Warpath: Sinônimo do bom e velho Thrash/Speed Metal

Resenha - Massacre - Warpath

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

8


Aqui temos um trio da cidade paraense de Ananindeua que já está batalhando pelo seu espaço há mais de uma década e, apesar das dificuldades, vem realizando um bom trabalho. O Warpath já tocou fora de seu estado natal e abriu para nomes mais conhecidos como Torture Squad, Imperious Malevolence, o alemão Desaster, Torture Squad, Violator, etc. A produção musical é bastante tímida, constando apenas a demo "The Killing Time" (05) e este caprichado EP, "Massacre", lançado em 2010 pela Fábrica Sonora.

"Massacre" é sinônimo do bom e velho Thrash / Speed Metal e pode ser dividido em duas partes: quatro faixas de estúdio e três ao vivo, captadas na rádio Cultura FM de Belém (PA). Ainda que a tendência do Warpath seja priorizar a velocidade, há espaço suficiente para passagens mais cadenciadas e muitas melodias incisivas que sempre tornarão qualquer audição mais interessante, mesmo com as referências explícitas de Slayer, Whiplash e similares.

publicidade

Mas ser influenciado é algo perfeitamente normal, certo? O fato é que canções como "Bombs With American Stamps", "Legacy Of War" e "Eternal Violence" mostram que o Warpath possui conhecimento de causa e sabe exatamente o que fazer e como fazer, simples assim. Convenhamos, já passou da hora de estrear com um disco completo... Por ora, este EP é totalmente recomendado ao público que aprecia os ícones daquele famoso período oitentista, tão prolífico ao Thrash Metal.

publicidade

Contato: www.myspace.com/warpathband

Formação:
Márcio - voz e baixo
Danilo - guitarra
Willian - bateria

Warpath – Massacre (EP)
(2010 / Fábrica Sonora – nacional)

01. Bombs With American Stamps
02. Atomic Discharge / To Kill Is The Sentence
03. World's Decay
04. Legacy of War
05. Eternal Violence (Live)
06. Destroying Our Beliefs (Live)
07. Tortured Until The Soul (Live)

publicidade


Outras resenhas de Massacre - Warpath

Warpath: EP traz sete faixas, sendo três ao vivo

Warpath: Thrash visceral feito em cima da escola clássica




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Power Metal: os dez álbuns essenciais do gêneroPower Metal
Os dez álbuns essenciais do gênero

Roadrunner: os melhores frontmen de todos os temposRoadrunner
Os melhores frontmen de todos os tempos


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin