Deformed Slut: Inacessível até o último sopro de vida

Resenha - Stench Of Carnage - Deformed Slut

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Quando existe a dificuldade em encontrar uma formação adequada para dar continuidade aos trabalhos, resta às bandas ir trocando seus integrantes até encontrarem uma sintonia satisfatória a todos. Pois bem, tendo iniciado suas atividades em 2006, o paranaense Deformed Slut também passou pela irritante troca de músicos, com tal desgaste que culminou na decisão de se tornar um projeto com apenas dois mentores, que se limitasse somente aos estúdios e não tocasse ao vivo.
51 acessosDeformed Slut: Vídeo de "Slashing Your Flesh (In Fillet)" ao-vivo5000 acessosIron Maiden: quinze canções que definem a banda

E foi com esta linha de ação que as coisas começaram a fluir apropriadamente, com Adriano (voz) e Alex (guitarra, baixo e bateria programada) liberando a demo “Cadaveric Carcass” em 2008, que mostrou o potencial do Deformed Slut em se tratando de música extrema com temas gore e splatter. A boa repercussão estimulou ainda mais os esforços em preparar um álbum completo, o que resultou neste muito bom “Stench Of Carnage”.

Tendo os primórdios do Death Metal como diretriz, o Deformed Slut trabalha com desenvoltura o andamento e as várias mudanças de ritmos de cada uma das oito composições de “Stench Of Carnage”, conseguindo proporcionar diversidade e um obscuro dinamismo ao longo dos 25 minutos de audição. E os grandes méritos recaem diretamente sobre as linhas vocais profundamente cavernosas e (quase) compreensíveis, além dos riffs vigorosos e bem desenvolvidos.

E, ainda que o uso de uma bateria programada nunca gere um áudio totalmente orgânico, é inegável que a produção está muito boa, tanto que a truculência de "The Monstruous Monochromatism", “Disemboweled”, "Gun Of Annihilation" e “Slashing Your Flesh (In Fillet)” se destacam e poderão manifestar imagens bem doentias – e dá-lhe assassinatos violentos – no mais sério dos psicólogos.

Inacessível até o último sopro de vida, “Stench Of Carnage” é um debut que, antes mesmo de estar finalizado, já havia recebido sinal verde para ser lançado não somente no Brasil pela Rapture Records, mas encontrou distribuição nos Estados Unidos através da Sevared Records e na Europa via Pathologically Explicit Recordings. Indicadíssimo aos amantes das amenidades macabras de Obituary e Cannibal Corpse!

Contato: www.myspace.com/deformedslut

Formação:
Adriano - voz
Alex - guitarra, baixo e bateria programada

Deformed Slut - Stench Of Carnage
(2011 / Rapture Records - nacional)

01. Necrobscurity Necrophile
02. Rotten Mutilated Devoured
03. The Monstrous Monochromatism
04. Disemboweled
05. Gun Of Annihilation
06. Stench Of Carnage
07. Cadaveric Carcass
08. Slashing Your Flesh (In Fillet)

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Stench Of Carnage - Deformed Slut

237 acessosDeformed Slut: Metal Extremo brasileiro em alta158 acessosDeformed Slut: Bom trabalho Brutal Death Metal em estreia273 acessosDeformed Slut: Abrir caminho na cena do Brutal Death Metal379 acessosDeformed Slut: Peso, velocidade, técnica e muita ousadia514 acessosDeformed Slut: Álbum quebra pescoços e paradigmas

51 acessosDeformed Slut: Vídeo de "Slashing Your Flesh (In Fillet)" ao-vivo0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Deformed Slut"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Deformed Slut"

Iron MaidenIron Maiden
Quinze canções que definem a banda

W. Axl RoseW. Axl Rose
Antes do Hollywood Rose e do Guns houve o Rapidfire

LoudwireLoudwire
As 10 melhores músicas do Nirvana

5000 acessosOzzy Osbourne: Nirvana e Green Day entre as bandas favoritas5000 acessosEpica: entrevista de Simone Simons para a Playboy5000 acessosRonnie James Dio: "Ozzy não canta como eu, Gillan ou Rob"5000 acessosMetallica: a banda mais influente dos últimos 30 anos5000 acessosRock in Rio 1985: Globo entrevista "Brian Dickinson"5000 acessosPink Floyd: em vídeo, Nick Mason bate McLaren avaliada em mais de 60 milhões

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online