Resenha - Overcoming Limits - Age Of Artemis

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Tendo iniciado suas atividades em 2009, o Age Of Artemis pode ser um novato na cena de Brasília, mas conta com músicos já famosos de sua região, o que justifica tanta atenção aos detalhes e profissionalismo com que a banda vem conduzindo sua carreira. E estas importantes características se cristalizam de vez em sua estréia em disco, "Overcoming Limits", que chega ao mercado através da iniciativa da MS Metal Records.

Age of Artemis: Pedro Campos canta "Helping Hand" em estúdioRock Progressivo: as 25 melhores músicas de todos os tempos

O Age Of Artemis se propõe a executar um dos gêneros que parece estar sendo motivo de maltrato nos últimos tempos aqui no Brasil: o bom e velho Power Metal Melódico. Independente da saturação do gênero, é inegável que temos excelentes registros e o épico "Overcoming Limits" figura neste rol tão focado nas raízes do estilo.

E, quando se opta em seguir uma linha tradicional, não adianta querer inovar. O lance é ser bom no que faz, e este atributo o Age Of Artemis possui de sobra. Alírio Neto (Khalice) dispensa apresentações, sua voz se encaixa perfeitamente e sem fazer uso dos agudos (graças!), além de o trabalho das guitarras de Gabriel 'T-Bone' e Nathan Grego ser de primeira e esbanjar solos marcantes, muito bons mesmo e, não menos importante, uma seção rítmica precisa e bem explorada.

Em suma, apesar de passagens mais complexas e orquestrações pomposas - que sempre fazem uma considerável diferença - a audição flui muito bem e transmite uma gostosa positividade. O repertório é bastante linear, mas dá para destacar "Echoes Within", a pacata balada "Take Me Home", a já conhecida "Truth In Your Eyes" e, principalmente, a longa e não menos carismática "God, Kings And Fools".

Para a produção, o Age Of Artemis contatou um veterano no Power Metal, Edu Falaschi (Angra, Almah), que fez um belo trabalho ao definir muito bem cada detalhe da obra, que é trajada em digipak e com as sempre bonitas ilustrações de Gustavo Sazes. Esmero é a palavra de ordem em "Overcoming Limits", um item indicadíssimo ao público que admira os primórdios do Helloween, Blind Guardian e Angra. Se este é você, não deixe de conhecer!

Contato:
http://www.myspace.com/ageofartemis

Formação:
Alírio Netto - voz
Nathan Grego - guitarra
Gabriel 'T-Bone' Soto - guitarra
Giovanni Sena - baixo
Pedro Senna - bateria

Age Of Artemis - Overcoming Limits
(2011 / MS Metal Records - nacional)

01. What Lies Behind...
02. Echoes Within
03. Mystery
04. Take Me Home
05. Truth In Your Eyes
06. Break Up The Chains
07. One Last Cry
08. You ll See
09. God, Kings And Fools
10. Till The End


Outras resenhas de Overcoming Limits - Age Of Artemis

Age of Artemis: Power Metal de qualidade com aura de positividadeAge Of Artemis: Superando limites com "Overcoming Limits"Age Of Artemis: Tirando leite de pedra de estilo saturadoAge of Artemis: Esperança para o Rock e Metal de BrasíliaAge of Artemis: O Power Metal Melódico ainda tem a oferecer




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Age Of Artemis"


Age of Artemis: Pedro Campos canta "Helping Hand" em estúdioAge of Artemis: faixa do Virgo em tributo a Andre MatosAge of Artemis: ouça cover de "No Need To Have An Answer" do Virgo

Vocalistas: alguns que poderão ser os novos ídolos do nosso MetalVocalistas
Alguns que poderão ser os novos ídolos do nosso Metal


Rock Progressivo: as 25 melhores músicas de todos os temposRock Progressivo
As 25 melhores músicas de todos os tempos

Separados no nascimento: Ozzy Osbourne e Jim CarreySeparados no nascimento
Ozzy Osbourne e Jim Carrey

Em vídeo: A diferença entre ser músico e ser rockstarEm vídeo
A diferença entre ser músico e ser rockstar

Dave Mustaine: 10 coisas que você não sabia sobre eleDoom Metal: os dez trabalhos essenciais do estiloLágrimas nos olhos: 25 músicas para chorarGuns N' Roses: Justin Hawkins, do Darkness, conta como a banda está mais feliz

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.