Aborted: Absurdamente violentos e inegavelmente no auge

Resenha - Global Flatline - Aborted

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Christiano K.O.D.A.
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Falando na cara: este CD certamente já está entre os melhores lançamentos de Metal extremo de 2012. E graças à Shinigami Records (www.shinigamirecords.com.br) o álbum saiu em versão nacional! Sim, um dos grandes nomes do underground está de volta “ao normal”, esmurrando tudo o que encontra no caminho.
82 acessosAborted: Ouça o novo single "Fallacious Crescendo"5000 acessosHall Of Shame: as melhores músicas ruins da história do Metal

Quem acompanha o grupo desde o começo sabe das mudanças musicais ocorridas em sua trajetória: eram mais Death/Gore nos primórdios; depois, passaram por um som mais limpo e melódico, mas agora, com “Global Flatline”, é possível afirmar tranquilamente que este CD esteja calcado no Brutal Death com temática Splatter (letras doentes e apocalípticas), tudo sem firula nenhuma. E a opção de seguir por esse caminho certamente foi a melhor alternativa.

Agora os caras estão absurdamente violentos e inegavelmente no auge! É petardo atrás de petardo, somando treze músicas pesadíssimas e velozes, enfim, imperdíveis.

E haja tanto gogó “from hell” que faz participação especial no disco: tem-se Trevor Strnad (The Black Dahlia Murder), Keiijo Niinima ( Rotten Sound), Julien Truchan (Benighted) e Jason Netherton (Misery Index). Devastação é pouco!

Falando nos vocais, duas coisas prendem (mais) a atenção no álbum: a excelente voz de Sven “Svencho” de Caluwé, que trabalha tanto o gutural quanto o rasgado de forma impressionante, e o trabalho espetacular do baterista Ken Bedene. Seja nos mutiladores ‘blast beats’, seja nos momentos mais trabalhados, o cara simplesmente domina. E a rapidez de seus bumbos faz o queixo desabar.

Quanto às composições, podem esquecer, não dá para dizer que uma é melhor do que a outra. O conjunto da obra é dotado de muita qualidade e todas as faixas são impiedosas.

A capa é um espetáculo à parte. Horrendamente bela e detalhada, exprime perfeitamente o caos musical da Aborted. Juntamente com ela, o restante do material gráfico recebeu uma estética caprichada que remete aos antigos filmes de terror. Só tem ilustrações fantásticas!

Se o mundo acabar mesmo em 2012, não há melhor trilha sonora. Mas se não for o fim, bem, sorte dos headbangers, que poderão curtir essa sanguinolência para o resto da vida! Muita gente já viu, mas sempre vale a pena assistir novamente ao clipe de “Источник Болезни (The Origin Of Disease)” e ao aflitivo trailer de lançamento do play.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Aborted – Global Flatline
Shinigami Records – 2012 - Bélgica
http://www.myspace.com/abortedmetal

TRACK LIST
1. Omega Mortis
2. Global Flatline
3. Источник Болезни (The Origin Of Disease)
4. Coronary Reconstruction
5. Fecal Forgery
6. Of Scabs and Boils
7. Vermicular, Obscene, Obese
8. Expurgation Euphoria
9. From a Tepid Whiff
10. The Kallinger Theory
11. Our Father, Who Art of Feces
12. Grime
13. Endstille

Fonte: Som Extremo
http://somextremo.blogspot.com

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Global Flatline - Aborted

600 acessosAborted: Death Metal com alguma dose de melodia438 acessosAborted: Quinze anos lapidando seu som513 acessosAborted: Global Flatline é o apocalipse feito música

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

82 acessosAborted: Ouça o novo single "Fallacious Crescendo"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Aborted"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Aborted"

Hall Of ShameHall Of Shame
As melhores músicas ruins da história do Metal

PsicografiaPsicografia
Uma suposta carta do espírito de Cássia Eller

Fãs de RockFãs de Rock
Você conhece o estilo de se vestir de cada um

5000 acessosMetallica: James Hetfield imitando Dave Mustaine na TV5000 acessosCinema: o melhor e o pior dos rockstars em filmes5000 acessosSepultura: Derrick Green não era o cara certo, diz Max Cavalera5000 acessosLegião Urbana: "Faroeste Caboclo" com censura da Globo5000 acessosPaul Di'Anno: "Drogas vão cobrar seu preço! Veja meu exemplo!"5000 acessosRoots Bloody Roots: versão arrasadora com Soulfly e Igor Cavalera

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online