Thriven: Pretensioso, exótico e cheio de personalidade

Resenha - Bag Of Scumbags - Thriven

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

8


Aqui temos um disco que pode gerar aqueles conhecidos sentimentos de ‘amor’ e ‘ódio’... Na ativa desde 2008, o Thriven é um novato na cena de Campinas (SP), mas que já deu largos passos no sentido de definir sua identidade musical, o que já era perceptível no caprichadíssimo EP "Purecavespringwater" (08). Desde então, a banda recrutou mais dois músicos e ampliou os horizontes para a concepção de seu primeiro álbum completo, "Bag Of Scumbags".

Primeiramente, vale mencionar os cuidados que o pessoal dedica ao nome Thriven – até mesmo a etiqueta do pacote do Correio é personalizada. Seu logotipo passou pelo crivo do requisitado Christophe Szpajdel, o famoso belga criador de milhares de logos de bandas. A embalagem de "Bag Of Scumbags" é no formato digipak com verniz fosco e encarte-poster repleto de detalhes com ilustrações maravilhosas, tudo se esquivando do lugar-comum – atentem para a refinada beleza da impressão do próprio CD!

publicidade

Musicalmente, "Bag Of Scumbags" é de difícil digestão. São necessárias várias audições para que o cérebro assimile todas as soluções não convencionais que o Thriven trabalhou em suas composições, geralmente muito pesadas, isentas de refrões ou melodias fáceis. Tudo é devidamente calculado e resultou em uma frieza e tensão palpáveis que frequentemente adquirem contornos alternativos e com um natural teor artístico que se estende para muito além do mero entretenimento.

publicidade

O álbum foi gravado em São Paulo, mas em três estúdios diferentes – DaTribo, LCM e no Lamparina – tendo como produtor Tiago Hóspede e o próprio Thriven, o que gerou um áudio que oscila entre o sujo e límpido. E toda a inspiração também impulsionou a banda em estrear com um disco conceitual que se aprofunda, questiona e tenta compreender a necessidade de se praticar o mal, que nada mais é do que outra força da natureza.

publicidade

Pretensioso? Talvez. Exótico? Consideravelmente. Mas inegavelmente é cheio de personalidade. Se o leitor está em busca de novos sons para sua dieta diária, pode se tornar uma obrigação conhecer o Thriven e seu "Bag Of Scumbags", que, além da já mencionada versão física, também se encontra disponível para compra no site oficial do iTunes. Item de colecionador que deve ser apreciado ponto a ponto, com as chances de sempre se descobrir um novo detalhe!

publicidade

Contato:
http://www.thriven.com.br/
http://www.bagofscumbags.com
http://www.myspace.com/thriven1

Formação:
Pedro De Conti - voz
Sidnei Siqueira - guitarra
Luiz Moura - guitarra
Gustavo Boni - baixo
Luis André Gigante - bateria

publicidade

Thriven – Bag Of Scumbags
(2012 / independente – nacional)

01. Bæg
02. A la Calabresi
03. Groan
04. Over And Done
05. Fudge
06. Seduction
07. Chosen One
08. Useless
09. Myers
10. Bully
11. Annanimal
12. Greedy
13. Spinal


Outras resenhas de Bag Of Scumbags - Thriven

Thriven: um trabalho bem acima da média




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Nirvana: quem é o bebê da capa de Nevermind?Nirvana
Quem é o bebê da capa de Nevermind?

Bruce Dickinson: punks não sabem tocar e tem inveja do metalBruce Dickinson
Punks não sabem tocar e tem inveja do metal


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin