Deformed Slut: Metal Extremo brasileiro em alta

Resenha - Stench Of Carnage - Deformed Slut

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Pedro Humangous
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O nível das bandas brasileiras está aumentando a cada ano que se passa. Um exemplo disso é o primeiro registro oficial do DEFORMED SLUT. Um projeto dos curitibanos Adriano Senke, que assume os vocais, e Alexandre W.A, responsável pelas guitarras, baixo e programação da bateria. O disco foi gravado e produzido por Maiko Thome com auxílio da própria banda no Avant Garde Studio em sua cidade natal.

Metal: 16 músicas dos anos 80 para se escutar durante o treinoGuitar World: os 100 piores solos de guitarra da história

O que sai das caixas de som ao colocar a bolacha pra tocar, é um verdadeiro Brutal Death Metal, extremo, cavernoso e técnico. A dupla conseguiu extrair com maestria toda a brutalidade que o estilo pede, sem embolar o som, deixando tudo muito bem mixado e cristalino. As camadas de vozes ficaram incríveis, misturando o ultra grave aos mais gritados e agoniantes. O instrumental não fica pra trás e mostra toda sua técnica ao longo das oito faixas do álbum.

Realmente o único porém fica para o timbre da bateria programada, que soa realmente robótica, principalmente na caixa e pratos. Esse pequeno detalhe não tira o brilho das composições, de forma alguma.

A arte da capa parece interessante, uma pena que na impressão ficou muito escura, deixando quase que incompreensível. A arte da parte de trás acabou se fazendo mais interessante e adequada talvez.

Lançado no Brasil pela Rapture Records, o disco também será distribuído nos Estados Unidos pela famosa Sevared Records e na Europa pela Pathologically Explicit Recordings. Reconhecimento mais que merecido. Portanto, corra atrás da sua cópia e valorize as excelentes bandas que nascem em nosso solo fértil. Definitivamente vale a audição e aquisição!


Outras resenhas de Stench Of Carnage - Deformed Slut

Deformed Slut: Inacessível até o último sopro de vidaDeformed Slut: Bom trabalho Brutal Death Metal em estreiaDeformed Slut: Abrir caminho na cena do Brutal Death MetalDeformed Slut: Peso, velocidade, técnica e muita ousadiaDeformed Slut: Álbum quebra pescoços e paradigmas



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Deformed Slut"


Metal: 16 músicas dos anos 80 para se escutar durante o treinoMetal
16 músicas dos anos 80 para se escutar durante o treino

Guitar World: os 100 piores solos de guitarra da históriaGuitar World
Os 100 piores solos de guitarra da história

A História do BurzumA História do Burzum
A História do Burzum

Metallica: Perguntas, respostas e curiosidades diversasDave Mustaine: Maroon 5 o deixou boquiabertoTop 10: Os melhores bateristas do rock alternativoOzzy Osbourne: dando "chega mais" em Mônica Apor na coletiva

Sobre Pedro Humangous

Pedro Humangous, 28 anos, publicitário headbanger. Dono e editor chefe da revista Hell Divine. Santista apaixonado por música e uma boa cerveja. Atualmente reside em Brasília e não poupa esforços para fazer o metal se fortalecer no país. Já colaborou com as revistas portuguesas Versus e Horns Up, além da coluna "Rolo Compressor" na rádio Nucleo Base. Colecionador de CD's, DVD's, Livros e Action Figures, concentra suas forças no metal extremo, sem deixar de lado os demais estilos. Fanático por Opeth, Iron Maiden, Trivium, Kreator, Dream Theater, Baroness, Suicide Silence, entre tantas outras. Siga: @PedroHumangous

Mais matérias de Pedro Humangous no Whiplash.Net.