ainda o mesmo de sempre, mas não com tanta força




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Bateria: Neil Peart derrota John Bonham em lista dos melhores de todos os temposBateria
Neil Peart derrota John Bonham em lista dos melhores de todos os tempos

Rush: Ouça o baixo isolado de Geddy Lee no clássico Tom SawyerRush
Ouça o baixo isolado de Geddy Lee no clássico "Tom Sawyer"

Rush: Geddy Lee explica por que eles não tem músicas inéditasRush
Geddy Lee explica por que eles não tem músicas inéditas

Rush: o segredo para durarem tanto sem mudar de formação, segundo Geddy LeeRush
O segredo para durarem tanto sem mudar de formação, segundo Geddy Lee

Neil Peart: eleito melhor músico Prog de todos os tempos em votação recordeNeil Peart
Eleito melhor músico Prog de todos os tempos em votação recorde

Rush: Uma das melhores biografia finalmente será lançada no Brasil

Rush: Geddy Lee escolhe melhor e pior álbum da bandaRush
Geddy Lee escolhe melhor e pior álbum da banda

Lars Ulrich: quem foi melhor, John Bonham ou Neil Peart?Lars Ulrich
Quem foi melhor, John Bonham ou Neil Peart?

Rush: em raras entrevistas, os 3 falam sobre a quase rejeitada Tom SawyerRush
Em raras entrevistas, os 3 falam sobre a quase rejeitada "Tom Sawyer"

Rush: A banda em 20 músicas definitivas segundo o site uDiscover MusicRush
A banda em 20 músicas definitivas segundo o site uDiscover Music


Foo Fighters: fã sobe ao palco e detona em um cover do RushFoo Fighters
Fã sobe ao palco e detona em um cover do Rush

Sebastian Bach: felizão por achar raridades em vinil do RushSebastian Bach
Felizão por achar raridades em vinil do Rush


Bruce Dickinson: Ele lamenta não ter dado um soco em Axl RoseBruce Dickinson
Ele lamenta não ter dado um soco em Axl Rose

Cinco contra um?: Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcouCinco contra um?
Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcou


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Cli336 Goo336 Goo336 Cli336 Goo336